Agora bicampeão brasileiro pelo Corinthians, Jadson abre o jogo sobre condição de reserva

50 mil visualizações 38 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Jadson foi campeão brasileiro pelo Corinthians em 2015 e agora em 2017

Jadson foi campeão brasileiro pelo Corinthians em 2015 e agora em 2017

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Entre as comemorações dos jogadores do Corinthians pelo heptacampeonato brasileiro, confirmado na noite dessa quarta-feira, esteve um importante desabafo de Jadson, agora bicampeão do Brasileirão com a camisa do Timão.

Em entrevista concedida à imprensa ainda na Arena, após a vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense, o camisa 10 desabafou sobre sua condição de reserva. Demonstrando bastante respeito a Fábio Carille, Jadson admitiu a queda de produção alvinegra no segundo turno.

"Esse título é muito importante para nós. A vida de jogador não são só glórias. É uma gangorra, tem momentos bons e ruins. Sempre respeitei a decisão do Carille. Um primeiro turno quase que perfeito. No segundo turno a equipe caiu de rendimento, acabei perdendo minha posição", argumentou o veterano meia.

Leia também:
Jogo do hepta volta a bater recorde de audiência na TV; três maiores do ano são do Corinthians
Pablo dá detalhes e revela reunião com Corinthians nesta quinta: 'Não depende mais de mim'
Pais de Carille falam sobre conquista e lamentam críticas ao filho no início da temporada

"Os únicos que acreditavam na gente eram o grupo e a torcida corinthiana. A nossa equipe ainda estava recebendo críticas, faz parte. Com humildade conquistou os resultados e mais uma taça no Brasileiro ainda", comentou Jadson.

Após aproveitar a oportunidade para destacar o poder de reação de um elenco desacreditado, ele lembrou, é claro, do próprio gol anotado diante do Fluminense, na histórica noite dessa quarta-feira.

"Não reclamei em nenhum momento, não chiei, continuei trabalhando, entrei no jogo, consegui ajudar a equipe. Fazer um gol, né, muitos já estavam falando que eu estava em um jejum de três meses. Teve um que eu acertei a trave que quando eu acertei a trave, pensei que era só em 2018 que eu ia fazer um gol (risos)", brincou

"Fui recompensado com um chute que ajudou a equipe, a tranquilizar, um jogo tenso. Fico muito feliz, ganhar no Brasileiro com o Corinthians não é pra qualquer um. Fico honrado e feliz, principalmente, com a torcida do Corinthians", finalizou.

Em tempo: há possibilidade de Jadson voltar a ser escalado como titular já no jogo deste domingo, contra o Flamengo, no Rio de Janeiro. Isso porque o meia-atacante Clayson descobriu nesta quinta-feira que terá de cumprir suspensão. Se Carille adotar força máxima no Timão, o camisa 10 deverá ser escolhido para a equipe principal.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Heptacampeonato brasileiro e Jadson.

Veja Mais:

  • Corinthians leva a virada e perde para o Cruzeiro por 2 a 1 em Itaquera; Carille foi expulso no segundo tempo

    Corinthians não consegue afastar crise e perde de virada para o Cruzeiro pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Carille foi alvo de críticas da Fiel após a derrota para o Cruzeiro

    Fim da paciência com Carille, erros de arbitragem e Corinthians 'em queda'; veja repercussão da Fiel

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro na noite deste sábado

    Com nova derrota, Corinthians pode terminar rodada fora do G6 do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Fábio Carille foi expulso por conta de reclamação para o árbitro e irá perder o próximo jogo do Corinthians

    Corinthians sofre com pendurados e expulsão de Carille e terá desfalque triplo diante do Santos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: