Em entrevista ao vivo, narrador pede desculpa a Carille: 'Parabéns por queimar minha língua'

Em entrevista ao vivo, narrador pede desculpa a Carille: 'Parabéns por queimar minha língua'

Por Meu Timão

103 mil visualizações 143 comentários Comunicar erro

Nilson César se desculpou ao vivo com Carille

Nilson César se desculpou ao vivo com Carille

Foto: Reprodução/Youtube

O sucesso de Fábio Carille à frente do Corinthians pegou muita gente de surpresa. Pouco a pouco, contudo, as pessoas dos mais diferentes escalões vão se arrependendo de terem criticado o treinador do Timão antes mesmo de conhecê-lo. É o caso de Nilson César, narrador da Rádio Jovem Pan.

Durante participação de Carille no programa Esporte em Discussão desta segunda-feira, transmitido ao vivo pela rádio, Nilson César aproveitou a oportunidade de estar frente a frente com Carille para se desculpar com o treinador do Corinthians.

Leia também: Carille detalha proposta chinesa e diz: 'Não saio do Corinthians nem por um caminhão de dinheiro'

"Primeiro quero dizer para o Carille que eu não dava um dólar furado por você. Nada. Hoje acho você o melhor técnico em atividade do Brasil", declarou.

"Eu estava tremendamente enganado. Achava que você tomaria três cacetadas no começo do ano e seria mandado embora, como todo clube faz, infelizmente", completou.

Carille, desde que assumiu o Corinthians, em dezembro do ano passado, conquistou o título do Paulistão e ocupa a liderança do Brasileirão de forma invicta e isolada. Ao longo de toda a temporada de 2017, o Timão perdeu apenas dois jogos.

"Parabéns por ter queimado minha língua e por fazer este trabalho espetacular que você vem fazendo", afirmou Nilson César.

Na sequência, foi a vez de Carille responder aos elogios do narrador. Ostentando a humildade que já se tornou inerente ao seu discurso, o técnico do Corinthians disse entender as críticas de Nilson César, haja vista que ele mesmo não esperava um início tão avassalador à frente do Timão.

"Eu também sabia que se o início não fosse bom eu não iria ficar. Por isso joguei por poucas bolas, armei o sistema defensivo forte com a participação de todos", contou.

Carille participou de programa de rádio nesta segunda

Carille participou de programa de rádio nesta segunda

Reprodução/Youtube

"Há oito anos dentro do clube, sei que resultados ruins no início não seria bom para ninguém. Então joguei como time pequeno, sim. Joguei para não perder, sim. Contra todas as equipes", finalizou, se referindo à experiência que acumulou no Corinthians como auxiliar-técnico.

Veja mais em: Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Corinthians de Jonathas não conseguiu vencer o Cruzeiro nesta quarta-feira

    VAR tem noite terrível, Corinthians é derrotado na Arena e perde título da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Emerson Sheik foi eleito pela Fiel o melhor em campo na derrota do Corinthians para o Cruzeiro

    Mais velho e mais novo do Corinthians são eleitos os melhores da final da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians deu show à parte na finalíssima da Copa do Brasil

    Torcida do Corinthians dá novo show e 'se salva' em vice da Copa do Brasil; veja repercussão

    ver detalhes
  • Corinthians levou R$ 20 milhões pelo segundo lugar na Copa do Brasil

    Revés para o Cruzeiro na final da Copa do Brasil faz Corinthians perder quase R$ 40 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes