Com presença de Carille, fotógrafo do Corinthians lança livro sobre a conquista do heptacampeonato

Com presença de Carille, fotógrafo do Corinthians lança livro sobre a conquista do heptacampeonato

Por Rafaela De Oliveira e Rodrigo Vessoni

1.6 mil visualizações 21 comentários Comunicar erro

Lançamento oficial aconteceu no Memorial do Timão, no Parque São Jorge

Lançamento oficial aconteceu no Memorial do Timão, no Parque São Jorge

Foto: Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Acostumado a fotografar, hoje foi ele quem recebeu os 'flashs'. Na noite desta quinta-feira, no Parque São Jorge, o fotógrafo oficial do Timão, Daniel Augusto Júnior, lançou seu novo livro: '#HEP7A DE RESPEITO - Corinthians Campeão Brasileiro de 2017'. A obra reúne mais de 400 imagens, registradas ao longo da campanha alvinegra. Momentos nos vestiários e textos exclusivos embalam a publicação.

No Memorial do Corinthians, na sede social do clube, Daniel, no cargo há dez anos, concedeu autógrafos e bateu papo com os presentes - cerca de 100 pessoas. O técnico Fábio Carille, que comandou a equipe corinthiana na conquista do troféu, esteve no evento e não escondeu a emoção ao folhear o livro.

"Tudo acontecendo muito rápido, falando pessoalmente. Depois, folha a folha, vendo lances e passando um filme de tudo que aconteceu. Jogos importantíssimos, Grêmio lá, Palmeiras fora de casa, decisão contra o Palmeiras... Nosso turno, que turno maravilhoso que foi fechando contra o Sport. Muito feliz mesmo por tudo que aconteceu", contou.

Na sequência, o técnico alvinegro tratou de descontrair o ambiente, que reviveu o clima de comemoração do título nacional: "Eu estou lindo, cara. Nunca me senti tão bonito (risos)".

Leia também: Carille descarta preservar titulares, mas veta Jadson contra Botafogo-SP; lesão de Renê abre vaga

Daniel

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Mas a noite, ao menos desta vez, não foi do professor. Cercado pelos jornalistas, o fotógrafo corinthiano falou sobre a famosa selfie do atacante Romero após marcar contra o Palmeiras, no segundo turno do Brasileiro, a preservação da intimidade dos jogadores e dos atletas que, por um motivo ou outro, 'rendem' mais fotografias. Veja a entrevista abaixo.

Com a recente obra, Daniel Augusto Júnior chega ao 11º livro sobre as conquistas do Corinthians. Temas como o título inédito da Libertadores da América e do hexacampeonato já foram abordados pelo jornalista em publicações anteriores.

Atenção, Fiel! - Os torcedores que quiserem adquirir o exemplar devem acessar o site da Livraria Esportiva. O valor da obra é de R$ 79,90.

Confira a entrevista com Daniel Augusto Jr

Selfie de Romero
A selfie do Romero, é a selfie do Romero. Mas eu gosto da sequência do gol contra eles. É sempre importante um gol assim. E tem uma sequência do gol do Romero. Ele entrou depois da palestra dizendo que estava muito confiante e que ia deixar o celular dele comigo.

"Um bom repórter jornalístico não arma foto. Armar foto, no jargão jornalístico, é criar a imagem ideal. Esperamos as coisas acontecerem e documentamos. Achei que não havia problema, foi ele que me pediu. Guardei o telefone e deu certo. Ainda mais contra eles."

Fotos impublicáveis?
Não tem nenhuma foto impublicável. Quem faz a edição das fotos sou eu, então todas as fotos que vocês viram são publicáveis.

Cuidado com a intimidade dos jogadores
Tenho um amigo que é repórter fotográfico e no primeiro livro do Corinthians ele falou uma coisa que nunca mais esqueci. 'Nossa, Daniel, você está dentro dos vestiários e os jogadores não percebem você'. É uma coisa que eu faço desde sempre, não trabalho no vestiário com grande angular.

Isso acontece quando você chega perto do assunto e documenta muito de perto. Qualquer câmera é sempre invisa. Então eu trabalho passeando pelos cantos sem que eles me percebam. É assim que sai o filé mignon do trabalho.

Afinal, quem é o 'modelo' do Timão?
O Romero sempre rende boas fotos, como o Fagner. Tem de ter um olhar mais especial para eles, mais apurados. O Rodriguinho quando comemoram é uma coisa que sai do coração. Esses jogadores principalmente. O Gabriel faz muita careta (risos).

Quem não faz gol não sai na foto?
Desde o primeiro livro, o Júlio César, hoje no Red Bull, reclamava que tinha pouca foto do goleiro. Falei para ele que, se ele acreditava em reencarnação, tinha de nascer atacante, porque você pode fazer a melhor defesa do mundo, mas vou estar sempre no ataque do Corinthians.

Veja mais em: História do Corinthians, Parque São Jorge e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Jonathas está na mira do Corinthians, que já vê concorrente pelo centroavante brasileiro

    Corinthians vê clube turco demonstrar interesse por Jonathas

    ver detalhes
  • Fagner faz parte da delegação canarinha que busca o hexa na Rússia

    Até rivais se rendem, e Fagner é elogiado após estreia em Copas do Mundo; veja repercussão

    ver detalhes
  • Fagner e Tite trabalharam juntos no Corinthians em 2015 e 2016

    Fagner ou Danilo? Corinthiano leva vantagem nas estatísticas defensivas e ofensivas na Copa

    ver detalhes
  • Os maiores perrengues no Jornalismo feat André Ranieri | #61

    VÍDEO: Os maiores perrengues no Jornalismo feat André Ranieri | #61

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes