Mesmo sem entrar em campo, Moradei relembra clima no Corinthians após derrota para o Tolima

Mesmo sem entrar em campo, Moradei relembra clima no Corinthians após derrota para o Tolima

Por Meu Timão

Moradei atuou em 2007, 2009 e 2011 no Timão

Moradei atuou em 2007, 2009 e 2011 no Timão

Foto: Daniel Augusto Jr./Fotoarena

Em 2011, o Corinthians viveu uma de suas mais doloridas derrotas. Se para torcida é complicado esquecer o revés para o Tolima, a experiência depois do confronto é ainda mais lembrada por quem esteve presente naquele plantel. Moradei, mesmo sem atuar, não apagou da memória as dificuldades daquele tempo.

"A gente foi para o jogo com uma pressão danada. Estava relacionado, mas fui para o banco. Quando a gente desceu no Brasil, os caras tinham invadido o estacionamento do CT. Meu carro era um dos primeiros que estavam estacionados. Eles invadiram e falaram para o pessoal: 'A gente vai só quebrar, não vai roubar'. Foram quebrando todos os carros, e o meu era um dos primeiros ali. Quebraram a maioria (dos carros) dos jogadores. Quem estava com o carro no CT, eles quebraram. Mas em mim, de forma física, não me aconteceu nada, graças a Deus", contou o ex-volante do Corinthians em entrevista ao UOL Esporte.

"Foi coisa de um mês. A gente ficou treinando meio escondido. A gente ia para um hotel para ir de ônibus para o CT. Foi uma turbulência bem abalada nesse começo de ano. Mas passou, tanto é que a gente foi campeão brasileiro", completou.

Apesar do clima pesado, para Moradei, aquela partida teve enorme influência no que o time se transformou no restante da temporada. Unido, o elenco se fechou com Tite para conquistar o Brasileirão. O trabalho do treinador, segundo ele, foi fundamental.

"A partir do episódio, o time se uniu, se fechou. O Tite abraçou o grupo de uma tal forma… Acho que foi um dos melhores técnicos com quem eu trabalhei na minha vida. Não tem nem o que falar – não é à toa que o cara está na seleção brasileira. Acho que fechou o grupo. Os jogadores que estavam viram que tinha força ali se unisse todo mundo", relembrou.

Com o título nacional, Moradei encerrou sua terceira passagem pelo Corinthians de forma bem mais positiva do que a primeira. Mesmo assim, a queda para a segunda divisão em 2007 não apaga o que, para ele, é seu melhor período no clube.

"A minha passagem, por mais que tenha caído em 2007, não foi uma passagem em que eu deixei a desejar. Foi uma passagem que me ajudou muito a voltar para o Corinthians. Por eu ter feito mais jogos, por ter feito jogos bons, acho que 2007 foi o ano que mais marcou", concluiu.

Ao todo, Moradei participou de 51 partidas com a camisa do Corinthians, marcando um gol apenas. Foram três passagens pelo clube. Na primeira, veio emprestado do Bragantino em 2007. Em seguida, foi comprado em definitivo do time de Bragança Paulista em 2009. Por fim, voltou de empréstimo para o São Caetano para fazer parte do plantel em 2011. Na oportunidade, chegou a atuar no último jogo do Campeonato Brasileiro daquele ano, quando o time confirmou a conquista contra o Palmeiras.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Balbuena subiu mais alto do que todo mundo para marcar o gol do Corinthians

    Balbuena faz golaço de cabeça, e líder Corinthians vence Fluminense pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians 'botou Fluminense na roda'

    Abel Braga distribui elogios ao futebol do Corinthians após vitória: 'Motivos de ser líder'

    ver detalhes
  • Balbuena marcou o gol da vitória do Corinthians

    Balbuena e Cássio são os melhores em vitória do Corinthians; Carille se destaca também

    ver detalhes
  • Lucca vem se destacando com a camisa da Ponte Preta

    Emprestado pelo Corinthians, Lucca ultrapassa Jô e se torna artilheiro do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Melhor comentário

    Foto do perfil de Vini

    Ranking: 2841º

    Vini 241 comentários

    por @coringada

    Na minha opinião. A derrota para o Tolima, parando pra pensar no lado bom. Foi uma das melhores coisas que aconteceram na história do clube, foi depois dessa derrota que o monstro saiu da jaula de verdade.

    A única coisa que eu lamento de verdade após aquela derrota. Foi a forma que o Fenômeno se aposentou. Triste, gordo e chateado com a torcida na época. Pois foi muito xingado.

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Ramon

    Ranking: 63º

    Ramon 5623 comentários

    53º. por @ramon.felipe1

    Caraca, esse mano ainda existe? Kkk

  • Foto do perfil de Heleno

    Ranking: 7677º

    Heleno 60 comentários

    52º. por @helenoaraujo

    Kkkk como assim, cara? A Copa do Brasil começou em 1989, que critérios são esses da década de 1960? !

    Foto do perfil de Heleno

    Heleno 60 comentários

    17/07/2017 às 15h49 por @helenoaraujo

    Sei lá, man, eu sou meio observador e acho que os critérios de classificação para disputa da Copa do Brasil são uma porcaria, com aqueles rankings m*erda, com base em classificação em campeonatos estaduais invariavelmente paia... E por mais que o Tolima não seja tradicional na Colômbia, alguma coisa deve ter feito de notável dentro da realidade deles - justamente por não ser de expressão - pra se classificar pra Libertadores. Não se esqueça também do S. Caetano que, embora hoje não arrume quase nada no futebol nacional, já foi sensação e já brigou em cima no brasileirão, no paulista e já até chegou na final da Libertadores. Por tudo isso, concretamente a eliminação do Palmares na Copa do Brasil pelo fraquíssimo ASA foi muito PIOR do que a eliminação do Corinthians pelo desconhecido Tolima... A única diferença é que o Corinthians é GIGANTE, e a queda de um GIGANTE levanta muito mais poeira que a queda de uma palmeira velha podre que, naquele mesmo ano, cairia de novo.

  • Foto do perfil de Bruno

    Ranking: 513º

    Bruno 1173 comentários

    51º. por @bruno.dionizio

    Aquele dia foi horrível, passei a noite em claro!

  • Foto do perfil de Paulo

    Ranking: 1º

    Paulo 42030 comentários

    50º. por @paulo.tertuliano

    A copa do Brasil usa os mesmos critérios dos anos 60, como nosso time nunca conseguia ficar bem colocado não participava.

    Foto do perfil de Heleno

    Heleno 60 comentários

    17/07/2017 às 15h49 por @helenoaraujo

    Sei lá, man, eu sou meio observador e acho que os critérios de classificação para disputa da Copa do Brasil são uma porcaria, com aqueles rankings m*erda, com base em classificação em campeonatos estaduais invariavelmente paia... E por mais que o Tolima não seja tradicional na Colômbia, alguma coisa deve ter feito de notável dentro da realidade deles - justamente por não ser de expressão - pra se classificar pra Libertadores. Não se esqueça também do S. Caetano que, embora hoje não arrume quase nada no futebol nacional, já foi sensação e já brigou em cima no brasileirão, no paulista e já até chegou na final da Libertadores. Por tudo isso, concretamente a eliminação do Palmares na Copa do Brasil pelo fraquíssimo ASA foi muito PIOR do que a eliminação do Corinthians pelo desconhecido Tolima... A única diferença é que o Corinthians é GIGANTE, e a queda de um GIGANTE levanta muito mais poeira que a queda de uma palmeira velha podre que, naquele mesmo ano, cairia de novo.

  • Foto do perfil de Ney

    Ranking: 3292º

    Ney 200 comentários

    49º. por @ney.bala2

    Vai Corinthians

  • Foto do perfil de Elizeu

    Ranking: 105º

    Elizeu 3720 comentários

    48º. por @elizeu.santos

    Só lembro de uma coisa CORINTHIANS CAMPEÃO INVICTO DA Libertadores... Os caras que quebraram os carros, deveriam agora, PAGAR CARROS NOVOS também, seguindo a linha de raciocínio deles

  • Foto do perfil de Heleno

    Ranking: 7677º

    Heleno 60 comentários

    47º. por @helenoaraujo

    Sei lá, man, eu sou meio observador e acho que os critérios de classificação para disputa da Copa do Brasil são uma porcaria, com aqueles rankings m*erda, com base em classificação em campeonatos estaduais invariavelmente paia... E por mais que o Tolima não seja tradicional na Colômbia, alguma coisa deve ter feito de notável dentro da realidade deles - justamente por não ser de expressão - pra se classificar pra Libertadores. Não se esqueça também do S. Caetano que, embora hoje não arrume quase nada no futebol nacional, já foi sensação e já brigou em cima no brasileirão, no paulista e já até chegou na final da Libertadores. Por tudo isso, concretamente a eliminação do Palmares na Copa do Brasil pelo fraquíssimo ASA foi muito PIOR do que a eliminação do Corinthians pelo desconhecido Tolima... A única diferença é que o Corinthians é GIGANTE, e a queda de um GIGANTE levanta muito mais poeira que a queda de uma palmeira velha podre que, naquele mesmo ano, cairia de novo.

    Foto do perfil de Paulo

    Paulo 42030 comentários

    17/07/2017 às 13h07 por @paulo.tertuliano

    Todos sabemos as regras da CBF e o Tolima não representa nada na Colômbia.

  • Foto do perfil de Heleno

    Ranking: 7677º

    Heleno 60 comentários

    46º. por @helenoaraujo

    Pra bom leitor, amigo, pingo é letra! Kkkkkkkkkkkkkkk E eu também não quero me comprometer... Por isso que jogador nenhum tá acima do Timão, pois que na hora que o bicho pegar, ou tiver que fazer uma escolha, o cabra vai escolher o interesse pessoal dele! Contra tudo e contra todos, vai Corinthians!

    Foto do perfil de Lukas

    Lukas 50 comentários

    17/07/2017 às 12h33 por @lukas.ferreira

    Fala logo que foi o Jucilei, ele é o único que tá nos bambi hoje, que jogava no Corinthians em 2011

  • Foto do perfil de Paulo

    Ranking: 1º

    Paulo 42030 comentários

    45º. por @paulo.tertuliano

    Nem se compara, foi feio mas não o pior.

    Foto do perfil de Leonardo

    Leonardo 1 comentário

    17/07/2017 às 08h18 por @leonardo.silva133

    Ou os bambi sendo eliminado pelo Defensa y Justicia kkkk time de várzea...

  • Foto do perfil de Paulo

    Ranking: 1º

    Paulo 42030 comentários

    44º. por @paulo.tertuliano

    Todos sabemos as regras da CBF e o Tolima não representa nada na Colômbia.

    Foto do perfil de Heleno

    Heleno 60 comentários

    17/07/2017 às 08h49 por @helenoaraujo

    O negócio dos peppas, óbvio: o Asa se classificou pelos critérios esdrúxulos da CBF, o Tolima deve ter feito algo por merecer no campeonato colombiano.