Segundo mais jovem treinador campeão brasileiro pelo Corinthians, Carille repete feitos de 95 e 99

4.2 mil visualizações 39 comentários

Após ganhar o Paulistão, Carille ganhou o Brasileirão. E tudo no primeiro ano...

Após ganhar o Paulistão, Carille ganhou o Brasileirão. E tudo no primeiro ano...

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

É raro um auxiliar ganhar chance de ser o treinador em um grande clube do futebol brasileiro. É ainda mais raro esse mesmo profissional conquistar um título logo no primeiro ano de trabalho. Quando isso acontece em dobro, fica até difícil encontrar uma palavra para definir a situação. É o que aconteceu com Fábio Carille no Corinthians nesta temporada 2017.

Após conquistar o Campeonato Paulista, quando ninguém acreditava, o ex-auxiliar surpreendeu ainda mais ao garantir o troféu do Brasileirão nesta quarta-feira, o sétimo da história do clube. Aos 44 anos, um mês e 19 dias, Carille se tornou o segundo mais jovem treinador campeão brasileiro pelo Timão - apenas Nelsinho Baptista, comandante no primeiro dos sete títulos, era mais jovem - veja abaixo.

Para entender o tamanho do feito de Carille, o Corinthians viu um auxiliar fazer o mesmo logo no primeiro ano de trabalho apenas duas vezes em 107 anos. Apenas dois profissionais deixaram a função secundária para virar o protagonista e, de quebra, conquistar dois títulos na estreia.

O primeiro foi Eduardo Amorim. Após a demissão de Mário Sérgio, o auxiliar assumiu o Timão e a equipe acabou com dois canecos no primeiro semestre de 1995: o Paulistão, em cima do Palmeiras da Parmalat, e a Copa do Brasil, em cima do Grêmio de Felipão, Jardel e Paulo Nunes.

LEIA MAIS ESPECIAL:
Os números e os momentos marcantes da campanha do Corinthians até o hepta brasileiro
Corinthians se torna maior campeão da era dos pontos corridos do Brasileirão
Sem fax! Corinthians ultrapassa rivais e se isola como maior campeão brasileiro desde 1971
Danilo iguala Dinei e se torna o segundo tricampeão brasileiro da história do Corinthians
Arena Corinthians, três títulos em três anos; Fiel, maior média do Brasileiro pela décima vez
Jô: segundo título brasileiro, artilheiro de tudo, recordes empilhados e consagrado no Corinthians
O goleiro que virou lenda: Cássio conquista o sétimo título em seis temporadas de Corinthians
Com hepta do Brasileirão, Corinthians se isola como maior campeão da década no país
Décadas douradas em preto e branco: Corinthians conquista 20º título em 20 anos
Corinthians garante dois títulos no mesmo ano pela oitava vez; relembre temporadas super campeãs
Copinha vira talismã e Corinthians volta a ganhar título no mesmo ano; relembre conquistas
Com estaduais à parte, Corinthians é o maior vencedor do futebol brasileiro no Século 21
Dois Brasileiros em três anos! Atual elenco do Corinthians possui doze remanescentes de 2015

Quatro anos depois, Oswaldo de Oliveira repetiria a dose. Com a ida de Luxemburgo para a Seleção Brasileira, o auxiliar assumiu a equipe, que conquistou o Paulistão de 99, em cima do Palmeiras, e o Brasileirão no mesmo ano, sobre o Atlético-MG. Algo parecido com o que fez agora Carille, com a diferença no sistema de disputa do Nacional: mata-mata antes, pontos corridos agora.

O treinador do Corinthians, que recentemente renovou contrato, já falou algumas vezes sobre a primeira temporada.

"Está sendo um ano de muitos aprendizados. Falando do ano, ele começou com desconfiança e eu não imaginava que seria desse jeito, com sucesso e vitórias. Se tem uma pessoa que acreditou nesse grupo sou eu. Não sei se tenho futuro longo no Corinthians. Mas em relação a tudo o que aconteceu esse ano, especulações e procuras, sei que terei um futuro longo", afirmou Carille, recentemente.

"O ano é maravilhoso, pois é uma equipe com pouco investimento e campeã paulista que ninguém acreditava, nem eu. Achei que brigaríamos por Libertadores no Brasileiro, mas fizemos tudo isso já. É um ano maravilhoso e continuo com o sonho de fazer um trabalho no Corinthians por um grande tempo", completou.

Os treinadores campeões brasileiros pelo Corinthians

Nelsinho Baptista (1990) - 40 anos, 4 meses e 25 dias
Fábio Carille (2017) - 44 anos, 1 mês e 19 dias
Vanderlei Luxemburgo (1998) - 46 anos, 7 meses e 13 dias
Oswaldo de Oliveira (1999) - 49 anos e 17 dias
Tite (2011) - 50 anos, 6 meses e 10 dias
Tite (2015) - 54 anos, 5 meses e 25 dias
Antonio Lopes (2005) - 64 anos, 5 meses e 22 dias

Veja mais em: Fábio Carille, Campeonato Brasileiro, História do Corinthians e Heptacampeonato brasileiro.

Veja Mais:

  • Gil firmou vínculo com o Corinthians até o final de 2023

    Corinthians estende contrato de zagueiro Gil; veja novo vínculo

    ver detalhes
  • Corinthians ainda pode inscrever cinco jogadores na Lista A do Paulista

    Corinthians confirma primeira lista de inscritos no Paulistão; veja quantas vagas restam

    ver detalhes
  • Jogadores devem dormir no CT alguns dias nas próximas semanas, além de realizar treinamentos em jornada dupla

    Corinthians prevê concentração e regime de pré-temporada por mais algumas semanas

    ver detalhes
  • As reações de Paulinho na reestreia pelo Corinthians | Bastidores da Arquibancada

    VÍDEO: As reações de Paulinho na reestreia pelo Corinthians | Bastidores da Arquibancada

    ver detalhes
  • Corinthians empatou em 0 a 0 com a Ferroviária nesta terça-feira pelo Paulistão

    Corinthians pressiona Ferroviária, mas estreia com empate no Paulista 2022

    ver detalhes
  • Renato Augusto foi o melhor em campo contra a Ferroviária

    Renato Augusto e Paulinho brilham em noite de avaliações distintas; Sylvinho recebe a pior nota

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x