Jorge Henrique diz: 'Não fosse o Ceni, seria uns seis'

Jorge Henrique diz: 'Não fosse o Ceni, seria uns seis'

Por Meu Timão

O jogo foi fácil para o Corinthians

O jogo foi fácil para o Corinthians

Após a boa vitória do Corinthians no clássico contra o São Paulo, no domingo, no Pacaembu, Jorge Henrique ficou com a sensação de que a goleada poderia ter sido ainda maior.

- Se não fosse o ótimo goleiro que eles têm, seria uns seis a zero - afirmou o atacante ao canal SporTV.

Jogando aberto pela direita, o camisa 23 foi um dos destaques da partida. Com duas assistências, o atacante acredita que a pressão que o time deu ao São Paulo é fruto dos treinamento de Adilson Batista.

- Foi nosso posicionamento. Treinamos bem durante a semana. O Adilson pede para procurarmos recompor mais rápido. Os treinamentos de campo reduzido ajudam bastante - completou.

Sobre o retorno do camisa 9 ao ataque do Timão, Jorge Henrique se mostra confiante. Acredita que o Fenômeno ainda ajudará muito o time.

- Estamos muito confiantes na volta dele. Sabemos que não é fácil, ele sente bastante dores no púbis. Mas torcemos para ele voltar e nos ajudar - finalizou.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Zagueiro tem 29 jogos pelo Corinthians: 14 vitórias, dez empates e apenas cinco derrotas

    Novo titular, Pedro Henrique 'perdoa' Guerrero e fala grosso: 'Corinthians briga para ser campeão'

    ver detalhes
  • Copa Sul-Americana terá 32 classificados na segunda fase

    Copa Sul-Americana chega a 21 classificados; torneio pode ter até sete campeões da Libertadores

    ver detalhes
  • Léo Santos (à dir.) deixou atividade mais cedo por conta de bolhas nos pés; Paulo Roberto foi testado na zaga

    Zagueiro deixa treino e faz Carille improvisar nesta quinta-feira; veja escalação do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes