Carille vê possível manutenção do elenco no Corinthians, mas pondera: 'Não dá para cravar'

1.3 mil visualizações 20 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Carille comentou o planejamento para o Corinthians para 2018

Carille comentou o planejamento para o Corinthians para 2018

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O técnico Fábio Carille foi eleito o melhor treinador do Campeonato Brasileiro de 2017 pela Bola de Prata, nesta segunda-feira, e já mostrou o foco do Corinthians no próximo ano. Após receber o prêmio, concedido pelos canais ESPN, o treinador do Timão comentou o planejamento da equipe heptacampeã nacional para 2018. O foco está em evitar um desmanche do elenco, ainda que o comandante não afaste possíveis saídas nos próximos meses.

Com a abertura da janela de transferências do fim da temporada, o Corinthians já conta com duas das três possíveis saídas previstas: o lateral Guilherme Arana, vendido para o Sevilla (ESP), e o zagueiro Pablo, que não acertou sua renovação com a diretoria. O medo de um novo desmanche, como ocorrido após a conquista do Brasileirão de 2015, é algo que não foge dos bastidores do Timão. Porém, segundo Carille, a intenção principal segue em segurar os jogadores na equipe para o ano de 2018.

"As reuniões existem sim, estamos conversando para que não saia mais ninguém, além de Arana e Pablo, que não fazem mais parte. Mas a gente sabe que é difícil. Não dá para cravar nada, são jogadores que se destacaram nesta temporada e chamam atenção. Tem o lado pessoal, o lado familiar, o sonho de jogar em outro lugar. Sei que vamos fazer de tudo para que não saia mais ninguém. Sou muito grato para a história do Corinthians que desde o meio do ano, depois do Paulista, conseguiu segurar esse jogadores que que continuássemos fortes. Por tudo que aconteceu, podem sim sair mais jogadores", afirmou o técnico.

"A ideia aqui é ser verdadeiro e realista. Existem muitos (exemplos), aconteceram de 2015 para 2016, saímos de férias achando que seriamos candidatos para a Libertadores e de repente, perdemos seis titulares. Estou falando de uma forma natural, o Jô, o Fagner a gente vê na Europa há alguns anos atrás e esteve na Seleção esse ano. Não é para se assustar, é para ser realista. A gente tem que estar aqui não para lamentar, se acontecer (o desmanche), mas para buscar soluções. O papel do técnico não é lamentar a saída de algum jogador, não, nós temos que buscar alternativas, soluções para quem irá jogar e para aquele jogador que vai chegar no clube", acrescentou Carille.

Leia também:
Relação com Carille pode ser diferencial para Corinthians fechar com Renê Júnior
Corinthians perde mando de campo no Brasileirão-2018 por sinalizadores em festa do hepta
Bola de Prata: Jô confirma ano incrível, leva três prêmios e é eleito o melhor jogador do Brasileiro

Depois de um início desacreditado em 2017, o Corinthians inicia o próximo ano com uma carga maior. Campeão do Paulista e do Brasileiro, com três rodadas de antecedência, a equipe alvinegra entra para a disputa da Libertadores de 2018 com uma pressão diferente. A ideia não foi afastada por Fábio Carille, que garantiu uma postura semelhante a apresentada neste ano.

"As mesmas palavras: um time onde o elenco todo se comporta muito bem, os jogadores sabendo o que tem que fazer dentro de campo. Muita organização, muita compactação, as linhas muito próximas. Desde o primeiro dia de trabalho com bola vai ser da mesma forma que foi em 2017. Não sou de prometer, acho errado técnico que promete títulos. Acho que título é uma consequência, então primeiro tem que ter um entendimento muito grande com os jogadores, com a forma de jogar. Assim como aconteceu em 2017, para que nós sejamos muito fortes em 2018 também", garantiu.

Veja mais em: Fábio Carille, Mercado da bola, Guilherme Arana, Pablo, Heptacampeonato brasileiro e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Corinthians nunca havia perdido um jogo em que saiu na frente do adversário na Arena

    Após 184 jogos, Corinthians leva a primeira virada jogando na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians foi superior, mas não soube converter suas chances em gol em Joinville

    Com briga no fim e vacilos, Corinthians sai atrás nas quartas da Liga Futsal

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • Jogadoras do Corinthians Feminino se classificaram em primeiro lugar para as quartas de final

    Corinthians conhece adversário das quartas de final da Libertadores Feminina; saiba os detalhes

    ver detalhes
  • Carille foi alvo de críticas da Fiel após a derrota para o Cruzeiro

    Fim da paciência com Carille, erros de arbitragem e Corinthians 'em queda'; veja repercussão da Fiel

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: