Ex-volante do Corinthians relembra festa pelo Brasileirão de 2005 e vê amigo perto de novo título

Ex-volante do Corinthians relembra festa pelo Brasileirão de 2005 e vê amigo perto de novo título

Por Meu Timão

Volante atuou em parte da campanha campeã em 2005

Volante atuou em parte da campanha campeã em 2005

Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC

Mesmo com todo o investimento da parceria com a MSI, em 2005, o Corinthians utilizou inúmeros pratas da casa na conquista do Brasileirão. Wendel, um dos campeões formados pelo clube, relembra com carinho da mescla da equipe alvinegra. A lembrança principal é da celebração, organizada em parceria com o amigo de longa data Jô.

"Eu relembro muito de quando a gente foi campeão. Na comemoração lá em Goiânia tava todo mundo reunido, a gente faz uma roda de samba. Eu e o Jô compramos os instrumentos e a gente fez a roda de samba lá na churrascaria mesmo. Foi bem marcante, porque estavam todos ali reunidos. Foi onde marcou e eu guardo até hoje", relembrou, em entrevista ao Torcedores.com.

"Aquela época foi muito boa, tinha muita molecada da base. Muita mesmo. E teve a rapaziada que veio contratada também. Mas muita gente que foi contratada era da nossa idade, que nem o Tevez e Mascherano, eu já tinha jogado contra na seleção de base, o Carlos Alberto também era da nossa idade. Quem era fora da idade era o Gustavo Nery, Fábio Costa e o Roger, que era um pouco mais velho, mas nem tanto", completou.

Leia também:
Provável titular contra o Corinthians, zagueiro adversário garante atenção redobrada com Jô
Com 100% de presença, Maycon se torna o homem de ferro do Corinthians no BR-17
Artilheiro do Corinthians ganha música de banda gospel: 'Tocou no Jô é gol!'

Parceiros na organização da roda de samba, Jô e Wendel seguem amigos. O centroavante, de volta ao Corinthians, é artilheiro do Brasileirão e está cada vez mais perto de repetir o feito conquistado em 2005. Para o ex-volante alvinegro, hoje sem clube, a sensação é de felicidade pelo amigo, que passou por momentos bastante delicados recentemente - chegou, inclusive, cercado de desconfiança no Timão.

"O Jô é um ‘parceiraço’. Em 2005 a gente concentrava junto. Então construímos uma relação de amizade legal. Passamos a última virada de ano juntos, que agora estou morando no Rio de Janeiro e ele mora aqui perto, então passamos a virada juntos lá na casa dele. É uma parceria forte. Fico feliz por ele ter conseguido novamente se reerguer no futebol", destacou.

Com três anos de clube e 119 partidas disputadas, Wendel ainda acompanha o Corinthians. Por conta do que vem assistindo, afirma que Jô está realmente perto de reconquistar o título nacional. Embora reconheça a chance do Grêmio, o jogador não consegue evitar o favoritismo para os comandados de Carille.

"O Corinthians está com um ótimo time, está com grandes chances de consagrar campeão. Porém está com o Grêmio na cola, que é uma grande equipe. Acho que o título ficará entre esses dois times mesmo, o Corinthians com uma leve vantagem de dois, três jogos, que no Brasileirão é uma vantagem imensa. Então o Corinthians tem tudo para se consagrar campeão", concluiu

Veja mais em: e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Pablo já disse mais de uma vez que quer permanecer no Corinthians

    Corinthians sobe oferta e espera sim de Pablo: 'Espero que seja suficiente'

    ver detalhes
  • Alvo do Corinthians, Roger deve ser oficializado como reforço do Internacional nos próximos dias

    Decisão de Roger não é repudiada pela diretoria do Corinthians: ‘Faz parte...’

    ver detalhes
  • Ginásio Wlamir Marques recebeu jogo 4 da final do NBB em 2017

    Corinthians faz pré-inscrição na Liga Ouro e reativa basquete após 21 anos

    ver detalhes
  • 32 mil torcedores foram ao estádio em Itaquera no último treino aberto

    Por agradecimento à Fiel, Corinthians deve abrir treino no sábado na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes