Rosenberg pede renegociação por Arena Corinthians e fala em 'riqueza' a ser explorada

Rosenberg pede renegociação por Arena Corinthians e fala em 'riqueza' a ser explorada

Por Meu Timão

14 mil visualizações 119 comentários Comunicar erro

Ex-diretor do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg comentou a situação da Arena

Ex-diretor do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg comentou a situação da Arena

Foto: Meu Timão

Vivendo grande fase na atual temporada, com a liderança invicta no Campeonato Brasileiro, o Corinthians tem a Arena em Itaquera como um de seus grandes trunfos e vem conseguindo benefícios no campo alvinegro. Contudo, o estádio inaugurado em 2014 ainda não gera renda para o clube, já que o valor arrecadado na bilheteria é convertido a um fundo que tem a intenção de quitar o pagamento da casa alvinegra. Ex-vice-presidente do Timão, Luís Paulo Rosenberg analisou a situação e projetou uma possível renegociação da dívida – acreditando no potencial econômico do local.

A Arena (Corinthians) não está com todo o seu potencial sendo explorado por uma série de razões, então tem muita riqueza para ser extraída”, comentou Rosenberg em entrevista à Gazeta Esportiva, durante um evento no Insper, em São Paulo.

A nossa casa realmente é diferenciada e esse é o grande objetivo. Claro que uma Arena com aquelas qualidades e bem gerida pode trazer bastante recurso para o clube. Infelizmente, o estádio ficou pronto em um momento em que a economia ia muito mal e em que a construtora se viu digamos envolvida em questões delicadas e de práticas pouco éticas. Isso é uma fase e vai passar”, completou.

Leia também:
Blog divulga valores de obras malfeitas e inacabadas pela Odebrecht na Arena Corinthians
Diretor revela negociação com Caixa e outras duas empresas por patrocínio master do Corinthians

Recentemente, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, revelou o valor atual da dívida do clube em relação à construção da Arena em Itaquera. De acordo com o mandatário, o Timão deve R$ 985 milhões, incluindo juros, em quantia a ser dividida entre Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Caixa Econômica Federal, que viabilizaram o financiamento do estádio. Para Rosenberg, a missão da próxima gestão a assumir a diretoria corinthiana, que será eleita em fevereiro de 2018, deve buscar meios para reavaliar a dívida pelo estádio.

Acho que a próxima gestão do time vai ter uma oportunidade excepcional de renegociar essa dívida. Esse passivo está completamente longe da formação inicial. A gente sempre disse que o Corinthians vai pagar os R$ 400 milhões que era o que custaria o estádio que queríamos. Se tem um custo adicional e São Paulo, cidade e estado, consideram que esse mérito adicional e que vale a pena bancar, o Corinthians faz esse sacrifício, mas eu não paga. Esse era o pacto. A prefeitura honrou, emitiu o certificado e agora, de repente, querem enfiar um supositório de dois bilhões (de reais). Isso não dá. Então, a gente tem que renegociar isso e voltar às bases iniciais”, disse o ex-vice-presidente.

Rosenberg, que também atou como diretor do Corinthians durante a “era Mário Gobbi”, ainda destacou que a Arena em Itaquera deve ser utilizada pelo clube com uma atração. Para ele, o estádio deve funcionar sete dias por semana, atendendo ao público da Zona Leste paulista, porém, se atentar às preocupações com as condições do gramado.

O estádio, acima de tudo, é um shopping center. Ele tem uma praça de alimentação, um espetáculo que substitui o cinema e pode ter shows. O nosso estádio nunca vai admitir que você faça um show em que a Madona fique pulando no gramado, onde os nossos adversários costumam a escorregar. Na área externa, você pode fazer shows incríveis, populares, nada de para coxinha, mas para o nosso pessoal da Zona Leste, A Arena tem que virar um marco, um polo de atração sete dias por semana”, finalizou.

Veja mais em: Arena Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Revelação de 2017, Pedrinho reforça Corinthians diante do Red Bull Brasil

    Com Pedrinho, Carille relaciona 23 no Corinthians para duelo com Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Renê Júnior foi apresentado pelo Corinthians à imprensa em 7 de janeiro

    Reforço de R$ 5 milhões, volante aguarda primeira chance no Paulistão; novo esquema pode ajudá-lo

    ver detalhes
  • Livro 'Sócrates Eterno' será lançado na noite desta segunda, em São Paulo

    Viúva de Sócrates lança autobiografia do ex-jogador do Corinthians nesta segunda em São Paulo

    ver detalhes
  • Sem contusão, Clayson treinou normalmente e deve pegar Red Bull

    Após exames, Clayson treina no Corinthians e deve enfrentar Red Bull

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes