Jornal: promotor diz que obras para arena corintiana são ilegais

Jornal: promotor diz que obras para arena corintiana são ilegais

Uma suposta irregularidade ameaça a construção do estádio que o Corinthians pretende erguer em Itaquera e que está nos planos da CBF para ser a abertura da Copa do Mundo de 2014, de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. Segundo a publicação, o promotor de Urbanismo José Carlos Freitas admite um imbróglio nos bastidores e pede que a Justiça determine ao clube a devolução do terreno de 200 mil metros quadrados para o governo municipal, ou então um acordo entre a diretoria alvinegra, Prefeitura de São Paulo e Ministério Público Estadual.

Em entrevista ao jornal, Freitas diz que o presidente corintiano Andrés Sanchez foi informado dos problemas, mas mesmo assim apresentou o projeto de construção em uma área que está "sub judice". O promotor ainda afirma que não recebeu nenhuma cópia e que "qualquer obra tem impedimento legal" (fato negado pelo clube), além de confirmar que pede a anulação da concessão ao Corinthians por ter expirado o prazo de cinco anos para o início dos trabalhos no local. entre as denúncias estão que o terreno virou depósito clandestino de lixo no período e hoje é abrigo de restos de materiais de construção.

Fonte: Terra

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Balbuena subiu mais alto do que todo mundo para marcar o gol do Corinthians

    Balbuena faz golaço de cabeça, e líder Corinthians vence Fluminense pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians 'botou Fluminense na roda'

    Abel Braga distribui elogios ao futebol do Corinthians após vitória: 'Motivos de ser líder'

    ver detalhes
  • Balbuena marcou o gol da vitória do Corinthians

    Balbuena e Cássio são os melhores em vitória do Corinthians; Carille se destaca também

    ver detalhes
  • Lucca vem se destacando com a camisa da Ponte Preta

    Emprestado pelo Corinthians, Lucca ultrapassa Jô e se torna artilheiro do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes