Corinthians prevê oficialização de acordo para estádio na quinta

Devidamente anunciado durante os festejos do centenário do Corinthians, o acordo para a construção do estádio alvinegro, em Itaquera, deverá ser oficializado na próxima quinta-feira, dia em que o...
Projeto do estádio do Corinthians será feito pela construtora Odebrecht

Projeto do estádio do Corinthians será feito pela construtora Odebrecht

Devidamente anunciado durante os festejos do centenário do Corinthians, o acordo para a construção do estádio alvinegro, em Itaquera, deverá ser oficializado na próxima quinta-feira, dia em que o Conselho Deliberativo do clube analisará o projeto proposto pela construtora Odebrecht. A aprovação do novo palco alvinegro liberará o início das construções, previstas para terminarem entre o final de 2012 e o início de 2013

"Estamos bem adiantados. No dia 16 temos a votação do Conselho. Aprovando, dia 17 assinamos o contrato e começamos tudo", confirmou o presidente do clube, Andrés Sánchez, em entrevista concedida no último sábado, na zona mista do estádio do Pacaembu.

O mandatário corintiano voltou a retirar qualquer responsabilidade do Corinthians em relação à possibilidade de o estádio sediar a abertura da Copa do Mundo de 2014. Segundo o projeto da Odebrecht, o novo campo alvinegro receberá cerca de 48 mil pessoas, o que não corresponde ao número de 60 mil exigido pela Fifa para um jogo inaugural de Mundial.

Dessa forma, o projeto do estádio prevê a construção de 20 mil arquibancadas móveis atrás dos gols, aumentando a capacidade para 68 mil. No entanto, Andrés Sánchez reiterou que o clube não investirá dinheiro próprio para receber o primeiro jogo da Copa do Mundo em 2014.

"Estamos preocupados em fazer um estádio para 48 mil e, para isso, temos a engenharia financeira. Mas para subir para 68 mil não temos engenharia financeira para isso, a ideia era aumentar a capacidade daqui a cinco, oito anos", afirmou Andrés, que garante vetar a utilização de dinheiro público para a ampliação do estádio.

"Esse dinheiro tem que vir de algum lugar: da Fifa, da CBF, do investimento privado. Do Corinthians não virá. O futuro a Deus pertence", completou o mandatário corintiano, após a derrota do clube de Parque São Jorge para o Grêmio por 1 a 0, no primeiro revés da equipe dentro de casa no Campeonato Brasileiro.



Fonte: Gazeta Esportiva

Corinthians prevê oficialização de acordo para estádio na quinta Corinthians prevê oficialização de acordo para estádio na quinta 0

Veja Mais:

  • Marciel voltou ao Corinthians com a camisa 22

    Com novidades no elenco, Timão atualiza numeração das camisas; número tradicional segue vago

    ver detalhes
  • Ganso não vive boa fase no Sevilla

    Imprensa espanhola prevê volta de Ganso e põe Corinthians como um dos interessados

    ver detalhes
  • Cássio treinou neste sábado e está à disposição de Carille para domingo

    Cássio treina, e Carille define Corinthians que pega Fluminense pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Do quarteto promovido da base, apenas Rodrigo Figueiredo não foi relacionado

    Corinthians surpreende e já relaciona recém-promovidos para encarar Fluminense; veja lista

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes