Neto detona repercussão do gol de Jô: 'Por que vocês da Globo não falam toda a verdade?'

233 mil visualizações 206 comentários

Por Meu Timão

Neto não poupou críticas em meio à polêmica do gol de Jô

Neto não poupou críticas em meio à polêmica do gol de Jô

Reprodução/TV

Se tem alguém que pareceu não gostar nem um pouco da repercussão do gol de mão do centroavante na vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Vasco, este alguém é Neto. O ex-jogador e atual apresentador do Donos da Bola, da TV Bandeirantes, soltou o verbo na edição desta segunda-feira de seu programa.

A principal crítica de Neto foi dirigida a Tadeu Schmidt, apresentador do programa Fantástico, exibido nas noites de domingo na TV Globo. Em sua última edição, no quadro dos cavalinhos do Brasileirão, Jô foi bastante criticado por não ter avisado a equipe de arbitragem a respeito da irregularidade do lance que culminou na vitória do Corinthians.

"Não vem com esse papo furado. Ó o que o Tadeu Schmidt falou ontem no Fantástico: ‘Ô Jô, seria tão legal para o mundo do futebol se você falasse, por exemplo, que foi com a mão’. Ué, por que vocês da Globo não falam toda a verdade, então, do que acontece? Por que nós da televisão não falamos toda a verdade? Por que vocês não falam que foram na zona, que traíram a mulher, que ganham dinheiro pra caramba? Só o jogador de futebol tem que ser 100% honesto?", disparou, em tom de irritação, o ex-jogador.

Na sequência, ao argumentar com os demais presentes no estúdio, Neto fez questão de declarar que não avisaria o árbitro se estivesse na posição de Jô - repetindo assim o discurso proferido horas mais cedo por Rodriguinho, no CT do Corinthians. O apresentador ainda declarou já ter cavado inúmeros pênaltis inexistentes, usando assim da chamada malandragem em algumas situações futebolísticas ao longo de sua carreira.

"No futebol, se eu tivesse feito o gol, eu não ia avisar o juiz. Eu. Cada um pensa do jeito que quiser. Sabe quantos pênaltis eu já cavei na minha carreira? Muitos, e que não foram. Sabe quantas bolas entraram dentro do gol e o goleiro tira a bola e não avisa? Muitas", disse.

Por fim, vale ressaltar que Neto também criticou Jô. Não pelo gol marcado com o auxílio do braço, mas sim por supostamente "se fingir de santo". Ao término do jogo contra o Vasco, o camisa 7 do Corinthians alegou não saber se a bola havia tocado ou não em seu braço.

"Agora, não vem dar de santo, do jeito que o Jô fez: ‘Ah, eu sou evangélico, sou de Deus’. Pô, o Fernandinho Beira-Mar é de Deus. O Marcola é de Deus. Todo mundo é de Deus, ou não, tem muita gente que não acredita e que tem que respeitar", argumentou.

Veja mais em: Neto e .

Veja Mais:

  • Boca Juniors vai pagar menos por casos de racismo do que Corinthians por infração a artigo que trata de propaganda no banco de reservas

    Conmebol multa Boca por racismo; valor é menor que pena ao Corinthians por propaganda no banco

    ver detalhes
  • Vítor Pereira foi anunciado há exatos três meses pelo Corinthians; seu primeiro jogo, porém, aconteceu dias depois

    Vítor Pereira completa três meses de Corinthians com 52.63% de aproveitamento; relembre trajetória

    ver detalhes
  • Caio Mello não faz mais parte do quadro de funcionários do Corinthians

    Fisioterapeuta deixa o Corinthians após mais de 13 anos

    ver detalhes
  • Abimael, à direita, assinou com o Corinthians por dois anos

    Corinthians acerta contratação de lateral-esquerdo ex-Palmeiras para o Sub-20

    ver detalhes
  • Fagner correu ao redor do gramado nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava

    Fagner inicia transição e elenco do Corinthians faz treino em casa após empate no Majestoso

    ver detalhes
  • Torcedor do Corinthians precisa parar de procurar problema onde não tem

    [Mayara Munhoz] Torcedor do Corinthians precisa parar de procurar problema onde não tem

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x