Por dívidas da Arena Corinthians, Roberto de Andrade refuta mudança em preços de ingressos

Por dívidas da Arena Corinthians, Roberto de Andrade refuta mudança em preços de ingressos

Por Meu Timão

Roberto de Andrade nega mudança nos preços dos ingressos da Arena Corinthians

Roberto de Andrade nega mudança nos preços dos ingressos da Arena Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

A Fiel teve um papel importante no caminho do Corinthians ao título do Campeonato Brasileiro de 2017. No sábado anterior ao último clássico contra o Palmeiras, que terminou com uma vitória de 3 a 2 da equipe alvinegra, 32 mil torcedores compareceram em um treino aberto na Arena em Itaquera. Muito destes, inclusive, conseguiram seu primeiro contato ao estádio com a oportunidade. Com isso, os valores dos ingressos e a falta de poder aquisitivo de muitos corinthianos para frequentar a casa do Timão se tornaram pauta.

A situação foi contextualizada pelo presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, que não vê uma mudança na tabela de preços dos bilhetes da Arena em Itaquera tão cedo. O grande complicador da situação é a dívida pela construção do estádio, onde a arrecadação proveniente dos jogos não passa pelos cofres do clube e segue destinada diretamente ao fundo de investimento que paga as obras. A renda média da casa do Timão segue em R$ 1,7 milhão por partida.

“Talvez a maioria da pessoas que estavam lá naquele sábado não tenha acesso ao estádio. A maioria não tem como. No futebol a gente pode fazer o preço que for. Já estamos em dificuldade para saldar as contas da Arena, não é a hora de mexer no valor do ingresso. Do jeito que está, segue em uma condição boa. Tem um desconto, apesar do valor de face, o Fiel Torcedor tem um desconto que nós disponibilizados. Futebol tá muito caro, gostaria de colocar o ingresso por R$ 10, mas a gente não consegue fazer isso. Desse jeito já estamos em dificuldade de saldar dívidas junto a Arena”, comentou ao programa Seleção SporTV.

Leia também:
Roberto de Andrade fala em 'esfriamento', mas admite conversas pela venda de Arana
'Corinthians é o maior campeão brasileiro', diz historiador palmeirense da USP
Diretor do Corinthians confirma proximidade do 'final feliz' na negociação com Pablo

O processo para quitar a Arena em Itaquera segue longe de seu fim. Recentemente, o clube do Parque São Jorge tentou renegociar o financiamento do estádio com a Caixa Econômica – responsável pela garantia junto ao BNDES. Contudo, as partes não chegaram a um acordo. Segundo Roberto de Andrade, o time segue com o pagamento das parcelas do empréstimo de mais de R$ 400 milhões.

Estamos cumprindo o que nós acordamos. O que pagamos é o BNDES, estamos cumprindo. Os valores da construtora ainda não venceram, já estamos conversando para que facilite o pagamento ao longo dos anos, mas ainda não venceram”, explicou o presidente, citando a dívida com a construtora Odebrecht, responsável pelas obras da Arena Corinthians.

O fim do pagamento das dívidas do estádio em Itaquera não foi visto com otimismo pelo presidente do Timão. Para ele, apenas a venda dos naming rights do estádio aliviaria a situação. O Corinthians segue tentando negociar os direitos de nome de sua Arena desde fevereiro de 2012 e não tem tido sucesso na procura.

“Eu acho que demora (para quitar a Arena), se a situação ficar como está. Se a gente conseguir vender o naming rights do estádio a situação muda bastante. Ou quitaria ou ficaria muito próximo do fim”, comentou Roberto. “Acredito que em dez ou 15 anos, já tenhamos quitado essa Arena. Quando for 100% e não tiver nenhuma dívida, o trabalho muda muito. Se o dinheiro da bilheteria viesse para o clube seriam R$ 50 milhões a mais, ajuda bastante”, finalizou.

Veja mais em: Roberto de Andrade, Arena Corinthians, Torcida do Corinthians e Ingressos.

Veja Mais:

  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes
  • Promoção da empresa Apito Promocional na camisa durante o Brasileirão 2012

    Corinthians mantém cobrança milionária contra ex-patrocinador; calote chega a cinco anos

    ver detalhes
  • Corinthians sabe da vontade do atacante e espera sinal do clube para avançar

    Corinthians aguarda sinal do Vitória para decidir situação de Tréllez até segunda-feira

    ver detalhes
  • Corinthians foi o último sul-americano a vencer o Mundial de Clubes da Fifa

    Jornal espanhol exalta último título mundial do Corinthians; clube se pronuncia no Twitter

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes