Justiça de SP condena Dualib por estelionato no Corinthians

Justiça de SP condena Dualib por estelionato no Corinthians

Por Meu Timão

Dualib desviou mais de 1 milhão de reais do Corinthians

Dualib desviou mais de 1 milhão de reais do Corinthians

O juiz titular da 15ª Vara Criminal Central de São Paulo, Marcelo Semer, condenou nesta quinta-feira (5) o ex-presidente do Sport Club Corinthians Paulista Alberto Dualib a três anos e nove meses de reclusão, em regime aberto, por crimes de estelionato contra a agremiação. O advogado de Dualib, José Luiz Tolosa, ficou surpreso com a decisão, mas disse de antemão que vai recorrer.

- A sentença é absolutamente injusta - afirmou.

A pena privativa de liberdade foi substituída por prestação de serviços à comunidade ou a entidades estatais durante os mesmos três anos e nove meses da pena originalmente fixada. Além disso, Dualib terá de pagar prestação pecuniária à vítima, no valor de 50 salários mínimos e 36 dias-multa, fixados em um salário mínimo vigente à época dos fatos, corrigidos desde o evento.

Segundo a denúncia do Ministério Público, Dualib e os outros quatro acusados desviaram R$ 1,433 milhão em dinheiro e cheques por meio de fraude em notas fiscais. Os outros quatro acusados também foram condenados no mesmo processo, mas o juiz absolveu todos os réus da imputação de formação de quadrilha.



Fonte: Globo Esporte

Veja Mais:

  • Jogadores da Seleção Brasileira cantando 'Timão Ê Ô'

    VÍDEO: Jogadores da Seleção Brasileira cantando 'Timão Ê Ô'

    ver detalhes
  • Tite concedeu entrevista na Arena nesta segunda-feira

    Tite explica comemoração na Arena Corinthians; Fagner será titular

    ver detalhes
  • Marcelinho Paulista pode voltar ao Timão para comandar cargo na base

    Ex-volante é cotado para assumir gerência da base do Corinthians

    ver detalhes
  • Carlinhos está recuperado de cirurgia no púbis

    Artilheiro da Copinha faz primeiro treino no Corinthians após cirurgia

    ver detalhes

Deixe seu recado para Alberto Dualib, ladrão.

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes