Bem em 2018, Gustavo alega falta de oportunidades e sonha com retorno ao Corinthians

18 mil visualizações 72 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Gustavo não conseguiu marcar com a camisa do Corinthians

Gustavo não conseguiu marcar com a camisa do Corinthians

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Se a estreia do Corinthians no Paulistão foi marcada pela insatisfação da torcida com Kazim, um nome vinculado ao clube viveu noite de craque na outra ponta do Brasil. Emprestado ao Fortaleza, Gustavo marcou quatro gols e virou manchete no país inteiro. Focado em manter o bom trabalho, o atacante não esconde que o objetivo é retornar e ganhar mais uma chance no Timão.

"Eu penso em voltar, sem dúvidas. Mas não posso sonhar e não realizar meu trabalho aqui no Fortaleza. Primeiro, tenho que focar no Fortaleza para depois, no final da temporada, tentar minha volta para o Corinthians. Mas essa volta só será realizada com um bom trabalho aqui", disse, em entrevista ao Lance!.

Leia também: Após polêmica com Jô, Corinthians confirma percentual dos direitos de Mateus Vital

Contratado em 2016 como uma grande promessa, Gustavo desembarcou em São Paulo com o apelido de "Gustagol" e muito carinho da torcida. Em campo, porém, o desempenho não foi dos melhores. Depois de nove jogos e nenhum gol, o atacante passou a ser emprestado e, de lá para cá, já defendeu Bahia, Goiás e agora Fortaleza.

"O que faltou, eu não sei dizer. Minha ida para o Corinthians foi em um momento que a equipe estava numa decrescente, que nada dava certo. Até consegui fazer um gol (contra o Atlético-MG), só que infelizmente o juiz anulou o gol, que na minha opinião, foi legítimo. Mas é da vida. Infelizmente, eu não consegui fazer o gol, mas tive poucas oportunidades", alega o ex-corinthiano.

Leia também: Só dois remanescentes: relembre a última escalação do Corinthians contra o São Caetano

Mesmo sem marcar, a passagem pelo Corinthians foi eternizada pelo jogador. Isso porque, logo após sua estreia, Gustavo tatuou uma imagem sua com a camisa alvinegra e a data de sua primeira partida. Apesar das poucas chances no clube, o atacante garante não ter arrependimentos. Vale lembrar que ele tem contrato com o Timão até 2020.

"Não penso em mudar algo da tatuagem... Essa tatuagem representa algo marcante para a minha vida. Foi a primeira imagem que eu tive na Arena Corinthians, realizando o sonho dos meus pais, de amigos. Foi a primeira vez que meu pai e minha mãe conseguiram ver juntos um jogo meu do estádio. E, graças a Deus, pelo time que o meu pai torce. Foi a realização de um sonho, eu não me arrependo em nenhum momento", finalizou.

Veja mais em: Gustavo e Jogadores emprestados.

Veja Mais:

  • Cássio, Manoel e Gil não ficam à disposição de Fábio Carille contra o Cruzeiro

    Com três desfalques, Corinthians divulga relacionados para duelo com Cruzeiro; veja provável time

    ver detalhes
  • Fábio Carille reclamou de dores no joelho esquerdo recentemente

    Carille vai passar por procedimento no joelho e vira 'desfalque' para o Corinthians

    ver detalhes
  • Escudo revelado nesta sexta-feira apareceu em livro de 2011 (canto inferior esquerdo)

    Escudo do Corinthians 'descoberto' nesta sexta-feira apareceu em livro de 2011; entenda

    ver detalhes
  • Urso apareceu em campo pela primeira vez desde que lesionou a coxa direita

    Júnior Urso volta a treinar em campo e se aproxima de retorno ao Corinthians

    ver detalhes
  • Fagner pode ganhar até quatro companheiros de posição no Corinthians em 2020

    Corinthians pode ter até cinco opções para lateral direita em 2020

    ver detalhes
  • Atacante agradou e fica para a Copinha

    Corinthians prorroga empréstimo de atacante paraguaio do time Sub-20

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: