São Paulo insiste e aumenta oferta pela terceira vez; Walter segue no aguardo do Corinthians

São Paulo insiste e aumenta oferta pela terceira vez; Walter segue no aguardo do Corinthians

Walter aguarda diretoria do Corinthians para selar permanência no clube

Walter aguarda diretoria do Corinthians para selar permanência no clube

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O Corinthians segue com a possibilidade de perder Walter nos próximos dias. A diretoria do São Paulo nega diante dos microfones, mas insiste nos bastidores na contratação do goleiro reserva de Cássio. E a insistência envolve muito dinheiro.

Conforme revelado pela reportagem do Meu Timão, a diretoria do Corinthians não está disposta a liberar Walter. Mesmo assim, o clube do Morumbi aumentou pela terceira vez a oferta salarial ao goleiro, além de oferecer um vínculo de quatro anos. O valor e o tempo de contrato são maiores do que Walter tem neste momento no Parque São Jorge - vínculo atual termina no dia 31 de dezembro de 2019.

Leia também:
'Preocupado', Roberto de Andrade reforça intenção de ir às compras e freia possíveis saídas
Walter se manifesta nas redes sociais e recebe carinho da torcida do Corinthians

Mesmo diante desse cenário sedutor oferecido pelo rival, Walter está disposto a permanecer no Corinthians, clube que o contratou após ser rebaixado no Paulista de 2013 pelo União Barbarense. O goleiro quer apenas que a diretoria alvinegra coloque no papel o que foi acordado verbalmente. Assinar o novo contrato, que terá melhora nos vencimentos e um vínculo mais extenso, encerraria de vez a esperança do São Paulo de tirá-lo do Parque São Jorge.

O empresário do camisa 27, Fernando Garcia, é o mais interessado na transferência, já que possui 80% dos seus direitos econômicos - Timão é dono de apenas 5%. A diretoria do Corinthians, por sua vez, segue irredutível na decisão de não liberá-lo para o rival. E a explicação está no goleiro titular da equipe.

Como Cássio deve ser convocado por Tite para a Seleção Brasileira, Walter será o dono da posição em alguns jogos. Apesar da confiança nos dois pratas da casa - Caíque França e Matheus Vidotto -, a diretoria não quer abrir mão da experiência do seu principal goleiro reserva, de 29 anos.

Walter chegou ao Corinthians em 2013, após se destacar na Barbarense no Estadual. O goleiro atuou em 55 jogos, levando 46 gols. Ele ainda não participou de jogos oficiais em 2017.

Veja mais em: Walter e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • O GERENTE ENLOUQUECEU

    VÍDEO: O GERENTE ENLOUQUECEU

    ver detalhes
  • Jô e Guilherme Arana estão na seleção da Bola de Prata

    Jô volta a falar do desejo de jogar Libertadores, mas não crava permanência no Corinthians

    ver detalhes
  • Com saída de Adriano, Marquinhos herdou a camisa 10 do Timão na Libertadores 2012

    Campeão em 2011, Marquinhos diz ter celebrado hepta do Corinthians e ensaia retorno

    ver detalhes
  • Golaço de Rodriguinho sobre o Sport entrou em vídeo de emissora italiana

    Canal de esportes da Itália produz vídeo com cinco gols mais belos do hepta do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes