Corinthians tem o pior ataque do segundo turno do BR-17; veja o longo jejum dos atacantes

2.2 mil visualizações 60 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Rodriguinho não fez gol no segundo turno, como quase todos companheiros

Rodriguinho não fez gol no segundo turno, como quase todos companheiros

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A 31ª rodada colocou o Corinthians no ingrato posto de pior ataque do segundo turno do Campeonato Brasileiro, com apenas oito gols marcados em 12 jogos. Neste final de semana, saíram os gols dos times que estavam atrás do Timão que, por sua vez, voltou a passar em branco - desta vez, contra a Ponte Preta, em Campinas.

O Sport fez três no Coritiba, chegando a nove. O Coxa, por sua vez, fez quatro no rival pernambucano, chegando aos onze, Até o Grêmio, que também só tinha oito, fez dois no Avaí com seus reservas, chegando aos dez gols. Isso sem falar em quem já estava, como Bahia (16), Atlético-GO (13), Avaí (12) e Chapecoense (12). Todos, agora, estão à frente do Corinthians.

E não é para menos. O jejum dos homens ofensivos utilizados por Carille é espantoso. Giovanni Augusto completou um ano e um dia sem fazer gol. Romero, que joga com muito mais frequência que o meia, está há quatro meses e 19 dias. Marquinhos Gabriel é outro que passou dos quatro meses. Jadson e Pedrinho estão na casa dos três meses. Rodriguinho, quase três - veja abaixo.

Os oito gols do Corinthians no returno foram marcados por Jô e Clayson, com quatro cada um. Se não fosse essa dupla, a situação do sistema ofensivo do Timão estaria ainda pior. Se é que é possível ser pior do que o último colocado entre os melhores ataques...

Os piores ataques do segundo turno do BR-17

Corinthians - 8 gols

Sport - 9

Grêmio e Vasco - 10

Coritiba, Santos, Fluminense e Ponte - 11

Chapecoense e Avaí - 12

Atlético-GO e Flamengo - 13

Jejum de gols dos homens ofensivos do Corinthians

Giovanni Augusto - 1 ano e 1 dia (Chapecoense, 29 de outubro de 2016)

Romero - 4 meses e 19 dias (São Paulo, 11 de junho)

Marquinhos Gabriel - 4 meses e 8 dias (Bahia, 22 de junho)

Jadson - 3 meses e 18 dias (Palmeiras, 12 de julho)

Pedrinho - 3 meses e 3 dias (Patriotas-COL, 27 de julho)

Rodriguinho - 2 meses e 25 dias (Sport, 5 de agosto)

Jô - 7 dias (Botafogo, no último jogo)

Clayson - 19 dias (Coritiba, 11 de outubro)

Veja mais em: Fábio Carille, Campeonato Brasileiro, Romero, , Clayson, Jadson e Rodriguinho.

Veja Mais:

  • Corinthians leva a virada e perde para o Cruzeiro por 2 a 1 em Itaquera; Carille foi expulso no segundo tempo

    Corinthians não consegue afastar crise e perde de virada para o Cruzeiro pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Carille foi alvo de críticas da Fiel após a derrota para o Cruzeiro

    Fim da paciência com Carille, erros de arbitragem e Corinthians 'em queda'; veja repercussão da Fiel

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro na noite deste sábado

    Com nova derrota, Corinthians pode terminar rodada fora do G6 do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Fábio Carille foi expulso por conta de reclamação para o árbitro e irá perder o próximo jogo do Corinthians

    Corinthians sofre com pendurados e expulsão de Carille e terá desfalque triplo diante do Santos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: