Corinthians relata detalhes de tentativa para ter Cássio na Arena no jogo do Fluminense

Corinthians relata detalhes de tentativa para ter Cássio na Arena no jogo do Fluminense

Cássio está com a Seleção Brasileira e quer estar na Arena na quarta-feira

Cássio está com a Seleção Brasileira e quer estar na Arena na quarta-feira

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Após a vitória sobre o Avaí, os dirigentes do Corinthians confirmaram a busca por voos para que Cássio esteja na Arena antes de a bola rolar no duelo com o Fluminense, às 21h45, em Itaquera. A informação foi divulgada pelo Meu Timão no início da tarde de sexta-feira.

A tendência é que dê certo e o goleiro esteja na Arena Corinthians cerca de duas horas do apito inicial. Porém, de acordo com os dirigentes, a possibilidade maior é a de o camisa 12 acompanhar o jogo fora de campo, seja no banco de reservas ou mesmo dos camarotes.

"Eu não sei, estamos vendo...para o jogo é impossível, estamos tentando ver se conseguimos trazê-lo para vim ver o jogo. Para jogar, não dá. Se for o voo diurno, que estamos vendo, ele chegaria aqui por volta das 18h, 18h30, aí viria para a Arena para ver o jogo. É isso", explicou o presidente Roberto de Andrade.

Leia também:
Derrotado na Arena Corinthians, Betão faz depoimento fantástico: 'Hoje fiquei arrepiado'
Kazim dedica gol a dupla lesionada do Corinthians e exalta apoio da Fiel

O diretor de futebol, Flávio Adauto, explicou que a busca será para atender ao desejo do próprio jogador, que está com a Seleção Brasileira, mas faz questão de voltar ao Brasil para participar do jogo que pode confirmar o título alvinegro.

"Muito provavelmente sim (estar de volta). Talvez até para não jogar. Nós não sabemos a hora que ele vai chegar, nós temos o Caíque que é muito bom goleiro, temos o Filipe. Estamos bem servidos e não vai ser esse o problema que vai abalar ou mexer com a nossa estrutura", afirmou.

O dirigente ainda comentou sobre a negativa da CBF de liberá-lo antes do amistoso contra a Inglaterra, que acontecerá nesta terça-feira, em Londres, às 20h (18h de Brasília).

"A gente não pediu, a gente consultou e essa consulta não foi atendida. Eles não tinham obrigação de atender. O Cássio vai estar lá, não sei se chega sete ou oito horas da noite, se vai para o banco. Ele quer estar aqui. Pode dar o título? Pode até dar o título, mas se não der quarta pode ser no domingo, e se não der, pode ser no outro domingo. A gente aprendeu a ter paciência e não cair no desespero", afirmou.

Veja mais em: Cássio e Corinthianos na Seleção.

Veja Mais:

  • Alessandro Nunes, Fábio Carille e Flavio Adauto estão unidos na busca por reforços para 2018

    Carille confirma conversas por contratações e vê com otimismo planejamento do Corinthians para 2018

    ver detalhes
  • O GERENTE ENLOUQUECEU

    VÍDEO: O GERENTE ENLOUQUECEU

    ver detalhes
  • Carille conversou com técnico do Avaí sobre possível reforço do Corinthians para 2018

    [Marco Bello] Carille conversou com técnico do Avaí sobre possível reforço do Corinthians para 2018

    ver detalhes
  • Kazim e Pablo marcaram presença em show de Bruno Mars no estádio do Morumbi

    Jogador do Corinthians se envolve em confusão com conselheiro são-paulino no Morumbi

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes