Paulo André vence ação contra o Corinthians por 'falta de descanso' pós-jogos

Paulo André vence ação contra o Corinthians por 'falta de descanso' pós-jogos

Por Meu Timão

6.7 mil visualizações 135 comentários Comunicar erro

Paulo André defendeu o Timão entre os anos de 2009 e 2014

Paulo André defendeu o Timão entre os anos de 2009 e 2014

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Paulo André, ex-jogador alvinegro, entrou na Justiça contra o Corinthians alegando falta de descanso após os jogos do time paulista e venceu. A 20ª Vara do Trabalho de São Paulo condenou o Timão a indenizar o atleta. O valor do ressarcimento ainda não está definido. A informação é do UOL Esporte.

Paulo André, que tem como testemunha o ex-zagueiro corinthiano, William Machado, alega na ação contra o ex-clube que, após as partidas disputadas aos domingos, o período de 24 horas de descanso previsto por lei não era concedido. Algo que acontecia também nos confrontos durante a semana.

"O reclamante (Paulo André) argumenta fazer jus ao pagamento dos dias de folga e feriados trabalhados, afirmando que não possuía folgas nos dias seguintes aos jogos realizados às quartas e domingos, narrativa confirmada pela testemunha ouvida na sessão de 26.02.2015", registrou relator Fernando Sampaio da Silva.

Leia também:
Torcedor do Corinthians emociona Paulo Roberto: 'Ganhou um fã'
Com três profissionais, Sub-20 do Corinthians embarca para a Espanha; veja relacionados
Vampeta aponta ansiedade do Corinthians, mas segue confiante em título: 'Com o pé nas costas'

"Devida, portanto, a remuneração das folgas trabalhadas (sempre que o reclamante tenha sido comprovadamente escalado para jogos em domingos, cf. documentação já juntada aos autos) e todos os feriados do período, remunerados a 100%", completou.

O departamento jurídico do Corinthians, por sua vez, afirmou à reportagem que irá recorrer da decisão junto Tribunal Superior do Trabalho (TST), localizado em Brasília. Segundo o advogado do Timão, Diógenes Mello, essa é a primeira vez que um jogador entra com uma ação desse tipo, e a decisão de recorrer está dentro do prazo.

Pedidos negados - Paulo André conseguiu vencer essa ação contra o Corinthians, mas, anteriormente, viu outros de seus pedidos negados. O zagueiro, hoje no Atlético Paranaense, exigiu cerca de R$ 2,5 milhões à Justiça, entretanto o valor desembolsado pelo time do Parque São Jorge deve ser bem menor. Também já teve pedidos recusados por processos sobre direitos de imagem, direitos de Arena e recolhimentos de Previdência Social, entre outros.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Fagner foi titular pela Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo da Rússia

    Tite convoca corinthiano para início de novo ciclo da Seleção Brasileira

    ver detalhes
  • João Celeri assinou contrato com o Corinthians na última quarta-feira

    'Destino' pós-Juninho e inspiração em Guerrero: reforço do Corinthians Sub-20 fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Corinthiano infiltrado filma gol do Jadson na torcida da Chapecoense

    VÍDEO: Corinthiano infiltrado filma gol do Jadson na torcida da Chapecoense

    ver detalhes
  • Gustavinho foi um dos destaques do Timão em vitória diante do América

    Em recuperação, Corinthians conquista segunda vitória no Campeonato Paulista de Basquete

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Melhores comentários

    Foto do perfil de Andre

    Ranking: 3057º

    Andre 301 comentários

    por @morcego

    Já que ele quer os direitos da CLT vamos ver se ele topa receber o mesmo que um trabalhador comum.

  • Foto do perfil de Fernando

    Ranking: 7037º

    Fernando 98 comentários

    por @coelhofernando

    Que Judas! Toma cuidado Atlético Paranaense...

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Elcio

    Elcio 1 comentário

    135º. por @elcio.roldan

    É um #[email protected]% mal caráter! Foi campeão de tudo no Corinthians e agora quer #[email protected]% o clube! Por isso que esta onde está! Lixo

  • Foto do perfil de Renan

    Renan 42 comentários

    134º. por @renan.bushido

    É muito estranho uma pessoa querer reivindicar seus direitos trabalhistas no regime CLT, sendo que, se eu não me engano, esta prática o Corinthians vem adotando, quase em sua maioria, há 2 anos. Se a maior parte dos seus rendimentos era por prestação de serviço (famoso direito de imagem) e que só uma remuneração "simbólica", era por este regime. O porquê de dar razão para o declarante? Sabemos que a justiça, não segue o bom senso dos dias atuais. Eu digo isso, porque a lei trabalhista ainda é da época de Getúlio Vargas. E naquela época, jogador de futebol não era "profissional". Já que ele é uma pessoa interessada e um dos líderes do extinto Bom Senso, saberia que essa reivindicação "foge do bom senso", pois caberia muito bem, voltar pra casa e descansar. Mas e o medo de perder a titularidade? É tão discrepante essa reivindicação, que se fosse seguido ao pé da letra, Pessoa Jurídica (direito de imagem), não tem esse direito de descanso, férias etc.

  • Foto do perfil de Hugo

    Ranking: 18º

    Hugo 16684 comentários

    133º. por @domhugoleonardo

    Paulo André não passa de uma bichinha e o Wiliam Machado é um frustrado.

  • Foto do perfil de Carlos

    Ranking: 57º

    Carlos 7371 comentários

    132º. por @carlao.67

    Mais um querendo mamar às custas da incompetência dos dirigentes do Timão... Lamentável

  • Foto do perfil de Luiz

    Ranking: 19º

    Luiz 15931 comentários

    131º. por @luiz.fernando.balest

    Esse é outro babaca que se fez no Timão e agora quer tirar proveito!

  • Foto do perfil de Antonio

    Ranking: 5838º

    Antonio 130 comentários

    130º. por @bornioti

    O pior é o juiz aceitar e dar ganho de causa a este mercenário, foi aberto um precedente perigoso!

    Já pensou se a moda pega?
    Ai os Clubes terão que entrar com processo contra a CBF e os patrocinadores e contra a Rede Globo, por marcar jogos aos sábados, domingos e feriados.

    Quanto a testemunha do William Machado no processo, mostra bem o caráter do sujeito.

    Não dá para se conformar com um processo deste.

    Paulo André e William Machado, estavam esquecidos nos clubes antes de virem para o Timão, ganharam visibilidade e projeção a partir do momento de vestiram o nosso manto, e agora fazem este papelão, cuspiram no prato que comeram!

    Profundamente, lamentável, isto mostra bem o mau caráter dos dois.

    É por este motivo, que não dá para confiar nos jogadores que beijam o distintivo do Clube, são raros, os jogadores que tem gratidão ao clube que os projetou!

  • Foto do perfil de Roger

    Ranking: 2119º

    Roger 457 comentários

    129º. por @lewis

    Dói desconhecidos que devem a fama p o Corinthians :Paulo André e William Machado.
    E cospem no prato que comeram.

    O pior do ser humano é a ingratidão...E vou falar mais futebol bem mediano

  • Foto do perfil de Cassio

    Ranking: 10373º

    Cassio 53 comentários

    128º. por @cassio.moura1

    Eu acho extrema falta de bom senso, e quando ele se machucou e o Corinthians continuou pagando o salário dele religiosamente mesmo sem ele poder atuar, ele não conta isso? O que atrapalha as relações trabalhistas no Brasil é esse tipo de causa, infelizmente advogados ficam procurando brecha pra cobrar por coisas que são normais. Se fosse um peão que ganha por minuto trabalhado eu concordo, mas um jogador de futebol que ganha até pra ir viajar e descansar no hotel cobrar por não ter folga é ridículo. Esse Paulo André é uma decepção...

  • Foto do perfil de FLAVIO

    Flavio 46 comentários

    127º. por @flaviomatos

    Queria descanso? Porque não ficou na França no banco de reservas com o joelho estourado! Esqueceu que o Corinthians te recuperou seu JUDAS? Quer descanso, aposenta e vai pintar quadro sua Fresca! Lixo mau agradecido! Atlético PR, abra o olho!

  • Foto do perfil de Paulo

    Ranking: 188º

    Paulo 3082 comentários

    126º. por @paulaopaulao

    Esse PA é um grande picareta querendo viver às custas do dinheiro e da imagem do Corinthians. Como se ele ganhasse o salário! Vai trabalhar vagabundo!