Irritado com brincadeira sobre Zeca, presidente do Corinthians faz cobranças à diretoria

Irritado com brincadeira sobre Zeca, presidente do Corinthians faz cobranças à diretoria

Por Meu Timão

30 mil visualizações 127 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, se irritou com brincadeira sobre 'caso Zeca'

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, se irritou com brincadeira sobre 'caso Zeca'

Larissa Lima/Meu Timão

A antecipação do Corinthians nas redes sociais sobre a negociação com lateral-esquerdo Zeca não agradou o presidente do clube, Andrés Sanchez. Mesmo lamentando o fim das tratativas, o mandatário cobrou explicações da diretoria pela brincadeira feita no Twitter na última quarta-feira, onde o jogador do Santos "subia a serra".

Segundo o portal GloboEsporte.com, Andrés Sanchez ouviu reclamações sobre o caso de conselheiros e pessoas próximas a si. A publicação sobre o possível acerto com Zeca acabou vista como precipitada internamente no clube, principalmente após a resposta do rival Santos na mesma rede social. A ação segue sendo discutida desde a noite da última terça-feira, pelos departamentos de marketing e comunicação da equipe.

Vale destacar que não é a primeira vez que o Corinthians antecipa um acerto com um jogador nas redes sociais. Cinco dias antes do volante Ralf assinar o contrato para seu retorno ao clube, após dois anos no futebol da China, o clube exibiu uma montagem com os dizeres "Cuidado. Cão bravo", com uma foto do jogador.

Leia também:
1 em 30 milhões: ele carrega o Corinthians no nome e só não repassou tradição por 'golpe' da esposa
Com Dérbi na Arena Corinthians em horário alternativo, CBF atualiza tabela do Brasileirão
Vitória em Dérbi, bom início na Libertadores e três esquemas: Corinthians completa um mês sem perder

A postura do diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg, nomeado na nova gestão de Andrés Sanchez, se mostra diferente da antecessora. Durante o mandato do ex-presidente Roberto de Andrade, o Corinthians não ousava neste quesito e apenas anunciava a chegada de um novo reforço após a assinatura do contrato. Foi assim com o zagueiro Henrique, que treinou no CT Joaquim Grava durante dias antes de ser anunciado oficialmente.

No caso de Zeca, como revelado pelo Meu Timão, o clima já era de pessimismo desde a noite da última quinta-feira. O Corinthians e seu departamento jurídico temiam que, em caso de uma derrota do lateral-esquerdo diante do Santos nas próximas audiências na Justiça do Trabalho, o clube tivesse de arcar com a multa milionária de mais de R$ 50 milhões ao rival.

O diretor de futebol do Timão, Duílio Monteiro Alves, já havia falado que a busca pelo jogador de 23 anos estava condicionada à questão jurídica. Além disso, a rivalidade de Corinthians e Santos evitou uma aproximação entre os clubes. A situação complicada de Gustavo Scarpa no Palmeiras, que é agenciado pelos mesmos empresários e acabou retornando ao Fluminense após queda de liminar judicial, também fez com que a diretoria alvinegra desistisse de vez da contratação.

O motivo de o negócio com o lateral-esquerdo não vingar foi revelado pelo Meu Timão, que apurou a desistência dos empresários de assumir os danos de uma possível derrota jurídica para o Santos, que é o dono de seus direitos federativos. Zeca, que já treinou no CT Joaquim Grava, segue fora dos gramados já quase cinco meses, tempo em que vive o impasse com o time litorâneo.

Veja mais em: Andrés Sanchez, Diretoria do Corinthians e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Ramiro possui contrato com Grêmio até 2021; Timão contatou pai do atleta

    Corinthians consulta pai de Ramiro, do Grêmio, e mostra interesse no meia

    ver detalhes
  • Reunião do Conselho do Corinthians aconteceu no Parque São Jorge

    Conselho do Corinthians se reúne e aprova previsão orçamentária de 2019; Rosenberg causa irritação

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo se enfrentaram pelas quartas de final da Copa RS

    Corinthians é derrotado pelo São Paulo nos pênaltis e dá adeus à Copa RS de 2018

    ver detalhes
  • CT da Base já está sendo utilizado pelas equipes sub-15, sub-17 e sub-20; gramados estão prontos

    Corinthians define duas etapas de finalização das obras do CT da base; orçamento é de R$ 25 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes