Efetivado há um ano, Carille faz retrospectiva de trajetória como técnico do Corinthians

1.3 mil visualizações 23 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Treinador terminou ano de estreia com dois troféus

Treinador terminou ano de estreia com dois troféus

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de oito temporadas como auxiliar do Corinthians, Fábio Carille era oficialmente efetivado como treinador do clube há um ano. Em 22 de dezembro de 2016, mesmo dia que recebeu o convite, o comandante alvinegro deu seu primeira coletiva como técnico do Timão. O mês é lembrado com carinho em uma retrospectiva feita pelo agora campeão paulista e brasileiro.

"Foi o mês do "sim". Dia 22 de dezembro, lembro bem que entrei na sala e a diretoria fez o convite. Eles perguntaram se eu aceitaria, e eu disse sim. "Mas você não vai nem pensar?", e eu disse que não precisava. Daí já vai para a primeira coletiva como técnico do Corinthians, e as coisas começam a mudar. Saí de Sertãozinho dia 21 andando normalmente na rua, dia 22 acontece e dia 23 já tem assédio em cima, pela grandeza que é o clube", relembrou, em entrevista ao Lance!.

Depois de usar janeiro para montar o elenco e passar suas ideias aos jogadores, Carille não esquece a importância de fevereiro para o Corinthians. O mês marcou a vitória por 1 a 0 no primeiro Dérbi do ano, contra o Palmeiras. Na oportunidade, o Timão estava cercado de desconfiança e o favoritismo por parte da mídia ia todo para o rival.

"Vem fevereiro, e tem o jogo contra o Palmeiras, que realmente mudou a chave. Tinha muita desconfiança até esse jogo, Arena não estava enchendo, esse clássico ainda não estava lotada. Depois desse jogo, do jeito que foi a vitória, com um a menos, muita entrega... A imprensa e a torcida começaram a ver o Corinthians de uma forma diferente. Esse mês foi importante demais por isso. A Arena começou a ficar lotada depois desse jogo", disse.

Leia também:
À rádio colombiana, Tréllez afirma que faltam poucos detalhes para acerto com o Corinthians
Neto critica negociações do Corinthians e coloca em xeque classificação na Libertadores

Com o bom trabalho caminhando, a ansiedade foi crescendo e atingiu seu auge em maio. Foi ali, também, um dos melhores momentos da temporada alvinegra. Multicampeão como auxiliar, Fábio Carille erguia sua primeira taça no cargo máximo da comissão técnica do Timão.

"Foi o mês do título. Teve a final, com familiares e amigos no estádio, tudo que se criou nessa decisão, falando dos 40 anos do título de 1977... Foi a semana mais ansiosa. Você fez o resultado, viu que teve a boa vantagem, mas a semana não passava. Foi mais difícil até do que a do Dérbi (do Brasileirão). Porque no Dérbi, independentemente do que acontecesse, ainda teria mais rodadas para definir. Contra a Ponte, não. Era aquele momento que ia definir que você é realmente o campeão", recorda com carinho o treinador.

A coroação do ano de Carille, no entanto, não viria no Paulistão. Meses depois, novembro lhe trouxe o maior título de sua curta carreira: o Campeonato Brasileiro. Com um primeiro turno histórico, o Corinthians chegou a reta final cercado de desconfiança e, novamente em um Dérbi, reverteu a situação para arrancar rumo ao hepta.

"Começa com o jogo contra o Palmeiras, um jogo fundamental. Sabíamos que se perdesse, o campeonato ia se decidir só na última rodada, mas que uma vitória praticamente tiraria o Palmeiras da briga. Foi um jogo importantíssimo, a torcida mostrou a sua força, talvez até o principal momento de força que eles mostraram durante o ano, porque a gente vinha em um momento turbulento. Eles vieram juntos e foram importantíssimos. Daí tem o título que acabou coroando toda essa campanha que fizemos, uma alegria muito grande", concluiu Carille.

Veja mais em: Fábio Carille, Heptacampeonato brasileiro e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Cássio, Manoel e Gil não ficam à disposição de Fábio Carille contra o Cruzeiro

    Com três desfalques, Corinthians divulga relacionados para duelo com Cruzeiro; veja provável time

    ver detalhes
  • Fábio Carille reclamou de dores no joelho esquerdo recentemente

    Carille vai passar por procedimento no joelho e vira 'desfalque' para o Corinthians

    ver detalhes
  • Escudo revelado nesta sexta-feira apareceu em livro de 2011 (canto inferior esquerdo)

    Escudo do Corinthians 'descoberto' nesta sexta-feira apareceu em livro de 2011; entenda

    ver detalhes
  • Urso apareceu em campo pela primeira vez desde que lesionou a coxa direita

    Júnior Urso volta a treinar em campo e se aproxima de retorno ao Corinthians

    ver detalhes
  • Fagner pode ganhar até quatro companheiros de posição no Corinthians em 2020

    Corinthians pode ter até cinco opções para lateral direita em 2020

    ver detalhes
  • Atacante agradou e fica para a Copinha

    Corinthians prorroga empréstimo de atacante paraguaio do time Sub-20

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: