Vereador primo de candidato do Corinthians propõe R$ 350 milhões de incentivo à Arena

Vereador primo de candidato do Corinthians propõe R$ 350 milhões de incentivo à Arena

Por Meu Timão

69 mil visualizações 77 comentários Comunicar erro

Arena Corinthians pode receber mais incentivos da prefeitura de São Paulo

Arena Corinthians pode receber mais incentivos da prefeitura de São Paulo

Foto: Bruno Teixeira Rolo

Uma emenda de plenário que pode beneficiar o Corinthians - mais precisamente a Arena - está sendo discutida na Câmara Municipal de São Paulo. O vereador Eduardo Tuma (PSDB) apresentou a proposta de pagamento de R$ 350 milhões à Caixa em CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) pela prefeitura, em 2018, para ajudar a pagar o estádio.

A informação foi publicada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Apesar de desagradar a Secretaria de Finanças da Prefeitura de São Paulo, a proposta foi aprovada em primeira votação. Até o fim da semana, deve ser analisada novamente pelos vereadores. Se aprovada, entrará no orçamento municipal e assim será encaminhada para análise do prefeito João Dória (PSDB).

Importante destacar: Eduardo Tuma é primo de Romeu Tuma Júnior, conselheiro do Corinthians e candidato à presidência do clube no pleito do próximo mês de fevereiro, no Parque São Jorge. Assim, há quem considere a proposta do vereador uma manobra inconstitucional - violaria a impessoalidade, um dos cinco princípios explícitos na carta magna sobre administração pública.

Também vale mencionar que o Corinthians recebeu R$ 420 milhões em CIDs da prefeitura em contrapartida aos benefícios que a construção da Arena gerou na Zona Leste. Atualmente, com correção e juros, tal montante está avaliado em R$ 490 milhões de acordo com o clube. Ou seja, caso a emenda de Eduardo Tuma seja aprovada em todos os trâmites exigidos pela lei, o Timão conseguiria vender R$ 350 milhões desses R$ 490 milhões.

Em tempo: apesar de possuir os tais R$ 420 milhões em CIDs, o Corinthians só conseguiu reverter algo próximo de R$ 50 milhões desse montante em dinheiro. Isso porque os referidos papéis não vêm sendo muito procurados no mercado - na prática, uma empresa, por exemplo, compra tais títulos em troca da isenção de impostos.

Veja mais em: Presidentes e Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Em baixa na Alemanha, Jonathas volta à pauta do Corinthians, que busca empréstimo

    Corinthians volta a ter interesse no centroavante Jonathas

    ver detalhes
  • Gabriel e Guilherme conversaram com o Meu Timão no Parque São Jorge

    Mãe vira-casaca, sonho inglês e até 10 a 0 na Croácia: conheça os gêmeos do Sub-17 do Corinthians

    ver detalhes
  • Jorge Luis Pinto é torcedor do Corinthians em solo brasileiro

    Técnico sensação da Copa-2014 pela Costa Rica fala em sonho de treinar Corinthians

    ver detalhes
  • Rio, Maceió e até Califórnia: jogadores do Corinthians curtem 'férias forçadas'; veja destinos

    Rio, Maceió e até Califórnia: jogadores do Corinthians curtem 'férias forçadas'; veja destinos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes