Volante do Corinthians dá recado aos secadores: 'Ficamos felizes por saber que falam de nós'

Volante do Corinthians dá recado aos secadores: 'Ficamos felizes por saber que falam de nós'

Por Meu Timão

Maycon esteve em campo no empate contra o Atlético-PR

Maycon esteve em campo no empate contra o Atlético-PR

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O empate de 2 a 2 do Corinthians com o Atlético-PR, no último sábado, ainda dá o que falar no mundo da bola. Seja em entrevistas coletivas, em programas de televisão ou até mesmo nas redes sociais, todos os que torcem por outros clubes parecem ter ido à loucura com o tropeço do Timão na Arena. E isso, é claro, chegou aos ouvidos dos jogadores alvinegros.

Em entrevista concedida nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava, o volante Maycon falou sobre o assunto. Com a maior tranquilidade possível, o jovem de 20 anos vê o "excesso de secadores" como um bom sinal de que o Timão está fazendo muito bem seu trabalho.

Leia também:
De olho no Avaí, Corinthians se reapresenta com apenas três titulares em campo
Maycon recebe sondagens da Europa, mas descarta saída e sonha com idolatria no Corinthians

"Ficamos felizes por saber que estão falando de nós, sinal de que estamos fazendo bem nosso trabalho. Mas os outros vêm trabalhando bem também, o campeonato é muito longo. Pode acontecer de tropeçar, mas trabalhamos para não acontecer. Vamos focar na nossa próxima final, que vai ser quarta-feira", declarou, se referindo ao duelo contra o Avaí, agendado para a noite de quarta-feira, na Ressacada, em Florianópolis.

Com a combinação de resultados da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians se manteve na liderança. Ao invés de dez pontos, agora o Timão sustenta oito de vantagem para o vice-líder Grêmio. Santos (3º) e Flamengo (4º) seguem a 12 pontos de distância.

"É bom ter uma distância, dá um conforto maior, mas secar, não seco. Se fizermos nosso trabalho bem feito, vamos manter a distância. Esse é nosso foco, os outros times também vão perder pontos", comentou Maycon.

De acordo com o volante, não é hora de o Corinthians fazer contas nem se preocupar com a matemática do Brasileirão. Afinal de contas, restam mais 24 rodadas para o fim do torneio.

"Sabemos que temos uma diferença muito boa para o segundo colocado, são oito pontos, mas o discurso é o mesmo: todo jogo é uma final, são três pontos contra o vice-líder ou último colocado, dentro ou fora de casa. Procuramos não fazer matemática agora, vamos deixar para o final do campeonato. Vai se decidir nas últimas oito rodadas", finalizou.

Veja mais em: Maycon e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Romero foi bastante participativo no primeiro tempo, mas 'sumiu' na etapa final

    Sem criar chance de gol, Corinthians cai na pilha do Racing e é eliminado da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Fagner esbravejou contra arbitragem em Buenos Aires

    Fagner pede união contra Conmebol após queda do Corinthians e esbraveja: 'Somos pais de família'

    ver detalhes
  • Balbuena denotou 'parcialidade' de juiz após queda do Corinthians na Sul-Americana

    Revoltado, Balbuena dispara contra árbitro uruguaio após eliminação: 'Muito caseiro!'

    ver detalhes
  • Rodriguinho cometeu falta dura e levou cartão vermelho em Buenos Aires

    Rodriguinho entra, é expulso em menos de dois minutos e alcança Trending Topics mundiais

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes