Resultado de enquete: torcida se posiciona sobre 'retorno' de Pablo ao Corinthians

Resultado de enquete: torcida se posiciona sobre 'retorno' de Pablo ao Corinthians

Por Meu Timão

Pablo pode voltar a jogar pelo Corinthians em 2018

Pablo pode voltar a jogar pelo Corinthians em 2018

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A torcida do Corinthians se posicionou diante da mais nova polêmica do mercado da bola alvinegro: vale ou não renegociar a permanência do zagueiro Pablo para a temporada de 2018?

Na opinião de boa parte da Fiel, a resposta é sim. Em enquete realizada aqui no Meu Timão, 64.2% dos internautas apoiariam um eventual "retorno" do camisa 3; os que votaram contra representam 35.8%.

O comentário mais curtido da publicação foi do torcedor Marcelo Augusto (@tiquinholoko).

"Lógico que sim, não tem outro zagueiro mais adaptado ao time como ele, e tirando toda enrolação 'empresário x clube' vale a pena investir nele desde que diminua a pedida. Quanto menos jogadores base saírem do time melhor", escreveu o internauta.

Não custa lembrar que a possível reviravolta na "novela Pablo" agitou o noticiário corinthiano na última segunda-feira. Uma reportagem publicada no site da ESPN Brasil informou que o empresário do zagueiro, Fernando César, voltou a procurar a diretoria do Timão - e ambas as partes retomaram as negociações.

A novidade pegou de surpresa torcedores não apenas do Corinthians mas também de outros clubes. No último domingo, Fernando César falou abertamente em entrevista à Rádio Bandeirantes que estava negociando seu cliente com o Palmeiras.

Fato é que, desde que aparentemente encerrou sua passagem pelo Corinthians, Pablo teve o nome ligado não apenas ao arquirrival do Timão como também a Flamengo e Atlético-MG. Nenhum dos clubes, a exemplo da equipe alvinegra, chegou a um acordo pela contratação.

Valores

Pablo, como todos sabem, pertence ao Bordeaux. O clube francês desde o início do ano fez questão de deixar claro que a prioridade é negociar o zagueiro em definitivo com o Corinthians. Para tal, o Timão deve desembolsar 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 12 milhões). Ademais, haveria ainda pagamento de luvas e reajuste salarial.

Volta dos que não foram

Por conta das negociações até então encerradas com o Corinthians, Pablo foi vetado do jogo da festa de heptacampeão, no fim do mês passado, contra o Atlético-MG, na Arena, em Itaquera. Apenas na semana seguinte o zagueiro foi autorizado a posar ao lado do troféu, quando foi ao CT Joaquim Grava se despedir dos colegas.

Solução?

A eventual contratação em definitivo de Pablo, que atuou pelo Corinthians emprestado pelo Bordeaux, cairia muito bem no clube do Parque São Jorge. Isso porque a diretoria vem enfrentando dificuldade para engatar boas negociações por zagueiros. O setor é tratado como prioridade por Fábio Carille, mas nomes outrora especulados como Henrique (Fluminense), Marllon (Ponte Preta) e Moisés (América-MG) ficam cada vez mais distantes.

Veja mais em: Pablo, Torcida do Corinthians e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Emerson Sheik com a camisa do Corinthians em coletiva no CT

    Emerson Sheik é apresentado, diz entender desconfiança e promete dar resposta em campo

    ver detalhes
  • Sheik assinou contrato até o fim de junho

    Emerson Sheik fala sobre contrato de seis meses, aposentadoria e possível renovação com Corinthians

    ver detalhes
  • Sheik beijou escudo do Corinthians ao ser apresentado

    Sheik faz juras de amor ao Corinthians e relembra jogo na Arena pela Ponte: 'Foi estranho'

    ver detalhes
  • Sheik recebeu camisa das mãos do gerente de futebol Alessandro Nunes

    Acostumado a jogar com camisa 11, Sheik revela ideia 'irada' sobre novo número

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes