Balbuena e Pedrinho marcam, Corinthians despacha colombianos e avança na Sul-Americana

Corinthians Corinthians 2 x 0 Patriotas Patriotas

Copa Sul-Americana 2017

Balbuena e Pedrinho marcam, Corinthians despacha colombianos e avança na Sul-Americana

Gol de Balbuena abriu o placar nesta quarta-feira

Gol de Balbuena abriu o placar nesta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians fez sua lição de casa na noite desta quarta-feira, na Arena, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Os comandados de Fábio Carille venceram o Patriotas (COL) por 2 a 0 com gols de Balbuena e Pedrinho. Como empatou o jogo de ida em 1 a 1, mês passado, na Colômbia, o Timão selou sua classificação às oitavas de final.

E vale lembrar que o Corinthians entrou em campo com uma escalação alternativa. Carille poupou Jô, Romero, Rodriguinho e Fagner. Como Pablo e Jadson seguem no departamento médico, o Timão foi armado com: Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Clayton; Kazim.

Devidamente classificado, o Corinthians aguarda agora a definição de seu adversário nas oitavas de final. O próximo rival do Timão será o vencedor do confronto entre Racing, da Argentina, e Independiente Medellín, da Colômbia. No duelo de ida, os argentinos fizeram o dever de casa e bateram os colombianos por 3 a 1, em Buenos Aires.

Em tempo: o Corinthians agora volta suas atenções ao Campeonato Brasileiro. O Timão, líder isolado e invicto da competição, recebe o Flamengo, novamente na Arena, na tarde deste domingo, a partir das 16h, pela 17ª rodada.

Primeiro tempo

Como era de se imaginar tratando-se de uma equipe bastante modificada, o Corinthians sofreu com a falta de entrosamento na primeira parte da etapa inicial de jogo. Tanto pelos lados quando no meio de campo, os comandados de Carille abusaram nos erros de passe e domínio. Conclusão? O destaque ficou por conta da torcida alvinegra, que com muita música e palmas inflamou as arquibancadas da Arena.

Aos 14 minutos é que o Corinthians chegou pela primeira vez com perigo ao gol de Villete. Giovanni Augusto, titular pelo segundo jogo consecutivo, dominou pela direita e fez lançamento precioso para Clayton. O atacante fez o mais difícil: ajeitou a bola no peito, deslocou o marcador e, cara a cara com o goleiro, mandou uma bomba por cima das traves.

Diante da retranca do Patriotas, enfiadas de bola em profundidade buscando Kazim se desenharam como uma primeira alternativa para chegar mais vezes ao gol adversário. O problema é que o atacante não vivia a melhor de suas noites, perdendo quase todas as disputas para a zaga colombiana.

Se o ataque não dá conta, chama o Balbuena que ele resolve! O zagueiro artilheiro do Timão foi à área em cobrança de escanteio de Maycon e, sem nem precisar pular, acertou cabeceio certeiro no canto esquerdo de Villete. Quinto gol do camisa 4 na temporada e primeiro tento do Corinthians na noite: placar aberto em Itaquera!

Balbuena comemora gol anotado nesta noite de quarta-feira

Balbuena comemora gol anotado nesta noite de quarta-feira

Reprodução/TV

Com a vantagem no marcador, o Corinthians passou a administrar o jogo com menos ímpeto. Consequência disso foram algumas chegadas perigosas do Patriotas. Ibargüen, primeiro de cabeça e depois com chute de longa distância, foi quem mais assustou Cássio.

Segundo tempo

Os 45 minutos finais começaram mais movimentados do que na etapa inicial. Precisando balançar as redes para ao menos levar a decisão às penalidades, o Patriotas tentou pressionar o Corinthians. Conclusão? Contra-ataque quase fatal dos comandados de Carille. Maycon e Marquinho Gabriel trocaram passes pela esquerda e acharam Giovanni Augusto do outro lado. O camisa 17 arriscou o chute, mas mandou a bola pela linha de fundo.

Pouco depois, foi a vez de Ibargüen, mais uma vez, levar perigo ao gol corinthiano. Vásquez cruzou, e o atacante se posicionou entre os defensores do Timão para finalizar. Cássio, bem posicionado, defendeu sem maiores dificuldades.

Correspondendo às súplicas da torcida, Carille decidiu tirar Pedrinho do banco de reservas e colocá-lo em campo. O jovem meia-atacante entrou no lugar de Clayton.

A mudança parece ter colocado fogo no ataque alvinegro. E olha que Pedrinho nem participou da chance que surgiria em seguida! Maycon recebeu de Léo Príncipe, girou para cima dos defensores e bateu levando perigo ao gol colombiano.

Pedrinho protagonizaria uma boa oportunidade de gol. O jovem avançou pela direita, puxou a bola para o meio, deslocou os marcadores e arriscou de fora da área. A bola passou perto da meta defendida por Villete.

Querendo sacramentar de uma vez por todas a classificação, Carille sacou Giovanni Augusto e colocou Jô em sem lugar. Ao mesmo tempo em que o Corinthians ficou mais ofensivo, deixou também mais espaços na defesa. Assim, não demorou para o treinador fazer a terceira e última alteração: tirou Kazim e colocou Camacho.

No fim das contas, premiação para Carille e, mais especificamente, para Pedrinho. O jovem aproveitou longo lançamento de Cássio, disparou para cima da defesa colombiana, saiu frente a frente com Villete e, com um tapa para lá de bonito, encobriu o goleiro. Golaço na Arena para "fechar o caixão".

Veja mais em: Copa Sul-Americana e Balbuena.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Patriotas

  • 1000 caracteres restantes