Vitórias e respeito: técnico do Corinthians feminino detalha montagem do elenco e traça metas

Vitórias e respeito: técnico do Corinthians feminino detalha montagem do elenco e traça metas

Por Meu Timão

1.4 mil visualizações 15 comentários Comunicar erro

Arthur Elias segue no comando da equipe feminina do Corinthians

Arthur Elias segue no comando da equipe feminina do Corinthians

Foto: Divulgação/Corinthians/Audax

O Corinthians/Audax deixou de existir no último mês de dezembro. Com o objetivo de caminhar com as próprias pernas, o Timão chegou a um acordo com o Osasco Audax pelo fim da parceria entre os clubes na manutenção de uma equipe de futebol feminino. E a montagem do novo elenco alvinegro não só já começou como está perto de ser concluída. É o que detalhou o técnico Arthur Elias, que seguirá à frente da modalidade.

“A gente está montando o grupo. Montagem bem avançada. O que houve com o Audax é que a direção do Corinthians tomou a decisão de montar o time próprio por precisar ter. Então, acabei aceitando o convite do Corinthians”, contou Elias em entrevista ao blog Dona do Campinho.

“Temos uma base do ano passado principalmente das que vinham jogando na temporada. A base é importante. Faz diferença. Teremos tempo bom de pré-temporada e preparação que vai nos dar base e conceito de jogo. Também preparo físico para a temporada desgastante com duas competições: Paulista e Brasileiro”, acrescentou o treinador.

O primeiro passo do Corinthians feminino foi estender a permanência de suas principais atletas, como a goleira Letícia, as zagueiras Pardal e Mimi, a lateral Yasmin e as atacantes Cacau e Nenê. Em seguida, o Timão voltou sua atenção ao mercado da bola de olho em reforços. Foram oito contratações anunciadas até o momento, entre elas a da atacante Millene Fernandes, ex-Rio Preto.

Leia também:
Zagueira que marcou gol de título na Libertadores reforça Corinthians em 2018
Comissão técnica do Corinthians faz balanço e projeta nova temporada da equipe feminina

De acordo com Arthur, os planos do Corinthians não estão concentrados em uma única competição. A ideia é dar 100% em todas as partidas e, quem sabe, conquistar não apenas um título, mas todos os que estiveram ao alcance do Timão, atual campeão da Copa Libertadores feminina (ao lado do Osasco Audax).

“Primeiro objetivo é aproveitar a pré-temporada. Montar as ideias de jogo que a gente vai usar. Depois começamos o Paulista e vamos tocar Paulista e Brasileiro dando a mesma atenção. O elenco foi montado para isso. Reduzido, mas de qualidade. A ideia é jogar para vencer todos os jogos. E isso lá na frente a gente vai ver nossa colocação nos campeonatos. A ideia não é priorizar só o Brasileiro porque o Paulista é muito duro”, explicou Elias, antes de citar a falta de uma camisa 9 – Byanca Brasil, que desempenhou tal função em 2017, não acertou com o clube.

“Tem uma carência no mercado da posição que chamamos de 9. Mas temos uma maneira de jogar com movimentação constante no ataque e temos jogadoras rápidas. A princípio estou satisfeito com as jogadoras, mas atletas de qualidade sempre estão no radar”, pontuou.

Por fim, o técnico corinthiano destacou outro objetivo no caminho do Corinthians feminino em 2018: se firmar como uma das mais vitoriosas equipes da modalidade no Brasil e conquistar “espaço e respeito” dentro do Parque São Jorge, sede social do Timão, local onde os treinos serão realizados.

“Fomos bem recebidos aqui. Comecei o trabalho dia 2, mas desde o final do ano passado estruturando. O trabalho é dentro do Parque São Jorge e também treinaremos no CT da base. As condições de trabalho são muito boas. Temos respaldo da diretoria, mas também é um desafio porque vamos reiniciar o futebol feminino dentro do Corinthians. Temos que garantir mais espaço e respeito”, concluiu.

Veja mais em: Futebol feminino e Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Rodriguinho comemora golaço na Arena Corinthians

    Com golaço e até 'nó tático', Corinthians detona Palmeiras e vence primeiro Dérbi de 2018

    ver detalhes
  • Fábio Carille estreou novo esquema tático na vitória do Corinthians sobre o Palmeiras

    Carille admite 'passinho pra trás', festeja novo esquema, mas cogita mudança na estreia da Liberta

    ver detalhes
  • Lance que originou a expulsão de Jaílson deixou um corte na perna do volante do Corinthians

    'Tá aí a prova': Sangrando, Renê Júnior mostra corte que resultou em pênalti e expulsão

    ver detalhes
  • Rodriguinho não se calou diante das insinuações de Dudu

    Rodriguinho mita ao responder reclamação de Dudu pós-vitória do Corinthians: 'Choro é livre'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes