Destaque, Clayson tem 40% dos direitos ligados ao Corinthians; outros 60% são de rival no Paulistão

Destaque, Clayson tem 40% dos direitos ligados ao Corinthians; outros 60% são de rival no Paulistão

Por Meu Timão

37 mil visualizações 142 comentários Comunicar erro

Clayson tem 40% dos direitos econômicos ligados ao Corinthians

Clayson tem 40% dos direitos econômicos ligados ao Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A temporada de 2018 mal começou e o Corinthians já vai vendo o atacante Clayson despontar como possível protagonista. Com apenas 22 anos de idade, o jovem teve grande atuação na goleada por 4 a 0 sobre o São Caetano, domingo passado, e foi o craque da vitória por 2 a 1 sobre a Ferroviária, com direito a seu primeiro gol no ano. Vale lembrar aqui, contudo, que o Timão tem apenas 40% dos direitos econômicos do jogador.

Clayson foi contratado pelo Corinthians após se destacar com a camisa da Ponte Preta como revelação do último Campeonato Paulista. Na ocasião, o Timão fechou o seguinte acordo com a equipe campineira: em troca de 40% dos direitos econômicos, desembolsou cerca de R$ 3,5 milhões e cedeu os jovens Claudinho e Léo Arthur.

Chama atenção o fato de os outros 60% de Clayson pertencerem a um clube que é rival do Corinthians na fase de grupos do Campeonato Paulista: o Ituano. A equipe de Itu, que pode inclusive ultrapassar o Timão na classificação do Grupo A nesta quinta-feira, foi quem revelou o atacante, lá no longínquo ano de 2013, e o negociou com a Ponte Preta em 2016.

O fato de Clayson ser um dos muitos jogadores "fatiados" do atual elenco do Corinthians já ligou o sinal de alerta entre os torcedores. No Fórum do Meu Timão, o internauta @vinicius.martins23 já publicou um texto pedindo para o clube correr atrás de um acordo com o Ituano pela aquisição dos 60% restantes do atacante.

Em tempo: situação semelhante foi vista pela torcida do Corinthians no ano passado. Protagonista do Timão em boa parte da temporada de 2017, o lateral-esquerdo Guilherme Arana, apesar de ter sido formado na base alvinegra desde os 11 anos de idade, tinha apenas 40% dos direitos econômicos ligados ao clube do Parque São Jorge. Em tal situação, porém, o restante do percentual pertencia a empresários ligados a Fernando Garcia.

Veja mais em: Clayson e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Corinthians e Chapecoense voltam a se enfrentar, desta vez pela Copa do Brasil

    TV Globo transmite para dois estados jogo decisivo entre Corinthians e Chapecoense

    ver detalhes
  • Placas publicitárias da Arena Corinthians renderão ao menos R$ 12 milhões por ano

    Corinthians fecha acordo independente de R$ 12 milhões pelas placas publicitárias da Arena

    ver detalhes
  • João Celeri assinou contrato com o Corinthians

    Após desistir de Juninho, Corinthians contrata atacante do Botafogo para Sub-20

    ver detalhes
  • Romero marcou o único gol da partida de ida; Timão tem vantagem mínima por vaga nas semifinais

    Corinthians tenta afastar crise e se classificar às semifinais da Copa do Brasil; saiba tudo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes