Blog divulga valores de obras malfeitas e inacabadas pela Odebrecht na Arena Corinthians

Blog divulga valores de obras malfeitas e inacabadas pela Odebrecht na Arena Corinthians

Por Meu Timão

5.3 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez, durante evento de entrega das obras da Arena

Andrés Sanchez, durante evento de entrega das obras da Arena

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O Corinthians está próximo de dar um passo importante em relação à entrega formal da Arena Corinthians. Segundo balanço divulgado pelo blog do Perrone nesta quarta-feira, a Odebrecht, responsável pela construção do estádio, deixou de realizar cerca de R$ 151 milhões em obras.

Tal valor foi apontado pela auditoria produzida pelo escritório Cláudio Cunha Engenharia Consultiva. A empresa também entende que o Corinthians necessitará gastar em torno de R$ 63 milhões a fim de refazer obras malfeitas pela construtora. Além disso, há o entendimento de que a companhia deve desembolsar multa de R$ 23 milhões por não entregar o empreendimento no prazo combinado.

A construtora vem alegando, desde o início das auditorias, que realizou tudo conforme combinado com o clube. O Corinthians, por sua vez, espera abater boa parte da dívida do estádio se conseguir provar o rombo de ao menos R$ 214 milhões deixado pela Odebrecht.

Procurada pelo blog, a Odebrecht afirmou desconhecer o estudo da Cláudio Cunha Engenharia Consultiva. O escritório, de acordo com a construtora, não estaria credenciado na associação de classe que reúne os principais auditores do país. Ela também garante ter cumprido à risca o contrato firmado com o Corinthians.

Descaso? – Um relatório feito pela empresa Molina & Reis Advogados, contratada pelo Corinthians para coordenar a auditoria da Arena, apontou descaso do clube na fiscalização do planejamento do estádio. Trechos do documento, entregue à diretoria alvinegra no início de 2017, foram divulgados no último mês de abril.

O que precisa der reformado

Drenagem e terraplenagem – R$ 20,04 milhões
Estrutura de concreto – R$ 2,1 milhões
Acabamentos – R$ 19,14 milhões
Instalações prediais – R$ 12,1 milhões
Ar condicionado e instalações mecânicas – R$ 4,2 milhões
Acessos e estacionamentos – R$ 1,1 milhão
Cobertura – R$ 1,8 milhão
Urbanização e paisagismo – R$ 3 milhões

O que deixou de ser feito

Drenagem e terraplenagem – R$ 1,76 milhão
Fundações e contenções – R$ 14,89 milhões
Estrutura de concreto – R$ 254,8 mil
Acabamentos – R$ 92,25 milhões
Instalações prediais – R$ 14,9 milhões
Sistemas eletrônicos – R$ 17,65 milhões
Ar condicionado e instalações mecânicas – R$ 2,1 milhões
Acesso e estacionamentos – R$ 4 milhões
Urbanização e paisagismo – R$ 3,6 milhões

Veja mais em: Arena Corinthians, Diretoria do Corinthians e Roberto de Andrade.

Veja Mais:

  • Zagueiro é quarta opção para setor que já tem dupla titular consolidada

    Corinthians estuda empréstimo para dar rodagem a Léo Santos; três clubes de olho

    ver detalhes
  • Parque São Jorge foi palco da aprovação do balanço financeiro do Corinthians

    Finanças do Corinthians são aprovadas com explicações sobre déficit de R$ 35 milhões

    ver detalhes
  • Clayson, assim como Felipe Melo, foi punido pelo TJD nesta segunda-feira

    Corinthiano Clayson leva gancho de quatro jogos por confusão com Felipe Melo, do Palmeiras

    ver detalhes
  • Juiz voltou atrás após marcar pênalti de Ralf, que tocou só bola

    Tribunal arquiva inquérito que apurava possível interferência externa em Corinthians x Palmeiras

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes