Elenco forte: diferencial do líder Corinthians

Elenco forte: diferencial do líder Corinthians

Por Meu Timão

Elenco Corinthiano treinando com a torcida apoiando o time

Elenco Corinthiano treinando com a torcida apoiando o time

Não tem Ronaldo? Iarley joga e faz gols. Chicão está machucado? Paulo André assume a zaga, ao lado de William. Jucilei ou Elias suspenso? Paulinho está aí. Se precisar, até mesmo na vaga de Alessandro na lateral. Roberto Carlos sentiu a coxa e teve de sair? Leandro Castán, improvisado, assume o lado esquerdo. Bruno César mal ou sem uma boa saída pelo lado esquerdo? Põe o experiente Danilo.

As inúmeras modificações de Adilson Batista nas últimas partidas não resultaram em problemas táticos ou perda de pontos. Pelo contrário. Em meio à maratona de jogos do Brasileirão, a qualidade do elenco do Corinthians faz a diferença e a equipe, que jamais caiu para terceiro lugar, aumentou seu poder de fogo, consolidou-se na ponta e, nas últimas rodadas, viu a diferença de pontos para os rivais direitos aumentar consideravelmente.

– Não reclamo da ausência de ninguém. O que eu faço é simples: eu dou moral e confiança para quem está entrando. No futebol de hoje, não dá para ficar lamentando por esse ou aquele – afirma Adilson, em quase todas as coletivas.

Em julho, foram quatro partidas. No mês seguinte, seis confrontos. No atual (setembro), seis duelos e, até o dia 30, outros dois pela frente. Isso sem falar nos sete jogos que acontecerão em outubro. Como manter um nível técnico elogiável e regularidade nas atuações em meio à sequência tão pesada? Com peças de reposição, como ocorre com o Timão de Adilson.

Para manter um elenco tão forte, de tantas opções, Andrés Sanchez gasta. E não é pouco. A folha salarial, entre salários, luvas diluídas e impostos, gira em R$ 7 milhões.

Já Matías Defederico, Souza e Edu não podem ser considerados reservas úteis ao técnico Adilson Batista, assim como não demonstraram ser ao antecessor, Mano Menezes.

Além de serem poucos aproveitados, não conseguiram corresponder à altura quando solicitados. Nos últimos confrontos, se revezaram até no banco de reservas, sempre sob a condição de ausência de um outro jogador da posição – do trio, o meia argentino é que o mais teve oportunidades até agora.

Em tempo: Defederico, Souza e Edu são três dos jogadores que mais ganham no elenco do Corinthians. Seus salários são maiores do que boa parte daqueles que vêm atuando na companha irretocável.

ATUAL ELENCO DO CORINTHIANS

Goleiros: Julio Cesar, Bobadilla, Rafael Santos e Danilo Fernandes

Laterais: Alessandro, Roberto Carlos, Dodô e Moacir

Zagueiros: Chicão, William, Paulo André, Leandro Castán, Thiago Heleno, Renato e Vinícius

Volantes: Ralf, Elias, Jucilei, Paulinho, Boquita e Edu Gaspar

Meias: Bruno César, Danilo, Defederico e William Morais

Atacantes: Ronaldo, Jorge Henrique, Dentinho, Iarley e Souza

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes