Repórteres de extinto jornal do Corinthians acionam o clube na Justiça

Repórteres de extinto jornal do Corinthians acionam o clube na Justiça

Lançado no ano passado com o intuito de ser o “porta voz da diretoria corintiana”, o jornal Fiel virou assunto judicial. O jornal circulou por apenas seis meses, encerrando as atividades em fevereiro deste ano após atrasos salariais, além do descumprimento de outras obrigações contratuais.

Diversos jornalistas que trabalhavam no diário do time alvinegro entraram com processo contra o Corinthians e a Nova Forma, empresa contratada pelo clube para produção e distribuição do jornal.

“O clube ganhava porcentagem pela venda do jornal, mas agora não quer assumir responsabilidade na quebra de compromisso do Fiel. A diretoria do Corinthians simplesmente lavou as mãos”, disse o jornalista Anderson Cheni, que ocupava o cargo de editor do Fiel.

O jornalista informa que não foi dado baixa em sua carteira de trabalho os salários e benefícios, como férias e 13º. A redação era composta por 13 jornalistas.

De acordo com Anderson Cheni, o presidente Andrés Sanchez e o gerente de marketing do clube, Caio Campos, a responsabilidade é da Nova Forma.

A assessoria de imprensa do Corinthians informa que a responsabilidade do jornal é exclusiva da empresa Nova Forma.

Fonte: UOL

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Carlinhos marcou o seu décimo gol na competição

    Corinthians atropela Juventus na semifinal da Copinha e busca pelo décimo título

    ver detalhes
  • Filipe recebeu a maior nota da Fiel após partida contra o Juventus

    Disputa de craque da partida fica dividida entre goleiro e meia-atacante do Corinthians

    ver detalhes
  • Brendon teria nascido em 1994 e não em 1997 como diz seus documentos

    Adversário do Corinthians na final da Copinha pode ser eliminado da competição

    ver detalhes
  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes