Candidato à presidência do Corinthians faz promessa: base só terá jogadores 100% do clube

Candidato à presidência do Corinthians faz promessa: base só terá jogadores 100% do clube

Por Meu Timão

8.8 mil visualizações 159 comentários Comunicar erro

Citadini é um dos candidatos à presidência do Corinthians

Citadini é um dos candidatos à presidência do Corinthians

Foto: Larissa Lima/Meu Timão

Candidato de oposição à presidência do Corinthians, Antonio Roque Citadini afirmou ter a intenção de contratar jogadores para as categorias de base do clube sob a seguinte condição: os jovens deverão ter 100% de seus direitos econômicos vinculados ao Timão.

Em participação no programa Baita Amigos, da Bandsports, Citadini disse que, se eleito, colocará a promessa em prática. “Temos o problema da categoria de base que eu sou claro nisso: ela só funciona se o jogador for 100% do Corinthians. Se não for, não tenho interesse”, afirmou Antonio Roque Citadini, antes de reiterar o compromisso.

Leia também:
Com promessa sobre Arena, Andrés Sanchez anuncia candidatura à presidência do Corinthians
Mais um candidato é confirmado nas eleições para presidente do Corinthians em 2018

“Mas lógico! Anota aí: todo jogador que entrar no Corinthians é do Corinthians. Se não quiser, vai pra Portuguesa, vai pro Juventus, vai pra qualquer outro time”.

Desde maio de 2015, terceiros (pessoas físicas e jurídicas) estão proibidos pela Fifa de deter participação nos direitos econômicos de jogadores de futebol. Esta medida, porém, segue válida para transações entre clubes – as equipes seguem contratando atletas “fatiados”. O contrato profissional pode ser firmado por garotos a partir dos 16 anos.

Não tem o menor sentido nós revelarmos jogadores e, quando eles vão para o principal, você descobre que o Corinthians tem 10%, 20%, 5%...”, questionou o candidato.

Leia também:
Stabile abre mão de candidatura na eleição presidencial do Corinthians e se junta a Citadini
Com promessa sobre Arena, Andrés Sanchez anuncia candidatura à presidência do Corinthians

Vice-presidente do Corinthians entre 2001 e 2004, Citadini lembrou que o clube é responsável por custear as despesas de jogador. Logo, é necessário que o mesmo tenha 100% de seus direitos ligados à equipe do Parque São Jorge.

“É o clube que paga salários, é o clube que paga o médico, que paga tudo. Então, fica esclarecido o seguinte: ou 100% ou procura outro... Porque, senão, nós contratamos, aí nós vamos na Ponte Preta, no Guarani e contratamos. Se for pra dividir com outros... Eu sei que isso que estou falando não é muito popular, porque tem muita gente no clube que fica brava comigo, mas eu falo.

A divisão de direitos é comum não só na base do Corinthians como no profissional. Guilherme Arana, por exemplo, principal candidato do plantel principal a deixar o Timão na próxima janela internacional de transferências, tem apenas 40% ligada à agremiação. O restante pertence a um grupo de empresários, entre eles Fernando Garcia, agente de outros atletas alvinegros.

Veja mais em: Eleições no Corinthians e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Diego Tardelli está há três temporadas no Shandong Luneng

    Corinthians recebe aceno positivo de 'concorrido' Tardelli por retorno ao Brasil

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians lotou Arena para finalíssima da Copa do Brasil

    Salvo padrão Fifa, Arena Corinthians tem seu maior ganho líquido de renda na final da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Thiago Neves foi um dos principais personagens das finais entre Corinthians e Cruzeiro

    Thiago Neves nega provocação ao Corinthians e esclarece polêmica; veja vídeo

    ver detalhes
  • Pedrinho comemora gol da classificação corinthiana à decisão da Copa do Brasil, diante do Flamengo

    Corinthians deve receber oferta de europeu por Pedrinho, diz agente

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes