Do Timão para as urnas? Rodriguinho revela vontade de trabalhar com política após a aposentadoria

Do Timão para as urnas? Rodriguinho revela vontade de trabalhar com política após a aposentadoria

Por Meu Timão

2.9 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Rodriguinho pode trocar vestiário por um gabinete

Rodriguinho pode trocar vestiário por um gabinete

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Na última quarta-feira, o duelo entre Corinthians e Deportivo Lara teve sabor especial para Rodriguinho. Prestes a completar 30 anos, o meia chegou aos 150 jogos com a camisa alvinegra e foi homenageado. Apesar de viver seu auge, sonhando com Seleção e Europa, o experiente jogador já se preocupa com o futuro. Acostumado a ver seu nome na escalação do Timão, a Fiel pode passar a vê-lo como dirigente ou, indo mais longe, nas urnas de votação política.

"Não faltam ideias (risos). Penso em trabalhar no futebol, tem muita coisa que eu acho que posso fazer como diretor, principalmente pelo esporte potiguar, que eu vejo que é meio amador ainda. Até ser político eu penso, acredita?", disse o camisa 26, em entrevista ao Estadão.

"Creio que posso ajudar as pessoas, gosto disso. Por exemplo, tem um projeto social que tento ajudar, que é bem legal. É de um cara que não tem muita coisa financeiramente, mas a família é toda envolvida no projeto e ajuda umas 300 crianças a sair das ruas e jogar futebol. É uma coisa que me enche os olhos e me emociona em poder ajudar. Eu poderia fazer coisas boas para as pessoas, mas é só uma ideia, nem fui atrás de partido nem nada", completou.

Leia também:
Em nota oficial, Corinthians encerra negociações com lateral Zeca
Jadson não perdoa reclamação palmeirense quanto ao mando de campo do Bragantino: 'Isso é chororô'

Enquanto não vai para o meio das propostas e promessas, busca objetivos dentro das quatro linhas. Além de ajudar o Corinthians, Rodriguinho sonha com a volta à Seleção e, como nunca escondeu, uma chance de atuar em território europeu.

"Na verdade são dois sonhos. Jogar na Europa, onde estão os melhores do mundo, e defender a Seleção Brasileira e representar o país, que é um sonho de criança. O Brasil é referência no mundo e voltar para a Seleção não tem preço e dimensão", concluiu.

Veja mais em: Rodriguinho.

Veja Mais:

  • Filme retrata a antiga ligação do Corinthian-Casuals com o Timão

    Filme sobre a história dos Corinthians será lançado em Londres

    ver detalhes
  • Corinthians recebeu o Paulistano no Parque São Jorge pelo NBB, nesta sexta-feira

    Em casa, Corinthians vacila diante do Paulistano e perde segunda seguida no NBB

    ver detalhes
  • Gabriel foi uma das novidades de Jair Ventura para a decisão diante do Cruzeiro

    Mano soube da escalação do Corinthians na véspera da final, revela zagueiro do Cruzeiro

    ver detalhes
  • VÍDEO: O ano não acabou! | #94

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes