Corinthians tem o pior ataque do segundo turno do BR-17; veja o longo jejum dos atacantes

2.2 mil visualizações 60 comentários

Por Meu Timão

Rodriguinho não fez gol no segundo turno, como quase todos companheiros

Rodriguinho não fez gol no segundo turno, como quase todos companheiros

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A 31ª rodada colocou o Corinthians no ingrato posto de pior ataque do segundo turno do Campeonato Brasileiro, com apenas oito gols marcados em 12 jogos. Neste final de semana, saíram os gols dos times que estavam atrás do Timão que, por sua vez, voltou a passar em branco - desta vez, contra a Ponte Preta, em Campinas.

O Sport fez três no Coritiba, chegando a nove. O Coxa, por sua vez, fez quatro no rival pernambucano, chegando aos onze, Até o Grêmio, que também só tinha oito, fez dois no Avaí com seus reservas, chegando aos dez gols. Isso sem falar em quem já estava, como Bahia (16), Atlético-GO (13), Avaí (12) e Chapecoense (12). Todos, agora, estão à frente do Corinthians.

E não é para menos. O jejum dos homens ofensivos utilizados por Carille é espantoso. Giovanni Augusto completou um ano e um dia sem fazer gol. Romero, que joga com muito mais frequência que o meia, está há quatro meses e 19 dias. Marquinhos Gabriel é outro que passou dos quatro meses. Jadson e Pedrinho estão na casa dos três meses. Rodriguinho, quase três - veja abaixo.

Os oito gols do Corinthians no returno foram marcados por Jô e Clayson, com quatro cada um. Se não fosse essa dupla, a situação do sistema ofensivo do Timão estaria ainda pior. Se é que é possível ser pior do que o último colocado entre os melhores ataques...

Os piores ataques do segundo turno do BR-17

Corinthians - 8 gols

Sport - 9

Grêmio e Vasco - 10

Coritiba, Santos, Fluminense e Ponte - 11

Chapecoense e Avaí - 12

Atlético-GO e Flamengo - 13

Jejum de gols dos homens ofensivos do Corinthians

Giovanni Augusto - 1 ano e 1 dia (Chapecoense, 29 de outubro de 2016)

Romero - 4 meses e 19 dias (São Paulo, 11 de junho)

Marquinhos Gabriel - 4 meses e 8 dias (Bahia, 22 de junho)

Jadson - 3 meses e 18 dias (Palmeiras, 12 de julho)

Pedrinho - 3 meses e 3 dias (Patriotas-COL, 27 de julho)

Rodriguinho - 2 meses e 25 dias (Sport, 5 de agosto)

Jô - 7 dias (Botafogo, no último jogo)

Clayson - 19 dias (Coritiba, 11 de outubro)

Veja mais em: Fábio Carille, Campeonato Brasileiro, Romero, , Clayson, Jadson e Rodriguinho.

Veja Mais:

  • Corinthians inicia a sua temporada de 2022 no dia 26 de janeiro com o Paulistão

    FPF define tabela do Campeonato Paulista e Corinthians conhece jogos da edição de 2022 do Estadual

    ver detalhes
  • Cris Gambaré falou sobre as polêmicas envolvendo a grande final do Paulista Feminino

    Cris Gambaré detalha processo de definição da final do Paulistão e lamenta jogo fora da Arena

    ver detalhes
  • Corinthians se classificou para a final do segundo turno do Paulistão de Futsal

    Corinthians goleia o Santo André e se classifica para a final do segundo turno do Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Jogadores foram a campo nesta sexta-feira no CT Joaquim Grava

    Corinthians se reapresenta com dupla poupada e inicia trabalho para encarar o Athletico-PR

    ver detalhes
  • Cássio foi colocado como culpado por boa parte da torcida do Corinthians pelos dois gols do Ceará na noite desta quinta-feira, no Castelão

    Quantos gols Cássio tomou no Brasileirão com bolas defensáveis e/ou falhas? Checamos... com vídeo!

    ver detalhes
  • Fazendinha não pôde receber jogos decisivos do Corinthians por conta da falta de estrutura para o VAR

    Diretora do Corinthians detalha projeto e diz que Fazendinha terá estrutura para o VAR ano que vem

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x