Para surpreender adversários, Casagrande sugere mudança no setor ofensivo do Corinthians

Para surpreender adversários, Casagrande sugere mudança no setor ofensivo do Corinthians

Por Meu Timão

Comentarista voltou a comentar a atual situação do Corinthians

Comentarista voltou a comentar a atual situação do Corinthians

Foto: Reprodução/TV

Embora exista a cobrança por parte de alguns torcedores, Carille já garantiu não pensar em mudanças no time titular, mesmo com os três jogos sem vitória do Corinthians. Insatisfeito com o discurso de tranquilidade do treinador e de seus jogadores, o comentarista Walter Casagrande também acredita que alterações são necessárias. Para o ex-jogador, é preciso surpreender os adversários que, segundo ele, já sabem como o Timão se comporta em campo.

"Não sou treinador e nunca fui, mas como comentarista.... Se eu fosse um treinador e fizesse o que o Corinthians fez no primeiro turno, uma equipe sem elenco, tecnicamente de médio para cima, não tão forte, e deu tudo certo, e começo o segundo turno e percebo que o adversário está jogando em cima daquilo que já conhece do meu time, eu modificaria o esquema tático porque aí surpreende o adversário", disse o ex-atacante corinthiano, em participação no programa Troca de Passes, do SporTV.

Leia também:
Decisão? Duelo com Vasco ganha nova importância no Corinthians
Marciel é elogiado no Corinthians, mas pondera parte física: 'Tenho de trabalhar um extra'
'Entramos todo jogo para ganhar, não para perder ou sacanear', diz Jô sobre pressão da torcida

Mais do que as peças que vão a campo, a mudança, para Casagrande, precisa ser de estratégia. Sendo assim, uma ou duas trocas devem ser suficientes para usufruir de outra formação tática e demonstrar diferente postura nas próximas partidas. Como não poderia deixar de ser, o comentarista sugeriu uma substituição para Carille.

"Ele tem alternativa. O Marquinhos Gabriel está voltando de contusão, não sei se vai estar à disposição domingo. É um jogador que quando entrava no lugar do Rodriguinho, quando ia para seleção, entrava muito bem", opinou.

"Vamos supor, se sou eu o treinador do Corinthians e o elenco está na mão, o Marquinhos Gabriel liberado, começo com Romero, Jô e Marquinhos Gabriel, três jogadores na frente, e faço três jogadores no meio-campo, e tentar surpreender o adversário porque ele vai entrar para jogar contra o Corinthians esperando aquele desenho tático que vem sendo constantemente usado. De repente você entra e tem dois pontas, modifica todo seu plano. É um modo de conseguir quebrar o que o adversário vai fazer. Você precisa surpreender", complementou Casagrande.

Fora dos últimos jogos, Marquinhos Gabriel estará a disposição de Carille para o duelo contra o Vasco, no próximo domingo. A informação foi confirmada pelo próprio treinador que, a princípio, deve o deixar no banco. Vale lembrar que ao menos uma mudança no time titular será feita, afinal, o volante Gabriel está suspenso e não pode participar do embate, às 16h, na Arena Corinthians.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Zé Rafael, de 24 anos, tem contrato com o Bahia até 2020

    Corinthians reforça interesse em Zé Rafael, mas tem de esperar até 9 de dezembro; entenda

    ver detalhes
  • Carille quer contar com seu reserva imediato em 2018

    Permanência de Walter é desejo de Carille, mas técnico já tem plano B em caso de saída

    ver detalhes
  • Na Série B do Brasileirão pelo Internacional, Leandro Damião entrou na mira do Timão

    Corinthians inicia sondagem sobre centroavante do Internacional

    ver detalhes
  • Timão monitorava situação de Roger, em fim de contrato no Botafogo

    Alvo do Corinthians, centroavante Roger fecha com clube gaúcho

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes