Roberto de Andrade não vê problema em campanha de reativação de sócios às vésperas da eleição

Roberto de Andrade não vê problema em campanha de reativação de sócios às vésperas da eleição

Por Meu Timão

Roberto de Andrade permanecerá à frente do Corinthians até fevereiro

Roberto de Andrade permanecerá à frente do Corinthians até fevereiro

Foto: Marcelo Machado/Ag. Corinthians

Assim como Andrés Sanchez, o atual presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, disse não ver problema na campanha de reativação de sócios iniciada pelo clube na última sexta-feira, a cerca de dois meses da eleição que elegerá seu sucessor.

Qualquer sócio em situação de inadimplência tem direito a 50% de desconto na taxa de reativação do título. Segundo comunicado divulgado pelo site oficial do Timão, o interessado também terá de efetuar o pagamento da mensalidade referente ao mês de janeiro.

O imbróglio, contudo, é que a promoção promovida pelo Corinthians tem sido utilizada para comprar votos para a eleição presidencial, marcada para 3 de fevereiro de 2018. Em áudio obtido pela reportagem do Meu Timão no domingo, o secretário geral do clube, Antônio Jorge Rachid Júnior, garante ser possível regularizar sócios em troca de votos dos mesmos para o conselheiro Paulo Garcia, pré-candidato.

Para Roberto de Andrade, a campanha não configura falta de ética. "Serve a todos, né? Seria antiético se servisse a um candidato. Serve a todos", afirmou o dirigente em fala reproduzida pelo portal GloboEsporte.com.

Leia também:
Protagonismo no Brasil, base 100% do clube, Arena Corinthians... Citadini fala ao Meu Timão
Oposição desde sempre, Romeu Tuma Jr. fala ao Meu Timão: 'Não faço promessas, assumo compromissos'

A declaração de Andrade corrobora a opinião de Andrés Sanchez, um dos quatro candidatos confirmados à cadeira de presidente. O deputado federal (PT-SP) assegura não ter comprado votos, mas que tal permuta acontece "há 107 anos".

Por fim, Andrade também disse que jamais quitou débitos de associados por votos com o objetivo de ser eleito. "Na eleição que eu participei, não houve isso (candidatos reativando sócios). Nas anteriores, não sei te falar", concluiu.

Consequências – Já há um movimento no Parque São Jorge para que sócios reativados por meio da promoção não tenham direito a voto no pleito. O caso deve ser analisado nos próximos dias.

Veja mais em: Eleições no Corinthians, Presidentes, Parque São Jorge e Roberto de Andrade.

Veja Mais:

  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Crislan pertence ao Braga, mas jogou no Vegalta Sendai por empréstimo

    Em alta no Japão, atacante despista sobre sondagem do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille acredita em crescimento de Marquinhos Gabriel na próxima temporada

    Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018

    ver detalhes
  • Em meio à Fiel, Carille ergue a taça do hepta

    Como ganhar na loteria! 'Campeão de tudo' em 2018 levará R$ 144 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes