'Já não sou mais uma promessa', diz Carille sobre primeiro ano como técnico do Corinthians

19 mil visualizações 71 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Fábio Carille assumiu o Corinthians definitivamente em dezembro de 2016

Fábio Carille assumiu o Corinthians definitivamente em dezembro de 2016

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Próximo da conquista do título no Campeonato Brasileiro e responsável pela 28ª taça no Paulistão, Carille vive uma temporada de glórias em seu primeiro ano como treinador do Corinthians. No clube há nove anos, o então auxiliar-técnico assumiu a equipe em dezembro de 2016, após atuar como interino em diversas ocasiões. Faltando uma vitória para a conquista do heptacampeonato nacional do Timão, o técnico comemorou sua trajetória no clube.

Me sinto muito feliz, muito realizado no meu primeiro ano como técnico do Corinthians, passando por momentos bons e ruins. Foi uma faculdade. Mas muito tranquilo em todos os momentos. Ajuda de outros profissionais, René Simões (treinador do Macaé) fala para eu não mudar minhas ideias, intensificar, mostrar para meu grupo que não se é líder há tanto tempo à toa. Feliz. Já não sou mais uma promessa”, celebrou o treinador.

Sei que daqui para a frente a cobrança será maior. Desconfianças, pressão, vivi todos os lados neste primeiro ano. Foi um aprendizado enorme”, completou Carille, que tem contrato válido com o Corinthians por mais duas temporadas – com chances de prorrogação automática até 2020.

Como auxiliar no Corinthians, Carille foi braço direito de treinadores vitoriosos como Mano Menezes e Tite. Neste período, integrou a comissão técnica na conquista de oito títulos do Timão. Foram eles: Campeonato Paulista (2009 e 2013), Copa do Brasil (2009), Campeonato Brasileiro (2011 e 2015), Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012) e Recopa Sul-Americana (2013). A história no clube foi amplamente comemorada pelo técnico.

Leia também:
Carille relaciona 24 jogadores para duelo que pode dar hepta ao Corinthians
Carille escolhe capitão do Corinthians para o jogo que pode confirmar o hepta brasileiro
Carille define substituto de Balbuena e ensaia Corinthians que pode conquistar hepta

"Cada vez mais eu tenho certeza do que falo, sou um cara abençoado. Mano e Sidnei tinham tantas pessoas para trazer e me chamaram. Paulista invicto, Copa do Brasil 2009, trabalhar com Ronaldo e Roberto Carlos, fazer parte da Libertadores, Mundial no Japão. Em nove anos, é o paulista que mais ganhou título. Sou um cara abençoado mesmo", disse o técnico.

Sob o comando de Carille, o Corinthians realizou uma campanha invicta no primeiro turno do Brasileirão, consagrada como a melhor na era dos pontos corridos da competição nacional. O ótimo desempenho garantiu a liderança alvinegra há 30 rodadas, que mesmo com alguns tropeços no segundo turno, se sustenta com uma vantagem de dez pontos em relação vice-líder Grêmio.

Para o treinador, a chave do sucesso foi a confiança do elenco em seu trabalho. "Quero parabenizar o grupo de jogadores que me escuta demais. Vem, determina, vai para campo e faz. É um conjunto, tenho participação, mas o mérito é deles. Só passo uma ideia de jogar, que é importante, mas quem executa é eles. No jogo, 50% é do técnico e 50% é do jogador. Você determina, mas no jogo a bola está no pé do Zé. Passo em vídeo e no campo, mas a execução é deles", comentou Carille.

Já na reta final da temporada, faltando apenas quatro jogos para o fim do Brasileirão, Carille procurou definir sua personalidade e métodos de trabalho. "Uma pessoa muito equilibrada. Ciente de tudo o que acontece, sou mesmo. Acredito nas minhas convicções, na minha forma de ser, mais do que vocês olham no campo. Futebol é gestão. Comunicar em grupo é algo que tenho que melhorar, no começo me preocupava para passar informações. Ser auxiliar foi uma faculdade. Me definiria como alguém ciente do que pode acontecer", finalizou.

O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira, quando recebe o Fluminense na Arena em Itaquera, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será realizada às 21h45 (de Brasília), e garante o título nacional a equipe alvinegra em caso de vitória.

Veja mais em: Fábio Carille, Campeonato Brasileiro, Campeonato Paulista e Elenco do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians conseguiu empate no final do jogo contra o Goiás

    Corinthians toma a virada, mas marca de pênalti no fim e empata com o Goiás

    ver detalhes
  • Garoto foi quem mais agradou Fiel na noite desta quarta-feira

    Fiel elege Janderson como craque do Corinthians em empate contra o Goiás; lateral é o pior

    ver detalhes
  • Méndez foi um dos jovens que agradou a Fiel no Serra Dourada

    Opiniões divididas sobre Carille e elogios para jovens titulares: Fiel repercute empate do Timão

    ver detalhes
  • Cássio e Gil não poderão atuar contra o Cruzeiro no sábado

    Corinthians perde dupla titular absoluta para a próxima rodada do Brasileiro

    ver detalhes
  • Empate manteve o Corinthians na quarta colocação do Brasileiro

    Com empate em Goiás e derrotas de concorrentes, Corinthians se mantém no G4 do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians teve novidades e mostrou coisas boas no Serra Dourada

    Análise: Corinthians 'perde' melhor defesa, mas mostra que sabe jogar sem medo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: