Ralf admite falta de ritmo, mas aprova reestreia pelo Corinthians: 'Fisicamente estou bem'

Ralf admite falta de ritmo, mas aprova reestreia pelo Corinthians: 'Fisicamente estou bem'

Por Lucas Faraldo e Vinicius Souza

1.9 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Ralf fez nessa quarta sua reestreia com a camisa do Corinthians

Ralf fez nessa quarta sua reestreia com a camisa do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Aos 33 anos, Ralf está, de fato, de volta ao Corinthians. Na noite dessa quarta-feira, o experiente volante fez sua reestreia com a camisa alvinegra, atuando aos longo dos 90 minutos da vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol, na Arena, em Itaquera, pelo Campeonato Paulista.

Na saída do estádio, na zona mista, Ralf falou brevemente com os repórteres que por lá estavam postados. O ídolo da Fiel admitiu ainda sentir falta de ritmo de jogo, mas aprovou seu retorno aos gramados - não jogava desde o ano passado, quando estava no futebol chinês.

"Fisicamente estou (bem). Estou um pouco abaixo de ritmo de jogo, isso é normal, meu primeiro jogo no ano após três meses sem jogar", declarou.

Questionado se consegue sem maiores problemas atuar 90 minutos, com possibilidade inclusive de já engatar outra escalação no próximo domingo, na partida entre Corinthians e Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, Ralf acenou afirmativamente. O volante, vale lembrar, foi titular nessa quarta no lugar de Gabriel, que cumpria suspensão.

Leia também:
Carille confirma substitutos de Fagner e Clayson para jogo do Corinthians no domingo
Em jogo de reestreia, Ralf minimiza erros do Corinthians e celebra vitória na Arena

"Consegue sim. Claro que sinto um pouco ritmo de jogo. Fisicamente estou bem, graças a Deus, já estava treinando faz tempo. Mas o ritmo de jogo é difícil, você não estar jogando é diferente para estar no nível do pessoal", disse.

Por fim, Ralf ainda comentou a significado de sua reestreia pelo Corinthians. Como de praxe, o volante destacou os três pontos conquistados e ainda falou sobre a possibilidade de o Timão manter a liderança geral do Campeonato Paulista em caso de derrota do Palmeiras no clássico contra o São Paulo marcado para a noite desta quinta-feira.

"O mais importante foi a gente ter feito nossa lição de casa. Conseguimos a vitória e agora tem de esperar o jogo de amanhã (quinta, Palmeiras x São Paulo) Estou muito feliz de poder contribuir da melhor forma possível. Ainda mais com os três pontos", argumentou.

Veja mais em: Ralf e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Roger marcou o segundo gol corinthiano no duelo deste domingo

    Corinthians vira nos acréscimos, mas ainda leva gol de empate e tropeça no Vitória

    ver detalhes
  • Corinthians empatou com o Vitória em 2 a 2 nesta rodada

    Concorrentes tropeçam, e Corinthians abre leve distância para Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ralf foi eleito craque da partida no entendimento dos torcedores do Corinthians

    Veteranos são eleitos 'craques' do Corinthians no Barradão; Avelar beira nota zero

    ver detalhes
  • Jadson foi autor do primeiro gol do Corinthians contra o Vitória, em Salvador

    Jadson reconhece situação desconfortável do Corinthians no Brasileiro e lamenta 'gols dados'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes