Patrocínio de camisa no centenário coloca Corinthians ao lado de grandes clubes europeus

Patrocínio de camisa no centenário coloca Corinthians ao lado de grandes clubes europeus

Por Meu Timão

Camisa do Timão e traz grande receita para o clube

Camisa do Timão e traz grande receita para o clube

Um estudo publicado nesta quinta-feira (28) pela consultoria Sport+Markt ajudou a mensurar o quanto os clubes brasileiros perdem em relação aos europeus em termos de patrocínio em suas camisas. Mas a divulgação dos dados mostrou que a combinação de centenário, Ronaldo e diversos anunciantes em uma só camisa colocou o Corinthians ao lado de grandes clubes do Velho Continente.

O Alvinegro atualmente conta com seis pontos de patrocínio em sua camisa. A Hypermarcas colocou a Neo Química Genéricos no peito e nas costas, além da Bozzano nas mangas e a Avanço nas axilas e no ombro, a um custo aproximado de R$ 38 milhões. O banco Pan-Americano abocanhou outros dois locais: as barras da frente e de trás do uniforme, por R$ 7 milhões.

Os cerca de R$ 45 milhões arrecadados pelo Corinthians neste ano equivalem a aproximadamente de 19 milhões de euros, a moeda com a qual os clubes europeus negociam suas cotas de patrocínio. Segundo o relatório divulgado pela Sport+Markt, somente quatro times da Europa superaram o Timão nesta temporada: Manchester United e Liverpool, com 23,6 milhões de euros cada (aproximadamente R$ 56 milhões), o Real Madrid, com 23 milhões de euros (R$ 54,6 milhões) e o Bayern de Munique, com 22 milhões de euros (R$ 52 milhões).

O Manchester United é patrocinado pela corretora de seguros AON, o Liverpool tem parceria com o banco Standard Chartered, o Real com o site de apostas na internet Bwin e o Bayern com a empresa de telecomunicações Deutsche Telekom. O Chelsea, quinto colocado, já aparece atrás do Corinthians, com os 16,3 milhões de euros (R$ 38,5 milhões) da Samsung.

Há três ressalvas nessa comparação: 1) Os clubes europeus possuem apenas um ponto de patrocínio em suas camisas: no peito. Mesmo os times com grandes patrocínios não os usam nas costas; 2) Se o Barcelona escolhesse ter um patrocínio em sua camisa, provavelmente superaria o Timão, pois tem disparado a maior base de torcedores segundo a Sport+Markt. Contudo, o time, por tradição, usa apenas um logotipo simbólico do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância); e 3) Uma porcentagem relevante do montante corintiano vai para Ronaldo.

As médias de receita por patrocínio de camisa dos clubes de primeira divisão na Europa são: 6,4 milhões de euros (R$ 15,1 milhões) na Inglaterra, 5,92 milhões de euros (R$ 14 milhões) na Alemanha, 3,29 milhões de euros (R$ 7,77 milhões) na França e 2,94 milhões de euros (R$ 6,9 milhões) na França.

Fonte: R7

Veja Mais:

  • Tite, Carille e Cássio durante treino no CT Joaquim Grava

    Tite rasga elogios a Fábio Carille e fala da possibilidade de Cássio voltar à Seleção

    ver detalhes
  • Jornal O Globo, do Rio de Janeiro, tenta decifrar o Corinthians de Fábio Carille

    Jornal carioca faz 'manual para os antis' e tenta ensinar como vencer o Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians na Sul-Americana é destaque da Globo

    TV Globo deixa rivais de canto e transmite jogo do Corinthians na Copa Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes

Você prefere um elenco forte ou uma camisa sem muitos patrocínios?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes