Na China, Renato Augusto foge de polêmica ao falar de preferência entre Corinthians e Flamengo

Na China, Renato Augusto foge de polêmica ao falar de preferência entre Corinthians e Flamengo

Por Meu Timão

Meia foi destaque em campanha do hexacampeonato nacional, em 2015

Meia foi destaque em campanha do hexacampeonato nacional, em 2015

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Desde que o Corinthians vendeu jogadores importantes para a China, a torcida alvinegra "monitora" os atletas e aguarda o retorno de alguns deles. Paulinho, Gil e Renato Augusto, por exemplo, sempre são lembrados como possíveis reforços pela Fiel. O ex-camisa 8 do Timão, no entanto, tem ligação com o Flamengo e projeta-se uma disputa das duas equipes pela sua volta. Escapando de polêmicas, ele deixa claro que tem o mesmo carinho por ambos.

"Costumo sempre brincar que quando estou no Rio torço para o Flamengo, e quando estou em São Paulo, torço para o Corinthians", afirmou, em entrevista ao Lance!.

"São clubes muito especiais na minha vida, tenho carinho e amor muito grande. Vieram de forma e em momentos diferentes na minha vida. No Flamengo foi quando eu saí da arquibancada para o campo, quando eu apareci para o futebol, e eu sou muito grato por tudo que vivi ali. No Corinthians foi onde eu atingi o ápice na carreira e o clube que apostou em mim quando eu estava voltando da Europa. Vivi um momento especial", completou.

Leia também:
Guilherme Arana relembra início de carreira e valoriza vontade dos jogadores do Corinthians
Arquirrival do Corinthians atravessa negócio e se aproxima de Emerson Santos, diz site
Preparador físico do Corinthians evita estipular data para retorno de dupla titular

Se vai retornar ou não só o tempo dirá, até lá, ele age como um torcedor e mesmo da China, onde defende o Beijing Guoan, acompanha o time alvinegro. Com o conhecimento de quem viveu o clube de dentro, o meia não perdeu a chance de valorizar o trabalho de Fábio Carille, líder do Campeonato Brasileiro.

Carille tem um perfil muito parecido com o do Tite, em relação à forma de pensar o jogo e a visão do que ocorre lá dentro. É difícil eu falar muito pois eu peguei ele como auxiliar, e como técnico, tudo muda. Mas sempre vimos que ele tem uma ótima leitura de jogo, além de ser uma pessoa maravilhosa, que eu mantenho contato mesmo depois de ter saído do Corinthians. Fico feliz pela fase dele, e e eu posso dizer que torço muito daqui (da China).

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes