Zagueiro William sofre assalto e reclama da falta de segurança

Zagueiro William sofre assalto e reclama da falta de segurança

Por Meu Timão

É cada vez maior o perigo que corremos

É cada vez maior o perigo que corremos

Na tarde de domingo, no Pacaembu, o zagueiro William comemorou a vitória do Corinthians sobre o Palmeiras. Mas poucas horas depois da partida, o capitão corintiano não teve muitos motivos para sorrir. À noite, ao descer de seu carro no bairro de Moema, onde iria jantar com amigos, o jogador foi rendido por assaltantes, que roubaram seu veículo Outlander, telefone celular e outros pertences.

O zagueiro comentou o assalto em uma das regiões mais nobres da capital paulista em sua página no Twitter e reclamou que "a segurança está falida".

- Não me importo com bens materiais, realmente. Mas a indignação é grande pelo fato de ser algo que você batalhou para ter (...) E conversando com os policiais quando fiz o B.O. (boletim de ocorrência) fica evidente que é cada vez maior o perigo que corremos - escreveu o jogador, que ressaltou que não foi agredido.

- Estamos em plena campanha eleitoral e não vemos propostas concretas na área da saúde, educação e segurança. Temos que nos indignar e cobrar - acrescentou, criticando a "ineficiência da polícia" de todo o país "devido à falta de aparelhamento, contingente e bons salários".

Fonte: Globo Esporte

Veja Mais:

  • Equipe superou o erro da arbitragem e venceu clássico com um a menos

    Épico! Histórico! Na raça! Corinthians supera lambança da arbitragem e vence o Dérbi na Arena

    ver detalhes
  • Victor Hugo, do Palmeiras, deu uma cotovelada no rosto de Pablo, do Corinthians

    Sem bola, Victor Hugo dá cotovelada em rosto de Pablo

    ver detalhes
  • Thiago Duarte Peixoto deixa a Arena Corinthians de terno e gravata

    Com lágrima no olho, árbitro assume erro com Gabriel: 'Só peço que minha carreira não acabe'

    ver detalhes
  • TV fez leitura labial do quarto árbitro

    TV faz leitura labial de quarto árbitro: 'Não foi o Gabriel'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes