Trabalho, concentração... Carille revela 'segredos' do Corinthians e não poupa elogios ao elenco

Trabalho, concentração... Carille revela 'segredos' do Corinthians e não poupa elogios ao elenco

Time de Carille tem a melhor campanha da história do primeiro turno

Time de Carille tem a melhor campanha da história do primeiro turno

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Fábio Carille não escondeu o entusiasmo pela campanha fora da curva do líder Corinthians após a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, nesta quarta-feira, no Mineirão. Em entrevista coletiva, o técnico alvinegro explicou como o Timão foi desacreditado no início da temporada a principal candidato ao título brasileiro.

“Tem muito trabalho, tem muito entendimento, desde o primeiro dia no CT, dia 13 de janeiro no primeiro trabalho com bola, vinha dentro de uma ideia, com jogadores se dedicando muito, desde o primeiro jogo na Flórida, a gente com mesma ideia de jogo. É uma equipe muito organizada defensivamente que procura sair com triangulações, é o que nos cobramos todo dia. Estamos muito orgulhosos e felizes por esse momento, mas ainda tem muita coisa para acontecer”, disse Carille.

Depois de empatar com o Flamengo em casa, o Corinthians foi a Belo Horizonte sem jogadores de peso, como o zagueiro Pablo, os meias Jadson e Marquinhos Gabriel e o atacante Romero. Ainda assim, a equipe paulista soube sofrer sem a bola e marcou com Jô e Rodriguinho.

Leia também:
Decisivo, Jô volta a marcar e se isola na artilharia do Campeonato Brasileiro
Vitória no Mineirão faz Corinthians quebrar recorde de pontos do primeiro turno

Segundo Carille, o sistema defensivo é a principal arma do Timão, que dificilmente perde o foco durante uma partida. “Fortalece. Não tenho problema em falar dos jogos que nós já fizemos, só não gosto de falar sobre futuro. Não falo de invencibilidade. Falo dos hoje acho que 28 jogos sem tomar gol no ano, é um número que impressiona. Para fazer isso tem de ter muita concentração, e foi isso que parabenizei o grupo no fim do jogo”, declarou o comandante alvinegro.

Carille também rendeu elogios aos jogadores, do goleiro ao segundo atacante. De acordo com o treinador, todos compraram a ideia proposta pela comissão técnica em janeiro, ainda na pré-temporada, daí os bons resultados: título estadual, campeão do primeiro com duas rodadas de antecedência e 33 jogos sem derrota – segunda maior invencibilidade da história corinthiana.

“Temos um grupo consciente, os jogadores me ajudam muito. Não adianta só o técnico falar. Jô, Cássio e Rodrigo participam bastante. Os jovens são muito maduros, como o Arana, eles sabem onde estão e onde querem chegar. Não adianta ficar de salto alto. Sou direto, parabenizo, sou verdadeiro”, frisou.

“E todos nós gostamos (de jogos grandes), a comissão também, jogo com casa cheia. É natural em um jogo menor a concentração não estar igual. Mas poucas vezes isso aconteceu neste ano. É uma equipe que está preparada para tudo. Quando é um jogo menor, a comissão trabalha mais”, finalizou.

Líder com 44 pontos, o Corinthians tem duelo marcado já para sábado, diante do Sport, às 19h (de Brasília), na Arena em Itaquera. O confronto marcará o término do primeiro turno.

Veja mais em: Fábio Carille e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Pablo não deve enfrentar o Atlético Mineiro no domingo

    [Marco Bello] Pablo não deve enfrentar o Atlético Mineiro no domingo

    ver detalhes
  • Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    ver detalhes
  • Ralf ergueu troféu do hexa do Brasileirão antes de deixar Corinthians

    Ralf diz que não jogaria em rival do Corinthians, explica saída e opina sobre Gabriel

    ver detalhes
  • Pré-temporada de 2018 teve início nesta semana para jogadores do Timão

    Corinthians se antecipa, e jogadores realizam exames cardiológicos para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes