Blog divulga valores de obras malfeitas e inacabadas pela Odebrecht na Arena Corinthians

Blog divulga valores de obras malfeitas e inacabadas pela Odebrecht na Arena Corinthians

Por Meu Timão

Andrés Sanchez, durante evento de entrega das obras da Arena

Andrés Sanchez, durante evento de entrega das obras da Arena

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O Corinthians está próximo de dar um passo importante em relação à entrega formal da Arena Corinthians. Segundo balanço divulgado pelo blog do Perrone nesta quarta-feira, a Odebrecht, responsável pela construção do estádio, deixou de realizar cerca de R$ 151 milhões em obras.

Tal valor foi apontado pela auditoria produzida pelo escritório Cláudio Cunha Engenharia Consultiva. A empresa também entende que o Corinthians necessitará gastar em torno de R$ 63 milhões a fim de refazer obras malfeitas pela construtora. Além disso, há o entendimento de que a companhia deve desembolsar multa de R$ 23 milhões por não entregar o empreendimento no prazo combinado.

A construtora vem alegando, desde o início das auditorias, que realizou tudo conforme combinado com o clube. O Corinthians, por sua vez, espera abater boa parte da dívida do estádio se conseguir provar o rombo de ao menos R$ 214 milhões deixado pela Odebrecht.

Procurada pelo blog, a Odebrecht afirmou desconhecer o estudo da Cláudio Cunha Engenharia Consultiva. O escritório, de acordo com a construtora, não estaria credenciado na associação de classe que reúne os principais auditores do país. Ela também garante ter cumprido à risca o contrato firmado com o Corinthians.

Descaso? – Um relatório feito pela empresa Molina & Reis Advogados, contratada pelo Corinthians para coordenar a auditoria da Arena, apontou descaso do clube na fiscalização do planejamento do estádio. Trechos do documento, entregue à diretoria alvinegra no início de 2017, foram divulgados no último mês de abril.

O que precisa der reformado

Drenagem e terraplenagem – R$ 20,04 milhões
Estrutura de concreto – R$ 2,1 milhões
Acabamentos – R$ 19,14 milhões
Instalações prediais – R$ 12,1 milhões
Ar condicionado e instalações mecânicas – R$ 4,2 milhões
Acessos e estacionamentos – R$ 1,1 milhão
Cobertura – R$ 1,8 milhão
Urbanização e paisagismo – R$ 3 milhões

O que deixou de ser feito

Drenagem e terraplenagem – R$ 1,76 milhão
Fundações e contenções – R$ 14,89 milhões
Estrutura de concreto – R$ 254,8 mil
Acabamentos – R$ 92,25 milhões
Instalações prediais – R$ 14,9 milhões
Sistemas eletrônicos – R$ 17,65 milhões
Ar condicionado e instalações mecânicas – R$ 2,1 milhões
Acesso e estacionamentos – R$ 4 milhões
Urbanização e paisagismo – R$ 3,6 milhões

Veja mais em: Arena Corinthians, Diretoria do Corinthians e Roberto de Andrade.

Veja Mais:

  • Titulares que não jogaram na Argentina foram a campo nesta sexta

    Trio trabalha com bola e Corinthians deve ter força máxima no Majestoso

    ver detalhes
  • Fiel poderá comparecer novamente a um treino na Arena

    Na véspera do Majestoso, Corinthians promove treino aberto à torcida na Arena

    ver detalhes
  • Arbitragem tem sido assunto recorrente no dia-a-dia do Corinthians

    Levantamento: todos os erros contra e favor do Corinthians no Brasileirão 2017

    ver detalhes
  • Guilherme Arana não jogou na Argentina, mas volta no Majestoso

    Arana fala em ano perfeito com título do Corinthians e fracasso do São Paulo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes