Gol de mão? Rodriguinho diz que não avisaria árbitro e reclama de repercussão contra Corinthians

Gol de mão? Rodriguinho diz que não avisaria árbitro e reclama de repercussão contra Corinthians

Por Meu Timão

Rodriguinho concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava

Rodriguinho concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava

Foto: Lucas Faraldo / Meu Timão

O meia Rodriguinho foi o escolhido desta segunda-feira para falar em nome do Corinthians no CT Joaquim Grava. E como era de se imaginar, o meia foi bombardeado de perguntas a respeito do polêmico gol de Jô na vitória do Timão por 1 a 0 sobre o Vasco, no domingo.

Sem fugir do roteiro já esperado, Rodriguinho saiu em defesa do colega de equipe. Mais do que isso, o meia ressaltou a dificuldade em tomar uma decisão no calor do jogo e disse que não avisaria a arbitragem caso fosse ele o autor de um gol irregular. O camisa 26 foi questionado a respeito do lance de fair play de Rodrigo Caio no clássico entre Corinthians e São Paulo disputado no último mês de abril.

"Complicado... Acho que são lances distintos. Muito difícil alguém, num gol, falar que bateu na mão, ou que está impedido. Ninguém vai fazer isso, futebol tem essa cultura. O que o Rodrigo fez é algo a se enaltecer, um fair play legal, mas se pudermos discutir todos os lances, vai ser complicado. Ninguém faz. É uma discussão longa (...) Cada um tem a sua opinião, acho bem complicado", analisou o meia corinthiano.

"Acho legal a discussão do fair play, mas não pode ser exagerada. Certas coisas ninguém vai fazer. Se eu faço um gol impedido, não vou falar que estou. Ninguém faz isso. O assunto rende bastante. Tem de ser o jogo mais limpo possível, sem tirar vantagem. Esse lance, ele dividindo ali, a gente às vezes não sabe onde a bola pega. Tem que ver na TV (...) Pegando o cara saindo de campo, é complicado. Ele falou que não pegou, mas ali ele não tem muita noção do que aconteceu", completou.

É justamente a história de "ver na TV" que vem dividindo muitas opiniões nas redes sociais e em programas esportivos. Jô, na saída de campo, em entrevista concedida a emissoras de televisão e rádio, afirmou não saber se a bola tocou ou não em seu braço. Muitas pessoas criticaram a declaração do centroavante.

"Não sei se as pessoas julgaram ele pelo o que falou, que a bola não bateu, mas o árbitro está ali para ver essas coisas, são seis. Eles que têm que tomar a decisão, a gente está ali para jogar futebol e fazer o nosso melhor", rebateu Rodriguinho, responsabilizando a equipe de arbitragem pela lambança.

Assistente de arbitragem estava próximo de Jô e nada marcou

Assistente de arbitragem estava próximo de Jô e nada marcou

Reprodução/TV

Por fim, ainda vale destacar a resposta de Rodriguinho a respeito de uma repercussão exagerada causada supostamente por se tratar do Corinthians. O meia não titubeou:

"Eu acho que sim. Quando é a nosso favor, as pessoas pegam pesado. Quando é contra a gente, é esquecido rapidamente. São coisas que a gente está acostumado", comentou, deixando nas entrelinhas lances nos quais o Corinthians foi injustiçado, como por exemplo os gols mal anulados de Jô contra Coritiba e Flamengo no primeiro turno do Brasileirão.

Veja mais em: Rodriguinho, e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Pablo já disse mais de uma vez que quer permanecer no Corinthians

    Corinthians sobe oferta e espera sim de Pablo: 'Espero que seja suficiente'

    ver detalhes
  • Alvo do Corinthians, Roger deve ser oficializado como reforço do Internacional nos próximos dias

    Decisão de Roger não é repudiada pela diretoria do Corinthians: ‘Faz parte...’

    ver detalhes
  • Ginásio Wlamir Marques recebeu jogo 4 da final do NBB em 2017

    Corinthians faz pré-inscrição na Liga Ouro e reativa basquete após 21 anos

    ver detalhes
  • 32 mil torcedores foram ao estádio em Itaquera no último treino aberto

    Por agradecimento à Fiel, Corinthians deve abrir treino no sábado na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes