Neto volta atrás sobre assumir presidência do Corinthians: 'Não vou, não posso e não quero'

Neto volta atrás sobre assumir presidência do Corinthians: 'Não vou, não posso e não quero'

Por Meu Timão

Neto disse não querer mais ser presidente do Corinthians

Neto disse não querer mais ser presidente do Corinthians

Foto: Reprodução/TV

Pouco menos de um ano após anunciar sua pré-candidatura para a corrida eleitoral pela presidência do Corinthians de 2021, Neto volto atrás e disse não mais querer ser presidente do Timão. O anúncio foi feito nesta semana em seu programa, Donos da Bola, na TV Bandeirantes.

Ídolo do Corinthians, o ex-meia e hoje apresentador falava sobre a dificuldade da atual diretoria em bancar com as dívidas deixadas pela construção da Arena. Nos últimos dias, os conselheiros do clube tiveram acesso aos resultados das auditorias e descobriram mais de R$ 150 milhões em pauta.

"Os mesmos corinthianos estão há 20 anos no poder (...) Se você não fizer aquilo que o corinthiano precisa, você não vai ter estádio. Vai ter de devolver o estádio e voltar a jogar no Pacaembu", disse, se dirigindo aos candidatos à presidência para a eleição de 2018.

"Se eu fosse presidente do Corinthians... E eu não vou ser (presidente do Corinthians). Não posso mais ser, porque eu também não quero mais ser. Se eu fosse hoje (presidente do Corinthians), falaria que não quero mais jogar aqui. Fecho o estádio, chamo o advogado, vejo o que que é o fundo, o que não é o fundo. Quebrei, entrei em concordata", discursou.

Neto não entrou em maiores detalhes sobre sua desistência de assumir o cargo máximo do Corinthians. Chama atenção o fato de uma das principais medidas que o apresentador havia dito que tomaria caso fosse eleito, em fala proferida em novembro do ano passado, ser justamente uma grande investigação nos contratos e contas ligados à Arena Corinthians.

"Eu ia fazer uma auditoria para ver quem roubou e quem não roubou. Pegaria a Caixa Econômica para ver quanto deram, R$ 350 milhões, e para ver para onde foram esses R$ 350 milhões. Por que comprei mármore, escada rolante? Por que tive um time campeão em 2015, paguei R$ 140 milhões de dívidas e mesmo assim o preço do estádio foi de R$ 1 bilhão pra R$ 1,6 bilhão? Juros? Aposto que ele (Roberto de Andrade) não age assim com as contas na casa dele", disparou na época, em entrevista à ESPN.

Veja mais em: Neto, Presidentes, Parque São Jorge, Diretoria do Corinthians e Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Vice-presidente no início dos anos 2000, Citadini é candidato nas eleições de fevereiro

    Citadini condena submissão do Corinthians à CBF e promete ir à Fifa por mudança no estatuto

    ver detalhes
  • Mateus Vital fará estreia no Corinthians logo como titular

    Vital, Pedrinho & cia: Corinthians rejuvenesce para jogo desta quarta e empolga Fiel

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo se reencontram neste sábado, no Pacaembu

    Torcedores do São Paulo já se preocupam com clássico contra Corinthians; veja tweets

    ver detalhes
  • Mateus Vital será titular do Corinthians e fará assim sua estreia com a camisa alvinegra

    Carille muda todo o ataque e define Corinthians para pegar Ferroviária; Vital estreia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes