Novo diretor, contratações e Arena: a primeira entrevista de Andrés reeleito no Corinthians

Novo diretor, contratações e Arena: a primeira entrevista de Andrés reeleito no Corinthians

Por Lucas Faraldo e Rafaela de Oliveira

95 mil visualizações 445 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez falou brevemente com a imprensa no Parque São Jorge

Andrés Sanchez falou brevemente com a imprensa no Parque São Jorge

Meu Timão

Foi sob muita pressão. Instantes após ser oficializado como presidente do Corinthians para o triênio de 2018/19/20. Com direito a cervejada no rosto, ameaças, xingamentos e tentativas de agressão. Andrés Sanchez, reeleito mandatário do clube seis anos após deixar o cargo, concedeu sua primeira (e breve) entrevista coletiva após vencer a eleição deste sábado.

Ainda no ginásio onde ocorreu o pleito (e se desenrolou boa parte da confusão generalizada pós-eleição), Andrés Sanchez contou as primeiras novidades de sua gestão. A principal delas foi o anúncio de Duílio Monteiro Alves, diretor-adjunto de futebol da gestão Mário Gobbi, como novo diretor de futebol do Corinthians.

Leia também:
Voadora e até mordida: jornalistas são agredidos após eleição do Corinthians; veja vídeo
Gritos de guerra, fuga no banheiro e ajuda da PM: o início do mandato de Andrés no Corinthians
Até cervejada no rosto! Sob protestos, Andrés Sanchez é reeleito presidente do Corinthians

Ademais, Andrés falou brevemente sobre outros temas, antes de fugir dos sócios opositores que tentavam agredi-lo: indicou a manutenção de Alessandro Nunes como gerente de futebol, se disse mais preparado para presidir o clube neste que será o terceiro mandato e ainda voltou a destacar a necessidade de renegociar as dívidas da Arena Corinthians.

Confira abaixo a breve entrevista de Andrés Sanchez como novo presidente do Corinthians. Em tempo: já foi agendada pelo clube uma entrevista oficial, no CT Joaquim Grava, para apresentação do mandatário na próxima terça-feira à tarde.

Novo diretor?

Duílio é meu diretor de futebol e já assume amanhã (domingo).

Alessandro segue como gerente?

Tem que se adequar à nossa política.

Diferença em relação aos mandatos 2007/08 e 2009/10/11?

Mais maduro, mais consciente, mais preparado. Saber das exigências que faz o corinthiano e tentar cumprir da melhor maneira possível, com atenção e respeito a todos. Vamos tentar pacificar o clube.

Protestos da oposição

Vou acabar o mandato de deputado e ver o que fazer. Quem está fazendo isso é uma ala da torcida, fica fazendo essas coisas, infelizmente acontece isso.

Contratações

O torcedor corinthiano pode esperar um time competitivo, não é só querer contratar, tem que ter oportunidade, momento. Não adianta ter só dinheiro, não queremos só um atleta, mas, sim, um ser humano.

Dívidas da Arena Corinthians

Estamos pagando, mas, pelo problema social e econômico do país, temos de fazer uma renegociação.

Veja mais em: Eleições no Corinthians e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Uendel, um dos alvos do Corinthians, tem 30 anos; 11 a mais que o atual titular Carlos Augusto

    Corinthians aumenta 'filtro de idade' em buscas indicadas por Carille no mercado da bola

    ver detalhes
  • Memórias do Japão

    [Rafael Castilho] Memórias do Japão

    ver detalhes
  • Carille retornou da Arábia Saudita para assumir o Corinthians em 2019

    Com festa da Fiel, Carille desembarca no Brasil e fala pela primeira vez sobre retorno ao Timão

    ver detalhes
  • Carille explicou perfil de contratações indicadas à direção alvinegra

    Sem estrelas: Carille traça perfil de contratações do Corinthians e rasga elogios a Ramiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes