Após ação de Paulo Garcia, Justiça decide apreender computadores usados em eleição do Corinthians

Após ação de Paulo Garcia, Justiça decide apreender computadores usados em eleição do Corinthians

2.8 mil visualizações 77 comentários Comunicar erro

Justiça acatou pedido de Paulo Garcia e irá atrás de uma possível fraude nas urnas

Justiça acatou pedido de Paulo Garcia e irá atrás de uma possível fraude nas urnas

Larissa Lima / Meu Timão

Embora tenha ocorrido há quase duas semanas, a eleição presidencial segue movimentando os bastidores do Corinthians. Dias depois do resultado, que aconteceu no dia 3 de fevereiro, o candidato derrotado Paulo Garcia entrou com uma ação judicial alegando suposta fraude nos computadores em que os associados realizaram a votação.

Nesta quinta-feira, foi confirmado que a Justiça acatou a argumentação e entrou com um pedido de busca e apreensão das máquinas utilizadas pelo clube. Vale destacar que a tecnologia da eleição foi toda desenvolvida pela Telemeeting Brasil, empresa terceirizada responsável pelo serviço.

A denúncia de Paulo Garcia aponta que o programa utilizado para votação não foi o mesmo do dia anterior, quando auditores checaram sua lisura e entenderam seu funcionamento. O candidato aponta que ao menos quatro arquivos diferentes surgiram no dia em que Andrés Sanchez foi eleito mandatário corinthiano.

Leia também:
Após longa espera, Corinthians se reúne com agentes de Balbuena; clube já teme nova novela
Cássio vê Corinthians precisando se 'reerguer' e ressalta erros de passe contra São Bento
Acertado com Corinthians, atacante se despede do ABC com gol de voleio; assista

Juiz do Juizado Especial Criminal de São Paulo, Ulisses Augusto Pascolati Junior assinou o pedido de busca e apreensão no último dia 9 de fevereiro - o documento ficou seis dias em segredo jurídico. Na decisão, ele argumenta que “os indícios da materialidade se verificam diante da disparidade entre os códigos gerados pelos arquivos essenciais à realização da eleição”.

“As afirmações expostas no pedido inicial são extremamente graves, ainda mais porque envolvem um dos maiores clubes do Brasil e que, por isso mesmo, não pode haver dúvidas sobre a lisura de seu pleito eleitoral”, diz, em outro trecho do mandado.

Veja mais em: Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Clayson, Luan, Sornoza, Marciel e Matheus Matias: confira o vaivém no Corinthians neste fim de 2018

    Corinthians no mercado da bola: saiba quem chega, quem sai e quem negocia com o Timão para 2019

    ver detalhes
  • Boa parte da grana deixada pelo torcedor na Arena Corinthians não vai para o Fundo

    Despesas levam R$ 15,5 mi da bilheteria do Corinthians em 2018; veja levantamento do Meu Timão

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians deposita altas doses de esperança no retorno de Carille

    Torcida do Corinthians coloca retorno do Carille no topo dos assuntos mais comentados do Brasil

    ver detalhes
  • Uendel, um dos alvos do Corinthians, tem 30 anos; 11 a mais que o atual titular Carlos Augusto

    Corinthians aumenta 'filtro de idade' em buscas indicadas por Carille no mercado da bola

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes