Carille se diz feliz com atuação do Corinthians e minimiza erros por falta de entrosamento

Carille se diz feliz com atuação do Corinthians e minimiza erros por falta de entrosamento

Por Meu Timão

Carille falou com a imprensa após vitória do Corinthians sobre Patriotas

Carille falou com a imprensa após vitória do Corinthians sobre Patriotas

Foto: Vinicius Souza/Meu Timão

A atuação do Corinthians na noite desta quarta-feira, que resultou na vitória por 2 a 0 sobre o Patriotas, na Arena, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, deixou o técnico Fábio Carille satisfeito. Em entrevista coletiva concedida ainda no estádio alvinegro, pouco após o término da partida, o treinador minimizou a falta de entrosamento entre alguns atletas.

"A gente fica feliz. Sabíamos que iam errar um pouquinho a mais que o normal, quatro jogadores que não vinham jogando, tudo dentro da normalidade. Giovanni já tinha ido bem contra o Fluminense. Clayton entrando e tendo possibilidade de fazer gol no início, Kazim... É uma dor de cabeça boa. Campeonato vai se afunilando, é bom a gente contar com todos", comentou o comandante corinthiano.

"Os quatro da frente hoje são jogadores que não são titulares, todos sabemos que é Jadson, Rodrigo e Romero trabalhando atrás do 9. Falei na preleção: vamos erar mais do que o normal, questão da engrenagem, entrosamento. Mas esse jogador de frente, tem treinado bastante forte. Se ele entra em uma equipe que está mais entrosada, pode ter certeza que ele teria uma atuação melhor", completou, falando especificamente sobre Kazim.

Em relação à equipe considerada ideal, o Corinthians entrou em campo nesta quarta-feira com seis modificações. Além de Pablo e Jadson, que estão entregues ao departamento médico e voltam apenas no segundo turno do Brasileirão, também ficaram de fora da escalação Fagner, Rodriguinho, Romero e Jô.

Quem entrou no lugar não correspondeu muito bem na visão da torcida: casos de Kazim, Clayton, Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto, por exemplo. Não à toa, Balbuena (titular absoluto) e Pedrinho (saiu do banco de reservas no segundo tempo) foram os protagonistas.

"Não poupei ninguém hoje. Rodriguinho foi com uma dor contra o Fluminense e ele aumentou pós-jogo. Tivemos a precaução, não poupei ninguém e não vou poupar. É um aviso, Pablo ali atrás, depois Romero. A questão do Fagner não foi muscular, foi que ele caiu de um salto. Jô também sentindo um pouco de dor na posterior. Sempre vou trabalhar jogo a jogo. Se fosse um jogo de Brasileiro, essas substituições iriam acontecer também. Vamos junto com a preparação física", argumentou Carille.

Fato é que o Corinthians já volta a campo na tarde deste domingo, às 16h, contra o Flamengo, novamente em Itaquera. O confronto entre paulistas e cariocas será válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja mais em: Fábio Carille e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes
  • Corinthians relembrou os dois títulos conquistados em 2017

    Nas redes sociais, Corinthians relembra dois títulos no ano e provoca antis

    ver detalhes
  • Meia cumpriria função que Carille deseja no Corinthians

    Segundo portal, Andrés negocia possível ida de Gustavo Scarpa ao Corinthians; candidato nega

    ver detalhes
  • Jadson viveu temporada de altos e baixos no Corinthians

    Negativa de Jadson a proposta da China lhe rendeu promessa de renovação no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes