Entenda por que a Omni segue na operação do estacionamento da Arena Corinthians

Entenda por que a Omni segue na operação do estacionamento da Arena Corinthians

Por Meu Timão

7.5 mil visualizações 64 comentários Comunicar erro

Estacionamento do setor Oeste da Arena comporta 2.700 veículos

Estacionamento do setor Oeste da Arena comporta 2.700 veículos

Foto: Divulgação

No dia 10 de fevereiro, o Corinthians anunciou uma troca na operação do estacionamento da Arena: sairia a Omni, também gestora do Fiel Torcedor, para a entrada da Indigo, empresa especializada em gerenciamento de estacionamentos. Cerca de oito meses se passaram desde então, e a Omni segue no comando do espaço.

O contrato entre Corinthians e Indigo previa a operação e exploração da garagem do estádio alvinegro por quatro anos, até 2020. A companhia, segunda maior do ramo no Brasil (atrás apenas da Estapar), faria o investimento necessário em tecnologia e infraestrutura, garantindo aos torcedores benefícios como compra do estacionamento por aplicativo de celular e acesso através de sistema de controle eletrônico.

Ocorre que, mesmo feito o anúncio por parte do Timão, a Omni não aceitou o distrato, tampouco concordou com a notificação extrajudicial, e acionou um escritório de advocacia para se manter no local.

Um dos principais motivos que levaram o Corinthians a tentar a quebra do vínculo com a Omni diz respeito à falta de alvará. A empresa chegou a receber multa da prefeitura de São Paulo por falta de licença. Além disso, a gestora do estacionamento contratou outra prestadora de serviços, a Sigma Park, “quarteirizando” a garagem.

Em sua defesa, a Omni informou que a administração da Arena Corinthians possuía conhecimento prévio da situação.

Leia também:
A portal, conselheiros do Corinthians destrincham acordos nocivos à Arena
Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

Em nota oficial ao portal GloboEsporte.com, o Corinthians se limitou a explicar que “esse é um assunto que está sendo tratado internamente entre as partes envolvidas”. Já a Indigo, também ao site, informou que “segue à disposição e mantém o interesse em administrar o estacionamento da Arena Corinthians”.

A Omni tende a permanecer no controle do espaço da Arena destinado aos veículos até 2024. O local comporta em torno de 2.700 carros.

Veja mais em: Arena Corinthians, Diretoria do Corinthians e Roberto de Andrade.

Veja Mais:

  • Corinthians voltou a enfrentar o São José no Parque São Jorge, nesta segunda-feira

    Corinthians vira no último quarto, vence São José por um ponto e empata série final da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá ingressos mais baratos para assistir aos jogos na Arena

    Corinthians anuncia diminuição de preços dos ingressos da Arena; veja os novos valores

    ver detalhes
  • Léo Príncipe será emprestado ao Vitória de Setubal até julho de 2019

    Corinthians define operação de empréstimo de Léo Príncipe a clube português

    ver detalhes
  • Balbuena vem sendo especulado em diversos clubes europeus

    Corinthiano Balbuena entra na mira do Fenerbahce, aponta imprensa europeia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes