Gilberto explica recusa ao Corinthians no passado e pede chance à Fiel: 'Quero ser mais um louco'

69 mil visualizações 547 comentários

Por Meu Timão

Gilberto estava no São Paulo e agora negocia com o Corinthians

Gilberto estava no São Paulo e agora negocia com o Corinthians

Érico Leonan / saopaulofc.net

O atacante Gilberto quebrou o silêncio em meio às negociações de seu empresário com o Corinthians. Atualmente sem clube, o jogador de 28 anos de idade admitiu que hoje seu principal desejo para 2018 é se acertar com o Timão.

"De 0 a 10, por mim é 10. Essa parte não sei (sobre chance do acerto), só sei do meu querer. Fico ligando para ele (empresário) direto, mas ele não gosta de conversar muito, de falar sobre o que está acontecendo. Deixa acontecer naturalmente. Até para eu não ficar ansioso demais", contou, em entrevista concedida nesta terça-feira à Fox Sports.

"Quero ser mais um louco no meio do bando, e é isso que tenho para falar", completou.

O problema é que a torcida do Corinthians iniciou nas redes sociais um protesto de dimensões grandiosas contra a contratação de Gilberto - a diretoria inclusive já repensa as tratativas diante de tamanha recusa da Fiel. Tudo por conta de um imbróglio de sete anos atrás, quando o atacante negociava com o Timão e, no fim das contas, preferiu se transferir do Santa Cruz para o Internacional.

"Sem dúvida, se tem uma coisa que eu fiz na vida e me arrependi, foi ter rejeitado naquela época. Achamos que era uma coisa e não era aquilo. Quem tomava conta era meu pai, a gente não tinha instrução de nada. Pode ter atrapalhado o começo da minha história como jogador de futebol em time grande", argumentou.

"Na verdade, não foi uma decisão minha. Quem tomava as decisões eram da minha família, era novo, não tinha conhecimento, só ia lá e assinava. Hoje estou mais velho, experiente. Essas pessoas que dizem que não é para eu ir... Prometo que, se eu for, elas vão ser as primeiras a querer que eu não saia", acrescentou.

Por fim, na tentativa de convencer os torcedores corinthianos de uma vez por todas, Gilberto explicou que seu estilo de jogo combina justamente com o perfil da Fiel. Vale lembrar que ele defendeu o São Paulo no ano passado, quando fez 13 gols em 33 jogos mesmo sendo reserva ao longo de praticamente toda a temporada.

"Eu tenho esse estilo mais forte de jogo, aquilo que a torcida do Corinthians gosta. Se eu for para aí, vou com mais força e intensidade que possível. Quero fazer o melhor ano da minha vida e, se for no Corinthians, é melhor ainda", declarou.

"Tenho certeza que onde eu for, vou arrebentar, fazer gols e fazer o time ser campeão", finalizou.

Veja mais em: Mercado da bola e Torcida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians tenta a vitória contra o Bahia, fora de casa, na Fonte Nova

    Corinthians não terá dois titulares do ataque para jogo contra o Bahia; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Protesto foi realizado em frente à sede social do clube, no Parque São Jorge

    Protesto pede expulsão de Andrés do Corinthians e fala em 'chacina' caso o clube seja rebaixado

    ver detalhes
  • Duílio Monteiro Alves, presidente do Corinthians, tem valor alto de dívidas do clube a quitar

    Economista expõe razões para dívidas de curto prazo serem maior preocupação do Corinthians

    ver detalhes
  • Jô (segundo da esquerda para a direita) voltou aos treinos nesta sexta-feira

    Treino do Corinthians no CT Joaquim Grava tem retorno de Jô e trabalho de bolas paradas

    ver detalhes
  • Site do Fiel Torcedor está fora do ar há 40 dias

    Site do Fiel Torcedor completa 40 dias fora do ar e sócios não conseguem pagar mensalidade

    ver detalhes
  • Éderson foi emprestado pelo Corinthians e mostrou evolução no Fortaleza

    Jornalista analisa evolução de Éderson e simula 'encaixe' do jogador no meio campo do Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x