Após ação de Paulo Garcia, Justiça decide apreender computadores usados em eleição do Corinthians

2.8 mil visualizações 71 comentários

Justiça acatou pedido de Paulo Garcia e irá atrás de uma possível fraude nas urnas

Justiça acatou pedido de Paulo Garcia e irá atrás de uma possível fraude nas urnas

Larissa Lima / Meu Timão

Embora tenha ocorrido há quase duas semanas, a eleição presidencial segue movimentando os bastidores do Corinthians. Dias depois do resultado, que aconteceu no dia 3 de fevereiro, o candidato derrotado Paulo Garcia entrou com uma ação judicial alegando suposta fraude nos computadores em que os associados realizaram a votação.

Nesta quinta-feira, foi confirmado que a Justiça acatou a argumentação e entrou com um pedido de busca e apreensão das máquinas utilizadas pelo clube. Vale destacar que a tecnologia da eleição foi toda desenvolvida pela Telemeeting Brasil, empresa terceirizada responsável pelo serviço.

A denúncia de Paulo Garcia aponta que o programa utilizado para votação não foi o mesmo do dia anterior, quando auditores checaram sua lisura e entenderam seu funcionamento. O candidato aponta que ao menos quatro arquivos diferentes surgiram no dia em que Andrés Sanchez foi eleito mandatário corinthiano.

Leia também:
Após longa espera, Corinthians se reúne com agentes de Balbuena; clube já teme nova novela
Cássio vê Corinthians precisando se 'reerguer' e ressalta erros de passe contra São Bento
Acertado com Corinthians, atacante se despede do ABC com gol de voleio; assista

Juiz do Juizado Especial Criminal de São Paulo, Ulisses Augusto Pascolati Junior assinou o pedido de busca e apreensão no último dia 9 de fevereiro - o documento ficou seis dias em segredo jurídico. Na decisão, ele argumenta que “os indícios da materialidade se verificam diante da disparidade entre os códigos gerados pelos arquivos essenciais à realização da eleição”.

“As afirmações expostas no pedido inicial são extremamente graves, ainda mais porque envolvem um dos maiores clubes do Brasil e que, por isso mesmo, não pode haver dúvidas sobre a lisura de seu pleito eleitoral”, diz, em outro trecho do mandado.

Veja mais em: Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Banco BMG deve mudar as cores de seu logo no novo uniforme do Corinthians

    Patrocinador desafia torcida do Corinthians e condiciona logotipo preto e branco a novas contas

    ver detalhes
  • Corinthians ficou no empate por 1 a 1 com o Ituano no último compromisso antes da paralisação

    Governador de São Paulo indica prazo para anunciar retorno do Paulistão; saiba previsão

    ver detalhes
  • VÍDEO: Nova camisa do Corinthians não é só no futebol: olha essa história do Free Fire do Timão

    ver detalhes
  • Manhã foi de trabalhos coletivos no CT Joaquim Grava

    Tiago Nunes comanda trabalhos coletivos em reapresentação do Corinthians após folga; veja fotos

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira vem treinando com os profissionais do Corinthians

    Técnico que trouxe Gabriel Pereira ao Corinthians analisa chegada do meia ao profissional

    ver detalhes
  • Elenco trabalha com bola desde a última quarta-feira

    Corinthians inicia segunda semana de trabalhos com bola no CT; relembre como foram primeiros dias

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: