1 em 30 milhões: corinthiano ofusca bandeirão patrocinado e flamula muleta improvisada na Arena

1 em 30 milhões: corinthiano ofusca bandeirão patrocinado e flamula muleta improvisada na Arena

59 mil visualizações 153 comentários Comunicar erro

Danilo improvisou bandeira de mastro com muleta emprestada por outro torcedor

Danilo improvisou bandeira de mastro com muleta emprestada por outro torcedor

Bruno Teixeira Rolo / Divulgação

'Bandeira é sagrada, mano. Tem que ter a sua e levar por amor, não por dinheiro.'

As frases acima foram pronunciadas por Danilo, torcedor do Corinthians que prefere não ter o sobrenome divulgado. O corinthiano de 25 anos de idade roubou a cena na Arena, em Itaquera, no último sábado, durante a vitória alvinegra por 2 a 0 sobre o Palmeiras.

Se por um lado o clube fazia divulgação nas redes sociais desde a véspera do clássico a respeito de um bandeirão patrocinado pelos canais SporTV e Premiere, da Globosat, que seria estendido no Setor Leste bem em frente às câmeras de televisão, foi na verdade um modesto objeto de pouco mais de um metro de altura que se destacou nas arquibancadas da Arena Corinthians, no Setor Norte, durante o Dérbi desse fim de semana.

Bandeirão patrocinado estendido no setor Leste da Arena Corinthians

Bandeirão patrocinado estendido no Setor Leste da Arena Corinthians

Lucas Faraldo / Meu Timão

Em meio aos quase dez mil torcedores que se espremeram nas arquibancadas destinadas às organizadas do Corinthians, Danilo se destacou por conta de um improviso para lá de especial. Jornalistas presentes na cabine de imprensa do Setor Oeste da Arena perceberam, de longe, uma espécie de bandeira flamulando solitária entre as uniformizadas.

Ora, bandeiras de mastro não estão proibidas nos estádios de futebol de São Paulo desde 1995 sob orientação da Secretaria de Segurança Pública do Estado? Eis a explicação:

'Como estava lotado o jogo, fui para o meio da arquibancada mesmo, não daria para esticar ali na frente (nos vidros da primeira fileira) como costumo fazer. Minha ideia era ficar com a bandeira no pescoço, na mão... Aí vi um cara com uma muleta', contou Danilo, em entrevista concedida na noite desse domingo à reportagem do Meu Timão.

Leia também:
1 em 30 milhões: ilustrador alvinegro faz do amor pelo Corinthians sua inspiração
1 em 30 milhões: carro mais corinthiano do Brasil 'levanta até defunto' e vira amuleto

'Cheguei nele no intervalo e ele nem pensou duas vezes antes de me emprestar. Improvisamos na hora. Aí fiquei o segundo tempo inteiro lá balançando a muleta, que ainda girou na mão de várias pessoas, porque muita gente nem viu a época de mastro liberado, né? Aí quando vê, mesmo que na muleta, já fica impressionado, né? E não faz mal pra ninguém... Fica mais bonito ali no estádio tudo balançando', discorreu.

Danilo levou bandeira ao último jogo do Corinthians em Santo André

Danilo leva bandeira para estender em todos os jogos do Corinthians, como na ocasião desta foto, no começo do mês, em Santo André

Arquivo pessoal

Vale destacar que Danilo, curiosamente, nem mesmo tinha percebido a importância da muleta para o torcedor que lhe emprestou o objeto. 'Fiquei surpreso quando vi o pino que ele tinha na perna. Na hora que ele me emprestou tinha uma camisa amarrada ali. Mas ele ficou feliz pra caramba. Comemoramos o gol (do Clayson) juntos. No fim do jogo, agradeci por ter me emprestado e nem ter requisitado nada em troca', lembrou.

No bate-papo com a reportagem, não demorou para Danilo imaginar outros improvisos similares nos próximos jogos do Corinthians na Arena. 'Todo mundo olhando e falando: 'Puta que pariu, que bonito uma bandeira dessa no meio da torcida''.

Rapidamente, porém, o criativo torcedor teve a projeção frustrada. E esclareceu: 'Eu acho que essa ideia das muletas, num próximo jogo, se houvesse mais cinco muletas estendidas na arquibancada, no jogo seguinte já estaria proibida a entrada de muleta. Do jeito que a polícia militar é... Eles são contra torcida. E a diretoria do time também não joga junto com a torcida, né? Ela aceita as punições junto (com as autoridades)', lamentou.

Bandeira do Corinthians marca presença até no serviço de Danilo

Bandeira do Corinthians marca presença até no serviço de Danilo, que trabalha com logística no setor de estoques

Arquivo pessoal

Cabe aqui lembrar que as bandeiras de mastro estão proibidas nos estádios paulistas desde 1995. Há quase um ano, em março de 2017, o promotor Paulo Castilho, do Ministério Público de São Paulo, chegou a levantar a possibilidade de um retorno dos objetos. A ideia, no entanto, ainda não foi colocada em prática. E não há previsão para tal.

'Levo a bandeira e me identifico muito com as épocas da invasões corinthianas nos estádios do passado, Pacaembu, Morumbi, Maracanã. Imagina agora que legal cada um levando sua bandeira para a Arena? Será que a gente vai ver isso ainda?', indagou.

Será?

Sua vez

Caro leitor, tem um causo marcante no qual o Corinthians seja protagonista? Já fez alguma loucura pelo Timão? Então entre em contato com a gente e envie sua história! Quem sabe você não se torna o próximo personagem do quadro 1 em 30 milhões aqui do Meu Timão?

Bandeira de Danilo chamou atenção até do fotógrafo oficial do Timão

Bandeira de Danilo chamou atenção até do fotógrafo oficial do Timão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Veja mais em: Arena Corinthians, Torcida do Corinthians, Dérbi, Especiais do Meu Timão e 1 em 30 milhões.

Veja Mais:

  • Clayson, Luan, Sornoza, Marciel e Matheus Matias: confira o vaivém no Corinthians neste fim de 2018

    Corinthians no mercado da bola: saiba quem chega, quem sai e quem negocia com o Timão para 2019

    ver detalhes
  • Boa parte da grana deixada pelo torcedor na Arena Corinthians não vai para o Fundo

    Despesas levam R$ 15,5 mi da bilheteria do Corinthians em 2018; veja levantamento do Meu Timão

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians deposita altas doses de esperança no retorno de Carille

    Torcida do Corinthians coloca retorno do Carille no topo dos assuntos mais comentados do Brasil

    ver detalhes
  • Uendel, um dos alvos do Corinthians, tem 30 anos; 11 a mais que o atual titular Carlos Augusto

    Corinthians aumenta 'filtro de idade' em buscas indicadas por Carille no mercado da bola

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes