Por que jogou todos os jogos do Corinthians e não levou cartão? Maycon revela segredo

Por que jogou todos os jogos do Corinthians e não levou cartão? Maycon revela segredo

Por Meu Timão

Presente em todos os jogos do Corinthians no Brasileirão, Maycon não levou nenhum cartão

Presente em todos os jogos do Corinthians no Brasileirão, Maycon não levou nenhum cartão

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Uma das poucas certezas do líder Corinthians na atual edição do Campeonato Brasileiro, ao menos até aqui, é a presença de Maycon em campo. E mais do que isso: a baixíssima probabilidade de o volante levar cartão. E o segredo foi revelado!

Conforme mostrado pelo Meu Timão na semana passada, Maycon é o único titular do Corinthians que ainda não foi amarelado pela arbitragem no Brasileirão. E olha que o volante participou de nada mais nada menos do que todas as 26 rodadas disputadas até aqui.

Em entrevista concedida ao site oficial do clube e publicada nesta quinta-feira, Maycon falou sobre os motivos de não ter tomado nenhum cartão sequer ao longo da competição.

"Nossa equipe está sempre muito bem postada, então não preciso fazer faltas desnecessárias. Procuro cercar o adversário e induzi-lo a errar. Às vezes cometo algumas faltas, mas são de jogo. Como nossa linha defensiva está muito bem montada, isso me ajuda a tomar as melhores decisões e evitar fazer faltas bobas. Isso se deve a nossa estrutura defensiva", declarou o jovem de apenas 20 anos de idade.

O Corinthians como um todo, vale destacar, vem chamando atenção na atual edição do Brasileirão justamente pelo fair play. A equipe comandada por Fábio Carille, inclusive, em jogo disputado no último mês de agosto, demorou 55 minutos para cometer a primeira falta naquela partida. E Maycon, por sua vez, consegue ir além:

"A maioria dos cartões são por faltas em contra-ataques ou em chegadas muito duras. Quando vejo que não vou chegar primeiro que o adversário e que posso fazer uma falta que o juiz pode interpretar como uma para cartão, eu seguro", explicou.

Outro exemplo

Quem também dá orgulho ao Corinthians em termos de fair play é o zagueiro Pedro Henrique. Reserva imediato dos beques Pablo e Balbuena, o jovem de 22 anos já disputou 15 partidas, entre titular e suplente, no Brasileirão. Assim como Maycon, não tomou cartão.

"Para mim, é muito importante. Isso gera menos suspensão e aproveito mais o campeonato. Sobre as faltas é o que sempre falo: ‘ser leal na dividida’. Todo bote que eu dou é sempre visando a bola. Estou muito satisfeito e feliz com meu desempenho. Espero manter ou melhorar essa média quando aparecerem as oportunidades", argumentou o defensor.

Pedro Henrique em ação contra Vitória

Pedro Henrique em ação contra Vitória

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Veja mais em: Maycon, Pedro Henrique e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • O GERENTE ENLOUQUECEU

    VÍDEO: O GERENTE ENLOUQUECEU

    ver detalhes
  • Jô e Guilherme Arana estão na seleção da Bola de Prata

    Jô volta a falar do desejo de jogar Libertadores, mas não crava permanência no Corinthians

    ver detalhes
  • Com saída de Adriano, Marquinhos herdou a camisa 10 do Timão na Libertadores 2012

    Campeão em 2011, Marquinhos diz ter celebrado hepta do Corinthians e ensaia retorno

    ver detalhes
  • Golaço de Rodriguinho sobre o Sport entrou em vídeo de emissora italiana

    Canal de esportes da Itália produz vídeo com cinco gols mais belos do hepta do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Melhores comentários

    Foto do perfil de Alexandre

    Ranking: 173º

    Alexandre 2853 comentários

    por @asluque

    Eu sei porque. O Gabriel leva todos por ele. Até quando o Maycon faz a falta e o Gabriel toma o segundo contra os porcos kkkkkkkkk

  • Foto do perfil de Neyjhy

    Ranking: 130º

    Neyjhy 3476 comentários

    por @neyjhy

    Não leva cartão por que se esconde no jogo, marca mal e não ataca...Segundo volante fraco!

    Essa é a realidade! A torcida releva por que "veio da base"

    Só analisar o Maycon em campo só toca de ladinho, sempre atrasado nos desarmes, não da opção no ataque para desafogar os meias...

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Hugo

    Ranking: 40º

    Hugo 8839 comentários

    55º. por @domhugoleonardo

    Muleke é nível europeu

  • Foto do perfil de Anisio

    Ranking: 572º

    Anisio 1180 comentários

    54º. por @amoamolim

    Cervejas? Naquela época sim, muitas e mais alguns destilados, e quem sabe até, de minha parte, outras cositas más.
    Hoje, seria na base da água de côco, ou mesmo natural, ou um suquinho de frutas natural e você nas cervejas kkkkkkkk.
    Sou dependente químico em recuperação a quase 20 anos. É por isso.

    Mas, os jogos eram tensos e de muito pé de ferro. Jogadorzinhos como Maycon e outras bostas que tem por aí, certamente não jogariam. Uma pela qualidade e outra por não ter o sangue exigente das partidas.
    Luciano, você me pede um panorâma dos anos 60 do Corinthians que eu vi, óbvio, porque certamente vai faltar muitas outras coisas, mas, eu te passarei. Só me dá um tempinho, porque ontem e hoje, eu tenho que ficar interrompendo por conta da minha netinha que estamos esses dias com ela, porque na escolinha não dá pra ficar com o resfriado forte que a atingiu, então, os cuidados serão dos avós, pois, os pais tem que trabalhar.
    Dai eu paro, volto, paro, volto, interrompe a sequência...

    Foto do perfil de Luciano

    Luciano 697 comentários

    06/10/2017 às 08h21 por @leo1977

    Pelo que eu me lembre era isso mesmo. Próximo a um restaurante as quadra. Imagino a rivalidade pra definir quem era melhor no bairro, até porque quem mora na Mooca ama o bairro mesmo. Certamente daria muitas cervejas de conversa. Abraços Anisio.

  • Foto do perfil de Anisio

    Ranking: 572º

    Anisio 1180 comentários

    53º. por @amoamolim

    Eu imagino o Corinthians disputando classificação na Libertadores com o Maycon em campo, em plena Bombonera com o Boca. Meus Deus, o cheio de fezes estaria espalhado pelo campo todo.

    Foto do perfil de Eveline

    Eveline 1748 comentários

    05/10/2017 às 17h20 por @eveline.dias

    Porque em 80% dos jogos ele se esconde

  • Foto do perfil de Anisio

    Ranking: 572º

    Anisio 1180 comentários

    52º. por @amoamolim

    É por aí mesmo que eu entendo. Portanto, seu comentário foi perfeito.

    Foto do perfil de Neyjhy

    Neyjhy 3476 comentários

    05/10/2017 às 19h33 por @neyjhy

    Não leva cartão por que se esconde no jogo, marca mal e não ataca...Segundo volante fraco!

    Essa é a realidade! A torcida releva por que "veio da base"

    Só analisar o Maycon em campo só toca de ladinho, sempre atrasado nos desarmes, não da opção no ataque para desafogar os meias...

  • Foto do perfil de Ramon

    Ranking: 39º

    Ramon 8876 comentários

    51º. por @ramon.felipe1

    Esse garoto é bola.

  • Foto do perfil de Luciano

    Ranking: 1094º

    Luciano 697 comentários

    50º. por @leo1977

    Pelo que eu me lembre era isso mesmo. Próximo a um restaurante as quadra. Imagino a rivalidade pra definir quem era melhor no bairro, até porque quem mora na Mooca ama o bairro mesmo. Certamente daria muitas cervejas de conversa. Abraços Anisio.

    Foto do perfil de Anisio

    Anisio 1180 comentários

    05/10/2017 às 19h03 por @amoamolim

    Você deve ter jogado naquelas quadras lá próximo do restaurante, que eram fechadas, ali também se jogava basquete o time de master.

    Joguei futsal ali também, com um time da Moóca mesmo. O problema é que a rivalidade era tanta, que saia quebra quebra todas as vezes que nos encontrávamos, depois, ficava tudo uma grande família, cerveja pra cá, cervela pra lá e tudo entrava nos eixos. Todos o times da Moóca brigavam entre si, quando se confrontavam, fosse de campo (quando havia campo na Moóca) ou Futsal. Era inevitável o confronto. Bem, são histórias que não tem fim. É papo para muitas sessões. Abraços ai, meu caro Luciano- Luisinho.

  • Foto do perfil de Luciano

    Ranking: 1094º

    Luciano 697 comentários

    49º. por @leo1977

    Tem toda razão. Nossa história tem que ser preservada. Nunca podemos nos esquecer de nossas raízes. Meu pai com certeza se lembra mas me conta mais histórias a partir do final da década de 60 em diante.
    Eu ainda tive o prazer de assistir um jogo no porque São Jorge. Corinthians x Ituano em 1992. Ganhamos de 5 a 0. Foi meu primeiro jogo em um estádio e a única vez na Fazendinha.
    difícil mesmo agora é imaginar alguém remando no rio Tiete! Rs

    Foto do perfil de Anisio

    Anisio 1180 comentários

    05/10/2017 às 18h54 por @amoamolim

    Seu pai é de 53. Bem, ele certamente deve ter visto alguns dos heróis dessa época de ouro do Corinthians que enfrenta vários times estrangeiros e passa por cima de todos, além da coleção fantástica de títulos conquistados. Ao menos ouviu falar.
    Eu por ter um tio conselheiro do Corinthians nessa época, eramos também sócios patrimoniais do clube e aos domingos íamos ver o seu filho, meu primo mais velho, atleta do remo pelo Corinthians em pleno Rio Tietê. Depois, fazíamos um convescote e mais tarde se o Corinthians jogasse na Fazendinha íamos todos ao jogo, porque passávamos o domingo todo lá no Parque. Tenho um carinho muito especial por esse lugar e quando vejo escrito por esses moleques que interagem aqui, ´para vender o parque e tentar consolidar esse estádio malfadado por forças contrárias e exageradamente custoso ao clube, me dá uma vontade de vomitar, de tanta repulsa que eu sinto. Essa molecada de hoje não sabe o que é o Corinthians, pensam que ele foi fundado em 2000.

  • Foto do perfil de Ney

    Ranking: 43º

    Ney 8629 comentários

    48º. por @ney.bala1

    Da hora sinal que joga bem

  • Foto do perfil de Vagner

    Ranking: 6º

    Vagner 23204 comentários

    47º. por @vagner.silva13

    Maycon tem de se liberado para ir ao ataque

  • Foto do perfil de Fabiano

    Fabiano 29 comentários

    46º. por @fabiano.santos13

    O segredo é se esconder o jogo inteiro e ainda ganhar credito por outros jogadores.