Carille exalta 'calma' do Corinthians em vitória na Libertadores, mas pede melhora ofensiva

Carille exalta 'calma' do Corinthians em vitória na Libertadores, mas pede melhora ofensiva

Por Thaina Barros e Rodrigo Vessoni

11 mil visualizações 100 comentários Comunicar erro

Fábio Carille aprovou o primeiro tempo do Corinthians na vitória de 2 a 0 sobre o Deportivo Lara

Fábio Carille aprovou o primeiro tempo do Corinthians na vitória de 2 a 0 sobre o Deportivo Lara

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Na noite desta quarta-feira, o Corinthians conquistou a primeira vitória na Copa Libertadores da América de 2018. O time alvinegro bateu o Deportivo Lara, da Venezuela, por 2 a 0, na Arena em Itaquera. Os gols do duelo, marcados por Emerson Sheik e Pernía (contra), só vieram durante o segundo tempo do duelo. Contudo, o técnico Fábio Carille elogiou o desempenho do Timão na primeira etapa, e indicou que a equipe precisa de melhoras no último passe para a rede.

"Tudo que a gente esperava do jogo aconteceu. Gostei mais do nosso primeiro tempo, apesar dos gols no segundo. Faltou caprichar mais no terço final. Chegamos com triangulações e lances individuais, principalmente com o Clayson, mas não conseguimos terminar bem. Depois do gol, mudou a proposta do adversário, eles tiveram de sair para o jogo. Sabíamos que eles viriam para jogar por uma bola, no contra-ataque. A gente sabia que teria que ter calma, não adiantava acelerar a bola, fizemos o gol no segundo tempo", analisou o treinador.

De fato, o Corithians entrou em campo em Itaquera com o pé no acelerador. Em meio a uma forte chuva, o time da casa manteve a posse de bola durante todo o primeiro tempo e deu trabalho para a marcação do Deportivo Lara. Os erros apareceram nas finalizações, o que só viria a ser resolvido na etapa complementar. O atacante Emerson Sheik, de 39 anos, foi quem assumiu a responsabilidade de balançar a rede para o Timão e marcou o primeiro gol alvinegro do jogo aos 19 minutos. A vitória foi selada momentos mais tardes, após um desvio de Pernía em um chute do meia Rodriguinho.

Leia também:
Titular, Sidcley afasta desconforto por possível contratação de Zeca: 'Disputa saudável'
Zagueiro vai bem, e Sheik é eleito destaque de vitória sobre venezuelanos; reserva decepciona
'Nunca critiquei', recado a narrador e até 'descoberta' de Hawking: atuação de Sheik empolga Fiel

Mantendo a proposta do Deportivo Lara em pauta, Carille analisou as diferenças entre os dois adversários que o Corinthians enfrentou neste início da disputa da Libertadores. Após o empate de 0 a 0 contra o Millionarios, na Colômbia, e o resultado desta quarta contra os venezuelanos, o treinador vê o Timão preparado para enfrentas os demais rivais na competição.

"A questão dos dois jogos eu vi de uma forma diferente. Millonarios teve mais imposição física, força. Já o Deportivo Lara procurou jogar mais no erro, é uma equipe de baixa estatura. O bom é que já enfrentamos duas equipes diferentes, é o que vamos ter na competição, não escolhemos adversários. É importante ter jogadores como Ralf e Sheik. Quando pega o time campeão de 2012, só Ralf e Cássio não tinham jogado Libertadores. A gente vê que precisa. O Estudiantes hoje ganhou com dois gols de um veterano. Esse peso é fundamental. Agora vamos focar na disputa do Campeonato Paulista", garantiu.

O Corinthians lidera o Grupo 7 da Libertadores, com quatro pontos conquistados. O próximo compromisso da equipe pelo torneio será realizado no próximo dia 18 de abril, contra o Independiente, da Argentina, fora de casa. Já pelo Campeonato Paulista, o time alvinegro enfrenta o Bragantino neste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio do Pacaembu. A partida é válida pela ida das quartas de final do Campeonato Paulista.

Questionado sobre a preparação para os desafios e uma possível classificação na próxima fase da Libertadores, Carille foi categórico. "Eu sou muito do dia a dia, jogo a jogo, não tenho porque pensar em Libertadores agora, primeiro temos o mata-mata da Libertadores. São etapas, o bom é que está tendo entendimento entre todos os atletas, com resultados fica mais fácil ajustar como a gente imagina. Classificar é importante, mas antes é preciso jogar bem, ser consistente na parte defensiva e ofensiva", finalizou.

Veja mais em: Fábio Carille e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Badauí, do CPM22: 'Sou obrigado a ouvir que sou torcedor de Arena' | #76

    VÍDEO: Badauí, do CPM22: 'Sou obrigado a ouvir que sou torcedor de Arena' | #76

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel está de saída do Corinthians

    Rumo aos Emirados Árabes, Marquinhos Gabriel pode render R$ 17 milhões ao Corinthians

    ver detalhes
  • Pedrinho treinou com bola normalmente nesta sexta-feira

    Pedrinho treina sem limitações e pode voltar ao Corinthians na escalação deste sábado

    ver detalhes
  • Fagner deu entrevista no CT Joaquim Grava e falou sobre a convocação para seleção canarinha

    Fagner comemora volta à Seleção e evita entrar em dividida com a CBF por ausência no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes